quinta-feira, 21 de agosto de 2014
13

[RESENHA] Convergente - Veronica Roth

Lido em: Junho/Julho/2014
Título: Convergente
Autor: Veronica Roth
Editora: Rocco
Categoria: Literatura Estrangeira / Distopia
Ano: 2014
Páginas: 526
ISBN: 9788579801860
Skoob
Ótimo!






Sinopse: A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. No poderoso desfecho da trilogia Divergente, de Veronica Roth, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor.

Biografia: Veronica Roth é uma autora muito jovem e por isso a sua biografia ainda é relativamente curta. Nasceu no dia 19 de Agosto de 1988 em Chicago, que é a cidade onde se desenrola a história de DIVERGENTE. Veronica afirma que escreve desde a altura em se considerava velha demais para brincar ao ‘faz de conta’. Devido à sua paixão pela escrita, e também incentivada pela sua família, ingressou na Northwestern University para estudar Escrita Criativa, e foi aí que a trilogia DIVERGENTE se iniciou! Um dia enquanto ia para a Universidade estava ouvindo música e a imagem de alguém saltando de um prédio emergiu na sua mente, dando a ideia para a Audácia. É então que Veronica decide começar a trabalhar no primeiro esboço de DIVERGENTE, preferindo investir o seu tempo nesta história a fazer os trabalhos acadêmicos. Em Maio de 2011, com apenas 23 anos, lança DIVERGENTE, o seu primeiro livro que se tornou num êxito esmagador em mais de 15 países. Passado apenas um ano, em Maio de 2012, publica a sequência INSURGENT.

Demorei (enrolei) para ler este livro propositalmente, por dois motivos: 1) Não queria que a trilogia acabasse; 2- Devido à spoilers soube o que aconteceria no livro e quis "adiar o inadiável". Fiquei tão abalada com o desfecho da história que pensei em não fazer a resenha deste livro, assim como a nossa parceira Paulinha do Overdose Literária... Mas depois do baque, de muito ter chorado e uma baita "ressaca literária" , achei melhor encarar.(rs) Então, vamos à resenha...

Convergente: adj. Que converge; que caminha para a mesma direção ou lugar: estradas convergentes. Que possui ideias, comportamentos, atitudes comuns com outrem: pensamentos convergentes. Que segue para o mesmo objetivo ou propósito que outro; que obtém ou apresenta os mesmos resultados: mecanismos convergentes; desenvolvimentos convergentes.

Resenha de Divergente e Insurgente.

Em Convergente, vemos uma Tris mais madura em comparação à Insurgente. Ela aparece menos impulsiva, porém não menos teimosa. Se em Insurgente ela me irritou bastante, em Convergente quem conseguiu isso foi Quatro/Tobias. Porém, muitos de seus pensamentos e atitudes são até justificáveis devido a revelações que são feitas a ele. Mas em determinado momento ele volta a ser o Quatro que conhecemos.

"Sinto que me tornei algo entre a minha mãe e o meu pai, violento e impulsivo, desesperado e receoso. Sinto que perdi o controle sobre o que me tornei." Pág. 319

"Assim como tenho insistido que Tobias tem valor, ele sempre insistiu que sou forte, insistiu que a minha capacidade é maior do que acredito. E eu sei, sem que ninguém precise me dizer, que é isso que o amor faz quando é certo. Ele torna você algo maior do que é, maior do que acreditava capaz de ser." Pág. 411

Dúvidas, descobertas, entendimentos, tristezas ... em Convergente temos menos ação e mais revelações. Finalmente entendemos à fundo o que é ser Divergente e descobrimos o que tem por trás da criação de todo o sistema de facções. O Governo se mostra cada vez mais opressivo e manipulador, levando os personagens à atitudes extremas. A visão que eles tinham do mundo muda radicalmente.

"(...) medo, falta de inteligência, desonestidade, agressividade, egoísmo. Ele está mesmo falando sobre as facções. E tem razão em afirmar que cada facção perde algo ao ganhar uma virtude: a Audácia, corajosa, mas cruel; a Erudição, inteligente, mas vaidosa; a Amizade, pacífica, mas passiva; a Franqueza, honesta, mas insensível; a Abnegação, altruísta, mas sufocante." Pág. 129

"É isso que o Departamento, e provavelmente todo o governo, está fazendo: condicionando as pessoas a serem felizes sob o seu controle." Pág. 347

Com relação aos personagens, é visível o amadurecimento em comparação aos dois livros anteriores, principalmente Tris. Somos apresentados à novos personagens, de fundamental importância para o desfecho da história.

E o conselho dado na resenha de Insurgente, continua: não se apegue. Veronica continua matando personagens com o piscar dos olhos. Chega a ser revoltante! rs

O final, por mais que eu já soubesse o que iria acontecer, foi impactante e me partiu o coração. </3

"Tudo o que consigo fazer é ficar parado. Sinto que, se simplesmente ficar parado, posso impedir que isso seja verdade, posso fingir que está tudo bem." Pág. 483

"Existem tantas maneiras de ser corajoso neste mundo. Às vezes, coragem significa abrir mão da sua vida por algo maior do que você ou por outra pessoa. Às vezes, significa abrir mão de tudo o que você conhece, ou de todos os que você jamais amou, por algo maior.
Mas, às vezes, não.
Às vezes, significa apenas encarar a sua dor e o trabalho árduo do dia a dia e caminhar devagar em direção a uma vida melhor.
Esse é o tipo de coragem que preciso ter agora." Pág. 502

Narrativa em primeira pessoa, intercalando os capítulos com narrativas de Tris e Quatro.
Capa seguindo a mesma linha dos livros anteriores, páginas amareladas, fonte em bom tamanho e ótima diagramação garantiram, mais uma vez, um ótimo trabalho da Editora Rocco.

Veronica finalizou sua trilogia com maestria, sem deixar nenhum fio solto, nada sem explicar. E soube colocar a dose necessária de ação nos três livros. A cada livro um acontecimento novo, novas revelações, que fugiam da "mesmice", tornando a cada capítulo uma leitura agradável e instigante. Apenas alguns fatos, que trouxeram consequências dolorosas à alguns personagens, mas apesar de não ter concordado, é possível entender a importância para a história.

"Desde que eu era criança, sempre soube disto: a vida nos danifica, a todos nós. Não há como escapar desse dano.
Mas agora também estou aprendendo isto: podemos ser consertados. Consertamos uns aos outros." Pág. 519
Convergente é ótimo, mas dos três livros, o meu favorito continua sendo Divergente
A trilogia é uma das melhores distopias que já li, e devo dizer, DEVASTADORA. Com certeza uma das minhas favoritas.

Recomendado, com certeza! 
(Desde que se prepare antes para muitas emoções e surpresas. rs)

Aguardo ansiosamente pelo lançamento de Quatro, que é a história na versão de Tobias. Está previsto o lançamento agora no segundo semestre.

Insurgente, segundo filme da trilogia, será lançado em 2015.

Leu a trilogia? O que achou? Qual o seu livro preferido da trilogia? Comentem! =)

Beijos



13 comentários:

  1. Oiee

    Também gostei muito de toda a série e adorei o desfecho mesmo sendo triste de certa forma!! O meu livro preferido também foi o primeiro volume mas gosto dos três como um todo!! Estou mega ansiosa para ver o Quatro nas telas do cinema kkkk o ator é muito lindo !!

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ooi, tudo bem??
    Nossa Divergente é uma das coleções que mais tenho vontade de ler! Gostei muito da sua resenha!
    http://enjoythelittllethingss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Li!
    Ainda não li os anteriores, então confesso que li a resenha bem por alto pra não saber de detalhes antecipadamente! Rs...
    Sei bem como é enrolar pra ler um livro ou uma série pra que ela não acabe.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  4. Oi Li, tudo bem?
    Estou louca para ler essa trilogia, tenho muita curiosidade sobre ela. Ainda não li nenhuma distopia, mas creio que vou gostar muito da trilogia divergente.
    Eu quase assisti o filme um dia desses, mas decidi que quero primeiro ler os livros então acabei não assistindo.
    Fico feliz que esteja gostando da trilogia!

    Beijão ;*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  5. Eu to super enrolando pra ler esse livro também, tanto que ainda nem comprei! E minhas trilogias preferidas eu só leio em físico, jamais por ebook! rs
    Eu to super curiosa pra saber mais sobre o que está por trás da criação das facções, sobre os Divergentes e ver a conclusão da história. Eu também peguei um super spoiler sobre o fim, mas sei que na hora da leitura vou sofrer do mesmo jeito! hahaha
    ÓTIMO saber que não ficou nenhuma ponta solta, quando isso acontece é super decepcionante!

    AMEI a resenha, deu até aquela agoniazinha de "preciso ler logo pelo amor de deus!!" hahaha.

    Beijos,
    Fer - http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Aline!
    Eu não consigo me interessar por esta série. Nem pelo filme.
    Não sei o motivo, simplesmente não me sinto atraída. Já li muitas resenhas ótimas, assim como a sua, até sinto aquela vontadezinha lá no fundo, mas desisto rs.
    Beijos
    aculpaedosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Aline!
    Quero muuuuito ler essa série, infelizmente ainda não consegui começá-la. Espero que até o final do ano eu já a tenha em minha estante, pois só vejo comentários positivos e a cada resenha que leio a minha vontade de lê-los só aumenta.

    Beijos!
    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu morri e voltei, não tenho outras palavras para descrever o que foi esse livro.Mentira, "devastadora" não serve huahauahuahuahau
    MEU DEEEEEEEUS! E olha que eu li os 3 em 2 dias!


    A Rainha, Ana P. Maia ♛ - Venha conhecer o Castelo!
    http://booksandcrowns.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá

    Que bom q vc gostou de convergente... Nãomfoi o meu preferido.. Achei meio enrolado mas gostei sim.
    O meu preferido eh o primeiro :)

    http://foreverabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Não é que o final seja decepcionante, é que a gente não esperava por isso. Foi difícil demais aceitar esse final :(
    http://palavrasinquebraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Li, tudo bom?!

    Ainda não li nenhum livro dessa trilogia, apesar de tê-los adquirido recentemente. Gostei muito da sua resenha! Fiquei com vontade de começá-la.

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Pois é, ainda não li nem o primeiro da trilogia, mas tenho a maior curiosidade. Por não ter lido, optei por nem ver o filme. Como curto as distopias mais clássicas, tipo 1984, acho que iria curtir Divergente e também Jogos Vorazes - que, aliás, nem li também.

    Beijinhos, Livro Lab

    ResponderExcluir
  13. Olá, adorei a resenha! :D
    Li Divergente, mas ainda não consegui me animar a seguir a leitura da trilogia, embora eu tenha gostado do primeiro livro!
    Beijos, Lerissa
    http://lerissakunzler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, 36 anos, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, 31 anos, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Publicidade