quarta-feira, 23 de dezembro de 2015
30

[RESENHA EM SÉRIE] Apenas Um Dia | Apenas Um Ano - Gayle Forman

Lido em: Dezembro/2015
Título: Apenas Um Dia
Autor: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Categoria: Literatura Estrangeira / Young Adult
Ano: 2014
Páginas: 384
ISBN: 9788581634500
Onde comprar: Submarino  | Saraiva
Skoob
Favorito!






Sinopse: A vida de Allyson Healey é exatamente igual a sua mala de viagem: organizada, planejada, sistematizada. Então, no último dia do seu curso de extensão na Europa, depois de três semanas de dedicação integral, ela conhece Willem. De espírito livre, o ator sem destino certo é tudo o que Allyson não é. Willem a convida para adiar seus próximos compromissos e ir com ele para Paris. E Allyson aceita. Essa decisão inesperada a impulsiona para um dia de riscos, de romance, de liberdade, de intimidade: 24 horas que irão transformar a sua vida.
Apenas um Dia fala de amor, mágoa, viagem, identidade e sobre os acidentes provocados pelo destino, mostrando que, às vezes, para nos encontrarmos, precisamos nos perder primeiro... Muito do que procuramos está bem mais perto do que pensamos.


Lido em: Dezembro/2015
Título: Apenas Um Ano
Autor: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Categoria: Literatura Estrangeira / Young Adult
Ano: 2015
Páginas: 352
ISBN: 9788581636719
Onde comprar: Submarino | Saraiva
Skoob
Favorito!






Sinopse: Em Apenas um Dia, os momentos de paixão entre Allyson e Willem foram interrompidos de maneira abrupta, lançando a jovem em um abismo de questionamentos e dor. Agora a história é contada pela voz de Willem. Sem saber exatamente o que o atraiu na garota de olhos grandes e jeito comportado, o rapaz inicia uma busca obsessiva por pistas que levem até a sua Lulu mesmo sem saber sequer o seu nome verdadeiro.
Enquanto tenta compreender o mistério que os separou, Willem se esforça para costurar relacionamentos desgastados e procura respostas para o futuro. Mais do que uma aventura de verão, o encontro em Paris significou para ele o início da vida adulta. Da mesma autora dos best-sellers Se Eu Ficar e Para Onde Ela Foi, Apenas um Ano reúne todos os ingredientes de um romance imperdível: viagens, saudade, encontros, desencontros e amor. 

Biografia: Forman começou sua carreira escrevendo para a revista Seventeen em que a maioria de seus artigos, centrada nos jovens e preocupações sociais. Mais tarde ela se tornou uma jornalista freelance para publicações como a revista Details, Jane Magazine, Glamour Magazine, The Nation, Elle Magazine e Cosmopolitan Magazine.
Em 2002, ela e seu marido Nick fizeram uma viagem ao redor do mundo. De suas viagens, ela acumulou uma riqueza de experiências e de informações que mais tarde serviu como base para seu primeiro livro, um diário de viagem que você não pode começar lá a partir daqui: um ano na margem de uma Shrinking World. Em 2007 ela publicou seu primeiro romance para jovens adultos, intitulado de Sisters In Sanity onde ela se baseia em um artigo que tinha escrito para a revista Seventeen. Seu mais recente romance If I Stay (Se eu ficar), fez Forman levar vários prêmios, entre eles o Indie Choice Award de 2010. 

Após ver tantos comentários positivos, comprei Apenas Um Dia no início de 2015, estava doida para ler. Depois, recebi Apenas Um Ano em parceria com a Novo Conceito. Agora finalmente li os dois e resolvi fazer resenha em série para essa história que me conquistou. ♥

Não sei se com vocês é assim, mas quanto mais eu gosto de um livro, mais difícil para mim é falar dele. Apenas Um Dia e Apenas Um Ano se tornaram favoritos, espero que consiga transmitir o quanto essas leituras me agradaram!


Apenas Um Dia

Tudo começa com Allyson fazendo uma viagem pela Europa com a agência Teen Tours, viagem que foi presente de formatura dos pais. Ela e sua melhor amiga, Melanie, se desgrudam apenas nas noites, pois Allyson prefere voltar para o Hotel e assistir a um filme, e sua amiga é adepta de conhecer os lugares badalados por onde passam.
No último dia do tour, ela encontra um jovem, que a convida para assistir a uma apresentação da peça Noite de Reis de Shakespeare, ao ar livre. Ela vai com Melanie, e se encanta cada vez mais pelo rapaz que a convidou, mas a peça termina e com a multidão do local, ela não mais o vê. 
No dia seguinte, com o tour terminado, Melanie e ela seguem de trem para Londres, onde ficariam mais dois dias até o retorno para casa. Mas para sua surpresa, encontra com o ator no mesmo trem. Ele se apresenta e eles passam a viagem toda conversando. Quando chegam ao destino final, pouco antes de se despedirem, Willem faz uma proposta inusitada a Allyson, passar um dia com ele em Paris. Ela aceita e combina de se encontrar com Melanie em Londres no dia seguinte. Então ela parte para Paris para aquele que será o dia mais  inesquecível de sua vida.

"Meu coração começa a dar as reviravoltas mais ridículas do mundo, mas minha mente sempre lógica continua a ticar todas as razões para isso não dar certo." Pág. 34

Allyson tem dezoito anos é toda certinha, tem a vida toda organizada e planejada pela mãe. Willem tem vinte anos, é um ator sem rumo, sem destino, bem ao estilo "deixo a vida me levar". Tão opostos e ao mesmo tempo tão iguais.

Um dia em Paris com um desconhecido. 24 horas intensas que irão mudar sua vida. No fim, sobram decepções, mágoas e mudanças.
Após esse dia, Allyson tem que lidar com as consequências de seu ato e, apesar de toda tristeza que está sentindo, algo dentro dela acorda e é como se ela se libertasse de tudo que a  "acorrentava" a uma vida idealizada pela mãe. E então começa a "andar com as próprias pernas"; a fazer o que realmente quer fazer e não mais fazer algo apenas para agradar aos pais; e a correr atrás de respostas. Um amadurecimento  ocasionado pelo dia especial em Paris.

"Não tenho certeza de como explicar a mudança, todas as mudanças de hoje. É Paris? É Lulu? Ou é Willem? É a proximidade dele que faz a cidade tão intoxicante ou a cidade que faz a proximidade dele tão irresistível?" Pág. 93


"(...) É engraçado como você pensa que tem medo de algumas coisas até que elas estejam na sua frente, e daí você não tem mais medo." Pág. 127


"(...) Não sei quem sou. Ou talvez saiba quem sou e simplesmente não queira mais ser." Pág. 161

Personagens secundários com personalidades singulares tornaram a trama mais realista: Melanie, a melhor amiga atiradinha; Sra. Foley, coordenadora do Teen Tours; Céline, amiga de Willem; Jacques, Agnethe, Karin, Bert e Gustavo, dinamarqueses jogadores de pôquer; Kali, colega de quarto; Jenn e Kendra, colegas de dormitório; Dee, se torna amigo de Allyson na faculdade; Madame Lambert, professora de francês; Babs, chefe de Allyson; Kelly, Nico e Shazzer, colegas de quarto no albergue; Wren, colega do albergue que se torna amiga de Allyson; entre outros.

Narrado em primeira pessoa pelo ponto de vista de Allyson, a história é dividida em duas partes: Parte 1 - Um Dia e Parte 2 - Um Ano. Com uma narrativa minuciosa, Gayle Forman conduziu a história com maestria. A cada local visitado, a cada pessoa conhecida, a cada cheiro, era como se eu estivesse junto com os personagens nessa viagem. Uma história marcante e emocionante, que me fez refletir e sofrer junto com Allyson.
Dona de uma escrita leve e cativante, Gayle Forman com certeza entrou para o meu ranking de autores favoritos.

"(...) Nascemos em um dia. Morremos em um dia. Podemos mudar em um dia. E podemos nos apaixonar em um dia. Qualquer coisa pode acontecer em um dia." Pág. 135

Adoro a capa do livro, tem tudo a ver com a história. Boa diagramação, fonte e espaçamento em bom tamanho.

 


Apenas Um Ano

Em Apenas Um Ano acompanhamos tudo o que acontece com Willem a partir do dia seguinte a Paris. Viagens, conflitos, dúvidas, questionamentos... Narrado em primeira pessoa, podemos enfim conhecê-lo, já que no primeiro livro foram apresentadas poucas coisas sobre ele.

Após perder o pai, dois anos antes, e a mãe ter ido morar na Índia, Willem saiu da Holanda, seu país de origem, e caiu na estrada. Ficou dois anos viajando, sem criar raízes. Com a ida da mãe para outro país, seu relacionamento com ela, que era raso, acabou ficando ainda mais superficial.

"Apagar tudo? Sinto meu quadro-negro limpo demais, quase sempre sem nada. O que eu quero é o oposto: um rabisco bagunçado, constelações de coisas indeléveis que nunca possam ser apagadas." Pág. 131

"(...) Minha mãe e eu, ambos, falamos holandês e inglês. Nunca fomos capazes de falar a mesma língua." Pág. 170

O ano de Willem é marcado por viagens. México, Índia, fazem parte de seu roteiro. A narrativa de Gayle continua impecável e me surpreendeu mais uma vez pela riqueza de detalhes, nos transportando para dentro da história e vivenciando tudo com os personagens, possibilitando conhecer um pouco cada lugar por onde Willem passou. A história é dividida em duas partes: Parte 1 - Um Ano e Parte 2 - Um Dia.

Willem sai em busca de algo, ou melhor, de alguém, Lulu (que é como ele chamava Allyson por conta de sua semelhança com uma atriz de mesmo nome) e, posteriormente, ele descobre que também busca a si mesmo.

Um ano se passa, e entre muitas viagens, ele volta a morar na Holanda, participa de uma nova peça de Shakespeare e definitivamente se encontra, descobre o que ele realmente quer fazer da vida.

Assim como Allyson, Willem amadurece e aprende a lidar com certas situações que o incomodavam. Daí a semelhança entre eles, ambos tinham questões mal resolvidas consigo mesmos. É como se antes de qualquer coisa, eles tivessem que se resolver, para depois se entregarem à vida e ao amor. E não é assim que é a vida?

"(...) minha solidão é um míssil teleguiado pelo calor, e ela é o calor." Pág. 217

"(...) Estou tão cansado de sentir saudade do que eu não tenho." Pág. 310

"(...) Não tenho certeza de que seja possível amar e manter algo em segurança ao mesmo tempo. Amar alguém é um ato tão intrinsecamente perigoso. No entanto, é no amor que está a segurança." Pág. 314

Os personagens secundários foram muito bem caracterizados, enriquecendo ainda mais a trama: Marjolein, advogada da família de Willem; Sara, secretária da advogada, com quem Willem teve um caso; Bram e Yael, pais de Willem; Broodje, melhor amigo; W e Henk, amigos; Ana Lucia, caso de Willem; Kate, amiga; Prateek, amigo indiano de Willem; Daniel, tio de Willem; entre outros.

Encontros, desencontros, mal-entendidos, amor... essa história maravilhosa nada mais é do que um retrato da vida, com todas as suas loucuras e imperfeições.

Personagens reais, intensos e um enredo emocionante fizeram com que Apenas Um Dia e Apenas Um Ano conquistassem um lugarzinho mais do que especial entre os meus favoritos.

Diversas obras de Shakespeare são citadas nos dois livros e isso foi uma coisa que me agradou bastante (sou fã de Shakespeare) e me despertou curiosidade para conhecer as que eu ainda não conheço, principalmente Como Gostais, muito importante nos livros.

A capa de Apenas Um Ano tem a ver com a história (e agora tem a edição de Apenas Um Dia com a diagramação seguindo o mesmo estilo dessa). A diagramação é simples, fonte e espaçamento em bom tamanho. Mais um ótimo trabalho da Editora Novo Conceito.


Mais do que recomendado!

Beijos e Feliz Natal! ;)
http://literalizandosonhos.blogspot.com.br/2015/12/top-comentarista-14-dezembro2015.html









30 comentários:

  1. Eu também acho muito difícil falar de um livro quando gosto muito dele, mas fique tranquila, pois você conseguiu transmitir o quanto esses livros te agradaram.
    Entretanto, EU não me interessei muito pela trama de ambos os livros e,acho, que por enquanto Apenas Um Dia e Apenas um Ano ,não são opção de leitura.

    ResponderExcluir
  2. Oi Aline eu nunca li nada desse escritor mas claro já vi o filme Se eu Ficar e leio muitos comentários positivos sobre os livros dele lendo a sinopse e a resenha confesso que gostei muito já adicionei ele na minha lista de leitura obrigada pela dica bjs.

    ResponderExcluir
  3. Oi Li,
    concordo com você, quando a gente gosta muito de um livro, parece que nossas palavras não são suficientes pra transmitir o que sentimos!

    Eu li Apenas um dia por indicação da Mari, e amei, fiquei contando os dias pro lançamento de Apenas um Ano e caramba amei mais ainda.Eu só tinha lido um livro da Gayle e não tinha gostado mas esses dois mudaram completamente minha opinião sobre ela. Apenas Um Dia e Apenas Um Ano também são meus favoritos!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Li. Eu me interessei bastante por Apenas Um Dia, logo quero ler Apenas Um Ano. A perspectiva pela visão de Willem não me interessou tanto como a anterior, mas o lado emocional do mesmo acabou me cativando. Não gostei tanto desta premissa quanto do primeiro livro, mas foi agradável.

    ResponderExcluir
  5. Eu gosto demais da Gayle Forman e adorei o Apenas Um dia, mesmo a Allyson sendo muito insegura. A experiencia de ir atrás daquilo que ela acreditava ser o certo, me conquistou e acho que a autora expressou isso muito bem no primeiro livro. Ainda não li o Apenas um Ano e confesso que perdi um puco do interesse porque li um spoiler do tamanho do universo sobr eo livro e isso me deixou bem desgostosa, mas lendo sua resenha, a vontade em concluir esta história, voltou a gritar na minha cabeça!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Nunca li nenhum livro da Gayle, sempre tive curiosidade em conhecer o trabalho da autora, porém, os comentários negativos que ouço tem me deixado com medo de não gostar dos livros, mas, escutei mais coisas legais sobre a Série "Apenas um dia" do que em relação a " Se eu ficar" e Para onde ela foi", então é mais provável que eu leia Apenas um dia antes de Se eu ficar, ainda mais depois dessa resenha, com comentários tão reais a obra.
    O fato dos personagem terem lá os seus problemas me encanta muito também, porque eu sinto que ao longo da leitura o personagem vai amadurecendo e dessa forma não apenas o personagem muda, mas nós também mudamos.
    Acho que vou gostar bastante da trama, ainda bem que a série não é muito grande, hehe
    Amei a resenha! Beijos! :D

    ResponderExcluir
  7. Oieee, li várias resenhas desses livros esse ano, confesso ter uma mania literária: Quando leio muito sobre um livro, acabo que tomando "birra" e perco a vontade de fazer a leitura. Não digo que nunca os lerei, jamais, até porque gostei muito e tenho curiosidade para conhecer esses dois malucos e saber como essa história terminou. Ano que vem com certeza irei colocá-los na minha listinha, até lá já estarei com pouca coisa sobre a história na minha cabeça.

    Tenho muita dificuldade em falar de um livro, quando detesto a leitura, quando amo muito falo mais fácil,hahaha. Amei a resenha e a paixão que colocou nela, com certeza você me animou a conhecer essa história ano que vem.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá, eu li esses livros recentemente e me apaixonei por eles, a Gayle tem um dom de criar histórias que me deixa iluminada. Eu amei os personagens, achei muito interessante o rumo que a autora levou para eles, com encontros e desencontros, e um final bem surpreendente!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Odeio quando tenho que fazer resenha de um livro que entrou para os meus favoritos, nunca consigo me expressar o suficiente. Li Apenas um dia há alguns meses e amei! Para mim é o melhor livro da Gayle Forman, e no qual percebemos o quanto ela evolui como autora. Ainda não li Apenas um ano, mas não vejo a hora de descobrir como eles lidarão com o mau entendido que os distanciou.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Ua bem intensa essa sequência de livros! Ainda não tinha ouvido falar neles, eu que não curto muito romances até gostei da narrativa desse. Um amor inesperado e não planejado na vida de Allyson!
    Tento imaginar como seria o desfecho destes livros, imagino não ser uma narrativa pesada e sim cativante, tranquila e que a leitura flui bem! Será que esto certo? haha
    Ótimas resenha!

    ResponderExcluir
  11. Acredita que ainda não li nada dessa autora? Confesso que tenho vontade, só não rolou a oportunidade. Esses livros parecem interessantes por conta desses conflitos da narrativa, como o que os distanciou. Deu para ver que você gostou bastante!

    ResponderExcluir
  12. AI MENINA VOCÊ NÃO VAI ACREDITAR QUE HOJE MESMO EU GANHEI APENAS UM ANO DE NATAL!
    Assim, eu já li Apenas Um Dia, e me encantei. Amo a escrita da Gayle, e o livro trouxe um aprendizado muito bom para mim. Me apaixonei mais e mais a casa linha, e li o mais rápido que pude kkkk. Fiquei chateada com o final sem final do livro, mas claro, porque tinha o Apenas Um Ano, fez sentido. E já estava doida para ler a continuação, depois da sua resenha vou levar agora. Bendita a pessoa que me deu esse livro de natal kkkk não poderia ter vindo em outra hora!
    Xx

    ResponderExcluir
  13. Olá, Aline.
    Apensa um dia foi meu primeiro contato com a autora e posso dizer que virei fã. Ela escreve muito bem. Eu amei Apenas um dia e gostei ainda mais de Apensa um ano, quero muito ler o conto que a autora escreveu contando como foi o encontro mas pelo jeito ninguém vai publicar por aqui. Eu gostei das capas, mas preferia que tivessem seguido o mesmo padrão, ou as duas quadriculadas ou as duas inteiras. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  14. Oiee ^^
    Aah, esses livros ♥ estou apaixonada por "Apenas um dia", e doida para ler "Apenas um ano", mas minha irmã pegou o livro primeiro...haha' Esse é o meu livro favorito da autora, e olha que gostei de todos os livros dela que consegui ler até agora. Acho que nunca encontrei personagens tão apaixonantes como o Willem e a Allyson ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá! Só não li essa duologia da autora ainda pois os comentários ou são bem positivos ou bem negativos em relação aos novos livros que estão saindo. Mesmo eu achando a menina certinha ir atrás do cara ser bem improvável, eu quero ler só para conhecer mais esse cara do mundo e as referências a Shakespeare, e acho bem legal a autora fazer histórias que se passem em um dia!

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Eu li quatro livros dessa autora, mas tenho que confessar que essa duologia também ganhou espaço no meu coração. Adorei a construção dos personagens, os cenários em que a história se passa em um dia e depois durante um ano, as citações de shakeaspeare, enfim, foi tudo maravilhoso. E concordo com você, falar de um livro que gostamos é muito difícil, rs.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  17. Oi,

    Sempre ouvi falar muito bem desta autora. Estou com o livro "Apenas Um dia" aqui na minha estante e você me animou. Vou lê-lo rapidinho.

    Beijos,

    Juci Pauda
    (Resenhista do blog I Love my books)

    ResponderExcluir
  18. Li, eu AMEI a sua resenha! Nossa, você colocou tanta paixão em suas palavras, que me deixaram louca para abrir o livro e ler. Eu tenho "Apenas um dia", mas ainda não li, mas agora, eu preciso do livro "Apenas um ano" com urgência para ler os dois de uma vez. hahahaha Com tudo o que você relatou, eu tenho certeza absoluta que o livro vai me cativar também. Parabéns pela resenha incrível!

    Beijos,
    Dai | Blog Cheiro de Livro Nacional

    ResponderExcluir
  19. Olha virei fan da autora assim que li o livro Se eu ficar e Para onde ela foi, mas depois que iniciei a leitura do livro APENAS UM DIA eu não conseguia me desgrudar da estória, porque queria sempre saber o que viria acontecer com os personagens. Ai logo que fui para o segundo eu sinceramente gostei, mas nem tanto, porque achei ele um pouco parado por conta das descrições, mas ambas as estórias são ótimas e tudo é muito bem explicado. A autora desenvolveu estórias lindas e não vejo a hora de ler o terceiro xD

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/resenha-crepusculovida-e-morte.html

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Faz um tempo que estou de olho nessa serie, adorei a historia e principalmente o quando esse dia transforma a Allyson e legal quando vemos mudança positivas dos personagens ao longo do livro e principalmente fiquei muito curiosa sobre o final do primeiro livros e sobre o Willem que parece bem misterioso !!

    ResponderExcluir
  21. Oii!

    Eu ainda não li nada da autora, mas tenho muita curiosidade em relação a escrita dela que conquista todo mundo.
    Amei saber que você gostou dos dois livros. É muito difícil falar quando nos encantamos assim, mas VC conseguiu!
    Parabéns!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  22. Eu li apenas um livro da autora, e já me apaixonei por sua escrita. Ver você falar que gostou dessas duas obras só me deixou mais empolgada ainda para ler mais livro da Gayle. Espero gostar da trama tanto quanto você!
    beijo
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  23. Ai acho que sou a unica pessoa nesse mundo que ainda nao leu nada da Gayle Forman. Todo mundo fala taaao bem! É que nao tive oportunidade ainda mesmo :/

    Tbm sou fã de Shakespeare! haha

    E voce deve ter gostado mesmo, olha o tanto de post-its hahaha amo/sou!

    Amei tbm que tem um monte de viagens, referencias a varios paises, mochilao etc. Quero ler com ctz!

    ResponderExcluir
  24. Olá!!!
    Ainda não li estes livro mais este ano a autora se tornou a minha preferida pela maneira simples e descomplicada de escrever. A resenha dos livro ficou interessante e objetiva as fotos estão bem bonitas. Ainda não li os livro mais pretendo ler em 2016.

    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  25. Oi, Li! Eu recebi o "Apenas um dia" há pouco tempo, de uma troca. Bom saber que você curtiu tanto a leitura a ponto de entrar para os favoritos.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  26. Eu imagino o quão difícil é escrever sobre livros que gostamos tanto.
    Se já é falar, imagina escrever.
    Eu gostei da premissa... Adorei suas resenhas.
    Fiquei muito a fim de saber mais dos personagens.
    Acho que as mágoas e decepções deixaram a estória mais real. Nada de clichês.
    Adorei as capas.

    Fiquei muito a fim de ler.
    E preciso dizer que Alissob foi ben corajosa en passar um dia com um desconhecido... Mas era em Paris gente. Hahahahha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Ainda não li nada dessa autora, mas esse e um dos livros dela, que está na minha lista de desejados, infelizmente não pude ler ainda pois sempre acabo passando outras leituras na frente. A história desse livro parece ter sido muito bem construída além de ser envolvente, espero gostar da leitura.

    ResponderExcluir
  28. Bom, ainda não li nem um livro da autora Gayle Forman, mas pretendo ler Apenas um Dia e Apenas um ano, gostei muito dessa resenha em série, pois foi possível conhecer um pouco mais da história de Apenas Um Dia, e em seguida sobre a continuação da história em Apenas Um Ano, pretendo ler esses livros em breve.

    ResponderExcluir
  29. Li Se eu ficar da autora e a continuação confesso que não gostei. Mas quem sabe esse seja melhor, como fala de viagens e lugares, deve ter muitas paisagens legais para o leitor imaginar como são. Como retrata muito sobre nossas vidas deve nos fazer questionar sobre nossas atitudes. Quem sabe dou uma chance rsrs.

    ResponderExcluir
  30. Saudações Lady Aline,
    Aparentemente é impossível não se interessar pelos livros, e acredito que a leitura só seja mesmo completa com a leitura dos dois.
    Eles entraram muito bem na lista de desejados para 2016!

    Venha visitar o Castelo
    Att
    Ana P. Maia ♛
    The Queens Castle

    Adeus ano velho, feliz ano novo

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, 36 anos, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, 31 anos, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Arquivo do blog

Publicidade