terça-feira, 27 de dezembro de 2016
13

[RESENHA] Tenta-me - Patricia Geller

Lido em: Dezembro/2016
Título: Tenta-me
Autor(a): Patricia Geller
Editora: Bezz
Gênero: Romance erótico
Ano: 2015
Páginas: 464
ISBN: 9788568695234
Onde comprar: Loja da Editora  ||  Amazon
Skoob



Sinopse: Quando a jovem Gisele Stone começou a trabalhar na casa dos Campbell como criada, nem imaginava que sua vida jamais seria a mesma. Mas Matt, o filho mais novo do casal, é um homem frio, atormentado, de forte personalidade e caráter instável. Assim que vê a garota, passa a desejá-la e quer submetê-la à sua vontade. Mas Gisele, que não é uma mulher submissa, logo recuperará o controle da situação. 
Refugiados na clandestinidade, darão início a uma paixão insaciável. Contudo, quando sentimentos como ciúme, medo e a desconfiança começam a tomar posse do casal, ambos vêem seu amor posto à prova. 
Será este amor suficiente para que os dois titãs se rendam e consigam superar seus medos?


*Livro cedido em parceria com a Editora.





Gisele tem vinte quatro anos e após se tornar jornalista e não conseguir emprego na área, vai trabalhar como criada por três meses na casa dos Campbell. Seu intuito é conseguir dinheiro para poder fazer o seu tão sonhado mestrado.
Em seu novo trabalho ela se depara com algumas dificuldades, entre elas o uniforme, curto e ousado demais, e  a temperamental e irritante Roxanne, filha mais nova de Karen e William, seus patrões. Em compensação, seus patrões são bondosos e generosos. 
Quando conhece Matt, filho do meio do casal, sai faísca e a atração entre os dois é instantânea. O que Gisele não faz ideia é de como esse moreno de olhos verdes afetará sua vida e seu emocional.

"Ele me sujeita com decisão, mas não me sinto forçada; uma parte de mim percebe o quanto ele está se controlando e fazendo o que pode para não me machucar. Pouco a pouco paro de resistir. Nunca conheci um homem que me desafiasse dessa forma, deixando-me desconcertada e curiosa." (p. 36)

"(...) Graças a Matt Campbell, um novo mundo se abre diante de mim, e não vou me fechar para ele." (p. 51)

Gisele é dona de uma determinação que a diferencia das outras protagonistas de romances do gênero. Apesar de ter seus momentos de ingenuidade, ela não se deixa levar pela opinião das pessoas, mesmo que muitas vezes fique um pouco indecisa, sempre acaba tomando suas decisões pelas suas vontades e não pela cabeça das pessoas.

"(...) Durante minha vida lidei com pessoas diferentes, mas sempre atentas, e ele é uma outra cara da moeda.
Ele me assusta." (p. 69)

Matt é bastante complicado. Intenso, carente, inseguro e muitas vezes bruto, é o protagonista mais bipolar que conheci. Quem gosta de ler romance erótico, sabe o quanto é comum personagens bipolares, mas Matt se supera, ele está no nível máximo da bipolaridade. Funcionava mais ou menos assim, ele estava contente, aí acontecia alguma coisa que o contrariava, no segundo seguinte tinha suas crises de raiva e estava socando armários e paredes. Totalmente instável. E isso acontece MUITO durante a história. E o que mais me espantou foi que a família dele age como se fosse algo normal, como se isso fosse só consequência da personalidade forte dele, sendo que é óbvio que ele precisa de ajuda profissional. Mesmo entendendo todos os motivos de Matt para ser assim, confesso que essa bipolaridade me atingiu, pois ao mesmo tempo em que amei, odiei a história. Essa intensa instabilidade dele, me incomodou.

"- Eu a quero inteira (...) - Quero seu corpo, sua entrega, sua alegria. Sem reservas. Quero tudo de você." (p. 121)

"- (...) Matt Campbell, você é um covarde, que só pede e nunca dá (...) - O que está pensando? Não consigo te entender.
- Eu também não." (p. 278)

Por conta desse comportamento dele, o relacionamento de Gisele e Matt é uma montanha-russa de emoções.

Os personagens secundários que mais me agradaram foram: Karen, mãe adotiva de Matt, compreensiva e gentil; William, pai de Matt; e a mãe de Gisele. Em compensação os que me irritaram não foram poucos: Noa, apesar de boa amiga, se intromete onde não é chamada; Thomas, amigo de Gisele; Scott, irmão de Gisele; Roxanne, irmã de Matt; Alicia, ex-noiva de Matt; e o pai de Gisele. O que não se pode negar é que os personagens foram muito bem caracterizados, cumprindo bem seu papel na trama.

Narrado em primeira pessoa pelo ponto de vista da protagonista, Tenta-me é um livro intenso que desperta no leitor as mais diversas emoções. Patricia Geller construiu uma história que, apesar de clichê, conquista pela maneira com que os protagonistas se completam. Apesar de parecer que não tem nada a ver um com o outro, no decorrer da história percebemos que são como peças de um quebra-cabeça, encaixando-se perfeitamente.

"- Nada é fácil na vida, tudo que desejamos custa para conseguir. Um dia você fica nas nuvens de tanta felicidade e no seguinte estamos no inferno da tristeza, mas tudo vale a pena porque depois dos dias tristes virão outros melhores em que ficamos felizes com o que escolhemos, embora tenhamos altos e baixos." (p. 179)

Amizades, bipolaridade, família, medo, erros, perdão... Tenta-me é indicado para quem gosta de romances do gênero, principalmente por ter cenas bastante eróticas e sensuais.

A história me agradou, e só não dei cinco estrelas por conta do comportamento do protagonista, que me incomodou bastante. Tenta-me é o livro um de uma trilogia. Estou curiosa para ler a continuação e saber como a história vai terminar, quem sabe Matt aprende a lidar com seus fantasmas?

A capa é condizente com a história. A diagramação é simples, com páginas amareladas e fonte em bom tamanho. Encontrei alguns erros, mas nada que atrapalhe o bom entendimento da história.



Recomendo!

Beijos. ;)




13 comentários:

  1. Olá! Dessa vez, vou deixar passar a dica. A história não me interessou nem um pouco. Já não gosto de romances eróticos, e essa parece ser a típica história clichê. Não despertou meu interesse, mas fico feliz que você tenha curtido a obra.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?
    Não curto muito romances eróticos então vou deixar essa passar, gosto quando tem uma história por trás, não fica só no sexo o tempo todo e esse livro não me atraiu, também não gostei muito da capa, mas fico feliz que tenha apreciado a leitura.
    beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Oie Li!
    Eu adoro romance erótico. Apesar de ter achado essa capa muito sem graça, eu até q gostei do enredo. Realmente esses casos de bipolaridade nos "mocinhos" estão se tornando muito comum, mas que é de deixar qualquer um louco, isso é. Tem muitos que são exagerados, né?
    Acho q vou gostar desse livro, dica anotada pra conferir.
    Bjo

    ResponderExcluir
  4. Oi. Você disse uma grande verdade: não sei quantas vezes já li livros desse gênero em que tive vontade de socar a cara do protagonista pelo seu jeito de ser. É irritante! Não conhecia a obra, mas fiquei um pouco interessada nela. Vou conferir depois.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi Aline td bem?
    Mlr não gosto de livros eróticos sabe? Pra mim parecem todos iguais, não tenho mais saco, já li muitosssss na vida e já esgotou minha cota pela vida rsrsrs Deixo passar a dica por agora. bjs

    ResponderExcluir
  6. Já tinha visto essa capa em outros lugares, mas nunca tinha batido aquela curiosidade, agora lendo um pouco sobre o livro talvez eu de uma oportunidade para ele, só fiquei com um pé atrás com esse Matt bipolar, tenho sérias dificuldades de gostar de personagens assim. Quem sabe ano que vem eu consiga arranjar um espaço na minha lista eu consiga lê-lo.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos!!!

    http://follow-and-breath.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá, não conhecia a obra, confesso que não sou muito fã do gênero, mas acredito que pelo que você apresentou, seja super indicado para quem curte.

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Oi!

    Costumo manter distância de romances eróticos, é um gênero que eu não consigo ler sem fazer cara feia, principalmente por causa dos personagens que costumam seguir um padrão que sempre me irritam eheheh

    Pelo que li na sua resenha, o personagem 'bipolar' vai me incomodar muito. eheheheh

    ResponderExcluir
  9. Aline do céu! Não conhecia o livro, mas amei o enredo! Adoro esse tipo de romance!! Já quero ler!! Adorei!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  10. Já li este livro, a história começa meio pesada, principalmente quando Matt acha que é dono da Gisele!! Mas enfim, eu gostei da leitura e quero ler o livro 2, que provavelmente é continuação, uma vez que se percebe isto no final da leitura!!

    ResponderExcluir
  11. OOI! Amei a premissa do livro, apesar de ter certeza que esse Matt me daria nos nervos, a Gisele parece ser uma personagem forte e muito determinada, acho que esse é um ponto ótimo. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bom?
    Adorei a premissa, tem jeito de ser das histórias que gosto. Apesar de que acho que não iria me simpatizar com este Matt logo de cara, mas em contrapartida a mocinha aparenta ser forte e determinada. Valeu pela dica!

    Bjux ;)
    https://entrelinhasalways.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá Aline, que capa mais inusitada, eu tenho por hábito ler livros hots, fiquei curiosa com o rumo da vida de Gisele. Vou anotar a dica. Bjkas

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, 36 anos, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, 31 anos, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Publicidade