sexta-feira, 20 de novembro de 2015
43

[RESENHA] Bom dia, Sr. Mandela - Zelda la Grange

Lido em: Outubro/Novembro/2015
Título: Bom dia, Sr. Mandela
Autor: Zelda la Grange
Editora: Novo Conceito
Categoria: Literatura Estrangeira / Biografia
Ano: 2015
Páginas: 432
ISBN: 9788581636184
Onde comprar: Submarino  | Saraiva
Skoob
Favorito!





Sinopse: Bom Dia, Sr. Mandela conta a extraordinária história de uma jovem que teve suas crenças, preconceitos e tudo em que sempre acreditou transformados pelo maior homem de seu tempo. A incrível trajetória de uma datilógrafa que, escolhida para se tornar a mais leal e devotada assessora de Nelson Mandela, passou a maior parte de sua vida trabalhando ao lado do homem que ela passaria a chamar de Khulu , ou avô.


*Livro cedido em parceria com a Editora.

Nelson Mandela, um dos maiores estadistas da nossa época, o grande lutador contra a desigualdade, contra o Apartheid, contra o racismo. Poderia existir assunto melhor pra resenha de hoje?
Dia da Consciência Negra, dia de Madiba!

Bom Dia, Sr. Mandela é a primeira biografia que leio. Foi uma leitura diferente para mim, que me fez refletir sobre muita coisa. Portanto, vou relatar minha opinião.
Como disse a autora no inicio do livro, “O leitor é quem tem que decidir se há algo com o qual ele ou ela poderá se identificar, ou se há lições com as quais poderá aprender com a minha história”.
Então, cada um vai ter um despertar e uma opinião sobre o que vai ler no livro. Ou não né rs.

Mandela é um mito, uma figura importantíssima da nossa época e um ser humano excepcional.
Antes de ler esse livro eu pouco conhecia sobre sua trajetória. Já tinha visto alguns filmes, mas nada que explorasse mais a fundo sua história.

Nesse livro, Zelda, que serviu Mandela por quase vinte anos e foi sua secretária particular, conta a sua história com ele. Não é uma historia de Nelson Mandela. É um tributo a Khulu, como ela o chamava.

O livro é dividido em quatro partes:
Primeira Parte: "Se não for bom,deixe morrer.” 1970-1994
Segunda Parte: “O começo de uma nova aurora.” 1994-1999
Terceira Parte: “Guardião do homem mais famoso do mundo.” 1999-2008
Quarta Parte: “O que vem depois?” 2009-2013

A primeira e a segunda parte foram as mais perturbadoras e chocantes para mim. Zelda conta como foi crescer em meio ao Apartheid, como começou a trabalhar com Mandela e as mudanças em sua vida.
A terceira parte eu achei muito cansativa, com parágrafos longos. Eu tive que parar de ler por uns dias, não estava fluindo. Nessa parte ela conta sobre as viagens e os encontros com os chefes de Estado do mundo todo.
A quarta parte é triste e comovente. Ela conta sobre os últimos dias de Mandela.

Trabalhar com Mandela foi um divisor de águas para Zelda,ou Zeldina,como ele costumava chamá-la.
Ela cresceu como pessoa e sua visão sobre tudo o que ela aprendeu e o que lhe foi imposto na infância e na adolescência desapareceu. Ele modificou seu pensamento.
Zeldina conta como foi crescer em meio ao Apartheid ( todos sabem o que é,certo?), as regras e os absurdos impostos por causa da segregação racial.
Um desses relatos me deixou inconformada.

“Tocar em uma pessoa negra era tabu. Além do fato de as pessoas brancas se considerarem superiores às negras, fomos criados na crença de que elas não eram tão limpas quanto nós, aparentemente cheiravam diferente e a textura de seus cabelos era diferente da dos nossos. Ninguém sonhava tocar o cabelo ou o rosto de um negro. Era simplesmente impensável.” Pág. 20

Oi?Como assim gente?

Zelda era uma africâner branca. O africâner branco era uma mistura de raças que incluía sangue holandês, francês, alemão e britânico. Segundo ela, os negros eram todos que não eram brancos. Pessoas de cor e indianos também eram considerados negros. Pessoas de cor eram as morenas, os misturados, de pele “Qash.”
Qash” era uma palavra pejorativa usada pelos africâners para se referir a todas as tonalidades de cor de pele que não fossem brancas.
Os africaners levavam tão a sério esse negócio da questão racial que, quando Zeldina conheceu Madiba, ele estendeu a mão para ela e, em estado de choque, ela começou a chorar.

“(...) Eu não tinha certeza se deveria segurar a mão daquele homem negro. Eu queria que ele a soltasse, mas ele não soltava.(...)” Pág. 44

E esse aperto de mão mudou a sua vida.

Lendo o livro, descobri que eu nada sabia sobre Madiba.
Madiba é o nome clânico de Mandela na África do Sul, uma forma carinhosa que a maioria se refere a ele. Alguns o chamavam de “Tata”, que quer dizer “pai”,e Zeldina o chamava de “Khulu”,que queria dizer “avô”.
Eu gosto de Madiba. Então vou me referir assim a ele.

Vou mencionar algumas curiosidades sobre ele (bem poucas) presentes no livro:
•    A língua mais falada por Madiba era a Xhosa, além do africâner e do inglês. A África do Sul possuiu onze línguas oficiais.
1.    Zulu
2.    Xhosa
3.    Afrikaans ( africâner)
4.    Sepedi
5.    Inglês
6.    Tswana
7.    Sourthern Sotho
8.    Tsonga
9.    Swazi or Siswati
10.    Venda
11.    Ndebele

•    Quando ele estava na prisão, contou que cultivava uma horta de tomates. Contou também que eles trabalhavam na pedreira de calcário e que o reflexo da pedra branca danificou seus olhos. Para quem não sabe, Madiba ficou preso por vinte e sete anos.
•    Madiba não gostava de comer em eventos ou lugares públicos. Ele preferia comer comida caseira preparada por uma de suas antigas cozinheiras de origem xhosa.
•    Ele queria ser presidente somente por um mandato (cinco anos), não queria deter mandatos ilimitados e se tornar um ditador.
•    Ele nunca falava na primeira pessoa do singular. Não conseguia dizer “eu”. Isso tinha a ver com o homem humilde que ele foi, tudo incluía as pessoas ao seu redor. 
Zeldina,sente-se. Você sabe que fizemos alguns exames há poucos dias. Não quero que fique alarmada,mas estamos com um câncer de próstata.”
•    Mesmo depois do termino do seu mandato, Madiba não abandonou seu povo. Continuou fazendo obras sociais, angariava fundos para suas instituições e dava apoio a todos que lhe pediam ajuda.

Sem contar seus ensinamentos:

“Lembre-se: a maneira como você se aproxima de uma pessoa irá determinar como essa pessoa reagirá a você.” Pág.76

“É possível discordar de alguém sem ser desrespeitoso para com essa pessoa.” Pág. 152

“Ao decidir perdoar você não apenas liberta o oprimido como liberta o opressor.” Pág. 50

“O fato de alguém ocupar uma posição particular não significa que ela seja mais importante que qualquer outra pessoa. Seu tempo não é mais valioso que o dos outros. Ao se atrasar, você mostra que não tem respeito pelo tempo dos demais, portanto, não tem respeito para com mais ninguém porque se considera mais importante.” Pág. 129

Isso que mencionei não é nem metade do que é contado por Zelda. Tem muita coisa, muita! Experiências boas e ruins. São relatos detalhados e muito particulares. Ao ler percebemos o quanto deve ter sido difícil para ela transcrever tudo isso, por tudo o que passou, tudo o que aprendeu. E dá para perceber também o amor e o respeito que ela tinha por Mandela. Uma amizade muito linda entre os dois.

E quando terminei de ler cheguei a conclusão do quanto o ser humano é podre, intolerante, ignorante e preconceituoso. Sim, são essas palavras mesmo que quero dizer. O preconceito e a intolerância são os piores defeitos. As pragas do mundo. Pragas que na minha opinião nunca vão deixar de existir. Só se o planeta for extinto.

Sempre que penso em Madiba, o que vem na minha mente é o Apartheid e o racismo. Que foi o que motivou a sua luta, luta por igualdade. O motivo pelo qual ele foi para a prisão.

E Zelda disse uma coisa que nunca mais vou esquecer:

"Ninguém nasce racista. Você se torna racista pela influencia ao seu redor." Pág. 24

Concordo plenamente.
Eu sou filha de negro com branco. Sou morena, de cabelo “duro”,enrolado. Quantas vezes cheguei chorando em casa por ouvir piadinhas na escola por causa do meu cabelo e por outras coisas que prefiro não comentar. E fiquei com coisas na cabeça por causa disso por muito tempo. Teve uma época que eu achava que ser moreno, ser negro não era bom. Que eu era diferente. Graças a Deus esses pensamentos se dissiparam e tenho orgulho do que sou.

As pessoas são maldosas. Julgar as pessoas pela sua raça, crença, opção sexual é uma grande idiotice.
Eu não sei de onde veio essa historia de uma raça ser melhor que a outra. Pele é só uma casca. Cada um tem o direito de ser o que quiser, fazer o que quiser e ter sua opinião.Quem sou eu pra julgar quem está certo e quem está errado? O que importa é o caráter.
Se cada um cuidasse da própria vida, o mundo seria bem melhor.

Não vou entrar nesse tipo de discussão, mas é inevitável pensar sobre essas coisas ao ler a biografia.
Pensei enquanto lia e ainda estou pensando. Precisamos aprender a ser tolerantes e aceitar as diferenças.
Precisamos de mais Mandelas nesse mundo.

Apesar de não ter gostado muito da terceira parte, esse livro é espetacular. Zelda mostra o quanto cresceu como ser humano. Foi como se seus olhos estivem vendados e Mandela tirou essa venda e ela voltou a enxergar. E ela reconheceu o quanto estava errada, conheceu o outro lado e percebeu que não era como imaginava.

"(...) Mal sabia eu que Nelson Mandela já estava com setenta e um anos de idade quando foi solto. Mal sabia eu que ele havia perdido sua mãe e seu filho durante o encarceramento e que não lhe permitiram comparecer ao funeral dos dois. O fato de que ele era um ser humano, uma pessoa com emoções não passava por minha cabeça. Tudo o que eu sabia era que estávamos com problemas, porque meu pai tinha dito isso." Pág. 31

É uma história lindíssima. Quisera eu poder ter um Madiba na minha vida.

Independente da sua raça, crença, ou seja lá o que for, todos deveriam ler este livro. Leiam e tirem suas conclusões. Garanto que pelo menos algum tipo de lição vocês irão aprender. E leiam com calma, pois tem muita informação.

Espero que gostem e que façam uma boa leitura!
A imagem escolhida para a capa do livro é maravilhosa. Uma foto vale mais que mil palavras. As páginas são amareladas, fonte simples e de tamanho adequado, facilitando a leitura. E no final tem algumas fotos de  Zelda e de Mandela. Parabéns mais uma vez para a Editora Novo Conceito!



Beijokas e até a próxima!









43 comentários:

  1. Bom dia, Sr. Mandela parece ser uma biografia emocionante, que nos aproxima ainda mais do grande homem que foi Mandela e nos faz refletir sobre muita coisa, principalmente o preconceito e a intolerância (devo dizer que concordo com tudo que disse a respeito disso, gostaria de ter esperança de que esses problemas sumissem da face da terra, mas não me iludo. Tendo mãe branca e pai negro já ouvi certas coisas, assim como meus irmãos e não é fácil acreditar nessas horas que há algo de bom no mundo).
    A divisão do livro é interessante e apesar da terceira parte não ter fluido para você, tenho certeza de que o livro ao todo é incrível. Emocionante e cru, ao retratar a realidade e nos deixar conhecer coisas que nem imaginávamos. Apesar de ter estudado sobre o apartheid, não imaginava (ou não queria imaginar) que o preconceito chegava ao ponto de tocar uma pessoa negra ser tabu. É impossível não sentir nojo do ser humano que pratica esse tipo de coisa, mas como um quote diz, ninguém nasce racista, as pessoas se tornam. Maldito dia que esse tipo de coisa passou a existir.
    Mas voltando novamente a resenha do livro, sem divagar mais sobre os problemas humanos (apesar de estarem presentes em toda a obra), o livro possui lições mais que necessárias para passar ao leitor, lições essas que se todos aprendessem tornariam o mundo um lugar muito melhor.
    As descrições e detalhes presentes tornam a biografia ainda mais rica, e apesar de não ser um gênero que comumente me interesse, essa é uma história que vale a pena ser lida, independente do gosto literário.
    A parte física do livro está muito agradável também, adorei as fotos.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nenhuma biografia, mas essa parece ser muito boa, interessante e importante, porque aborda um tema que não muda por mais que evoluímos, o preconceito continua existindo em várias formas. Concordo só o mundo acabando para ele deixar de existir. Essa leitura parece ser comovente, triste e reflexiva. Um fato também que não muda é as pessoas cuidarem da vida dos outros e não da própria isso é lamentável, a falta de caráter é muito grande. Deve ser uma historia linda mesmo, a luta pela igualdade.

    ResponderExcluir
  3. Eu não sou fã de livros biográficos. Entretanto, Bom dia, Sr. Mandela me interessou por representar um ser humano importante para a nossa história mundial. Eu soube pouco sobre Mandela, muito pouco, mas pelo o que ouvia falar sobre os atos deste homem, minha admiração despertava. Gostei muito da sua resenha, foi o que me chamou mais atenção para o livro.

    ResponderExcluir
  4. Oi, eu não curto muito biografias mas com essa sua resenha tenho que confessar que me chamou muito atenção essas frases que você postou nossa me deixou sem palavras como as pessoas podem ser tão preconceituosas, parece ser uma leitura de reflexão e ensinamento.

    ResponderExcluir
  5. Que resenha maravilhosa <3 vi que esse livro te tocou bastante! Eu sou louca para ler biografias relacionadas a pessoas que realmente mudaram alguma coisa na nossa sociedade... Quero muito ler essa obra e a da Malala também! Eu até leio biografias, mas tem que ser uma que me interesse mesmo, porque eu realmente tenho uma curiosidade muito grande a respeito da vida e pensamentos mais profundos da pessoa. Adorei sua resenha <3 beijo e feliz dia da consciência negra! <3

    ResponderExcluir
  6. O livro parece ser ótimo, e até me interessei um pouco por ser sobre o Mandela... Mas eu não gosto nem um pouco de biografias, já tentei ler algumas que também pareciam ser ótimas, mas até hoje nem acabei elas :P

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. OI! Ele foi e ainda é um exemplo para todos nós. Não gosto de biografias, mas tenho que abrir exceção para essa, Mandela sofreu muitas coisas para está ao lado do seu povo que ainda é oprimido. O preconceito é o que há de mais podre no mundo e não imaginava que tinha toda essa dimensão que chega a embrulhar o estômago. Quero muito esse livro.

    ResponderExcluir
  8. Oi.
    Eu já li um livro em estilo biografia antes e foi o meu primeiro. Admito que a minha experiência com o livro foi nada menos que MARAVILHOSA. A autora fez sua biografia de uma forma tão cômica e gostosa de ler que eu não sentia que estava lendo uma história real, pois ela conseguia colocar situações bem difíceis de forma engraçada.
    Já esse livro, senti que ele é mais "sério" e eu não sei se eu gostaria muito de ler... Mas, se eu tiver oportunidade de ler o livro, irei tentar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Parabéns pela linda e ótima resenha!
    Eu não consigo imaginar como ser humano pode fazer coisas horríveis com outro ser humano! Muito triste isso! E pior isso ainda acontece!
    Quero muito ler esse livro e lendo a sua resenha, já vi q. vou ficar emocionada e chocada tbém!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Lu!
    Confesso que não curto biografias, prefiro ficção, romances...
    Também conheço muito pouco da história de Mandela, apenas algumas coisas por alto, mas afinal, quem nunca ouviu falar dessa pessoa histórica que teve um papel tão importante?!
    Quanto ao livro, se eu fosse lê-lo - algo que não pretendo - acredito que a leitura seria um pouco cansativa para mim devido ao gênero mas não tenho dúvida de que Bom dia, Sr. Mandela é uma ótima dica pra quem gosta do gênero literário.
    Também abomino o preconceito de qualquer tipo, e não me conformo com tanta ignorância... Amei a resenha, assim como os ensinamentos do Mandela que você colocou nela.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  12. Até não li nenhuma bibliografia mas essa eu seria com certeza, pois acho a história do Mandela muito linda, foi um cara que batalhou até o fim pelos direitos de seu país, espero poder ler logo esse livro.

    ResponderExcluir
  13. Oieee.
    lembro-me que solicitei esse livro e ele não chegou ate mim :(
    Uma biografia que conta um pouco de Mandela é fascinante.
    Certamente uma leitura para ler e aprender.


    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  14. Oiii, eu estou completamente encantada com esse livro <3
    Está na minha lista já faz um tempinho hahaha adoro livros que são biográficos, me encantam demais.
    Beijos
    http://segredosliterarios-oficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi...
    Descobri esse livro já faz um tempo e assim que li a primeira resenha o desejei .
    Além de uma história linda tem quotes perfeitos .
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi, como vai?
    Preciso ler esse livro, sempre tive muito interesse na história do Mandela.
    Acho ele um cara realmente incrível. E o livro parece muito top.
    Beijo
    www.livricios.com

    ResponderExcluir
  17. Realmente há muito preconceito no mundo e parece que nesse ponto não estamos evoluindo em nada. As pessoas precisam ler esse livro pra poderem começar a pensar mais como o Mandela e quem sabe o futuro pode ser melhor pras próximas gerações! Excelente dica!! Bjoo

    ResponderExcluir
  18. Esta capa ficou ótima mesmo, mas confesso que quando o livro foi lançado, fiquei com minhas dúvidas em relação ao seu enredo. Agora já li algumas resenha e estou mudando de ideia.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  19. Esse livro é fabuloso, de fazer refletir, além de muito informativo. Acho que muita gente deveria ler, considero um dos melhores lançamentos da NC dos últimos tempos.

    ResponderExcluir
  20. Oie, tudo bem? O livro parece ser muito interessante, além de ter uma capa excelente, mas ainda não me conquistou por completo.
    http://www.leituradascinco.com/

    ResponderExcluir
  21. Oi, Lu, tudo bem?
    Bom dia Sr Mandela é um livro que me interessa muito, pois tenho muita admiração pelo grande homem que foi Nelson Mandela!
    Espero em breve ter oportunidade de realizar essa leitura!

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  22. Oi Lu,
    Sou uma admiradora do Mandela desde sempre praticamente. Tive o prazer de estudar sobre ele. Nao gosto de biografias mas esta irei ler com certeza. Parabens pela belissima resenha.

    Coraçao Leitor

    ResponderExcluir
  23. Esse livro é incrível, eu queria muito ler porque adoro a história de vida do mandela e eu realmente queria ter o prazer dessa leitura.

    ResponderExcluir
  24. Oi sempre tenho o prazer de ler resenhas excelentes sobre esse livro.
    Acho que essa é uma leitura que a humanidade necessita no momento.
    adorei a tua resenha beijos

    ResponderExcluir
  25. Não sou adepta das biografias, mas acho que vou abrir uma excessão para Bom dia, se. Mandela.
    Não conheço muito a fundo a história desse ídolo africano , mas esse livro promete informar tudo que é preciso saber. Também concordo que a Novo Conceito fez um ótimo trabalho e essa capa está linda mesmo.

    ResponderExcluir
  26. Ah, fiquei encantada lendo sua resenha.
    Que livro espetacular (não falemos da parte III. Rsrs).
    Eu sei pouco sobre o Mandiba (vou chama-lo assim TB).
    Fiquei maravilhada pela forma que ele se expressava, sem falar na primeira pessoa. Que homem incrível.
    Não sei o que é sofrer preconceito. Nunca fui alvo, mas me revolto quando sei do que acontece.
    Nao sei nem o que dizer mais.
    Este livro vai pra minha lista de futuras aquisições.
    Adorei sua resenha. O livro é lindo em.todos os sentidos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Eu não li ainda esse livro, mas por todas as resenha que li, vejo que é um livro riquíssimo. Temos ainda muito o que aprender sobre a Africa. O Apartheid foi um período tenebroso, em que as consequência ainda ocorrerá por muito tempo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  28. Olá! Não sei nem o que dizer sobre sua experiência com o livro, sério! Está muito interessante e os detalhes que você apontou muitos me fizeram lembrar de uma leitura que fiz recentemente ( O livro dos Negros) que conta a trajetória de uma escrava e do próprio Livro dos negros.
    Fiquei aqui imaginando como seria ler este livro da biografia de Mandela. Real, ainda mais do que o livro que li anteriormente.

    Não tem como não se identificar. Abraços!

    Pensamentos Valem Ouro

    ResponderExcluir
  29. Oie!!
    Já vi várias resenhas sobre esse livro, e tenho muito interesse em realizar a leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  30. Oi
    Esse livro deve ser incrível. Esse homem foi incrível. Mas não faz meu tipo de leitura!
    Bju
    www.lelendolido.com.br

    ResponderExcluir
  31. Oie
    Eu também já assisti alguns filmes e documentários do Mandela mas nada que fosse assim tão esclarecido.Já imaginava que esse seria um ótimo livro agora depois de sua resenha tenho plena certeza disso.É bom acompanhar a história desse líder pelos olhos de quem esteve ali tão perto dele.E mesmo eu não sendo fã de biografias essa é uma que quero ler.É impossível mesmo compreender esse mundo onde muitos ainda julgam os outros por cor da pele e classe social,é tão triste imaginar que isso ainda está longe de mudar.

    ResponderExcluir
  32. Oi Lu, eu li esse livro recentemente e foi uma leitura muito gratificante para mim, me senti tocada com a história de vida de Zelda e do Mandela, mesmo eu não sendo fã nem nada dele, sempre recomendo a leitura, acredito que todo mundo deve tirar uma lição da obra.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  33. Eu vi uma resenha super positiva desse livro e desde então surgiu uma curiosidade em lê-lo. Não costumo ler biografias, nunca li na verdade, mas com certeza leria a dele.
    bjs, bjs

    ResponderExcluir
  34. Oi flor, tudo bem? Eu já li algumas biografias e gostei bastante. Percebi que a narrativa desse livro é muito boa e com um enriquecimento grande.
    Também não consigo entender essa discriminação com raça, opção sexual, religião. É terrível ver o tanto que as pessoas chegam por causa disso. Espero, sinceramente, que um dia a discriminação acabe.
    Gostei da sua resenha e do que disse do livro. Fiquei interessada na leitura e também vou indicar para uma amiga, pois se que ela vai gostar.

    Beijos
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  35. Não sou grande fã de biografias, mas algumas são leitura praticamente obrigatórias e essa é uma delas. Adorei sua resenha, diz muito sobre o livro e com certeza vou colocar na minha lista!

    ResponderExcluir
  36. Floooor, seu blog ficou lindo! Parabéns pelo novo layout.
    Eu li várias resenhas sobre esse livro, mas não me canso de conferir as opiniões dos leitores. Gostei da sua, claro, porque trouxe curiosidades sobre Mandela que não foram mencionadas nas demais resenhas que li – como a língua que ele falava ou o nome dele na África do Sul. Acho que o livro me atrai por ser biográfico, mas narrado por alguém próximo dessa grande figura pública e, claro, por um alguém que é mulher e branca. Com certeza, quero ler.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  37. não sou de ler biografias muito mesmos livros de autoajuda mas Mandela foi com certeza bastante importante para o mundo e não só por isso mas me interessei também pelo fato de fazer nós entendermos um pouco mais daquela época.

    ResponderExcluir
  38. Nao podia ter pego livros melhores para colocar em dia tão especial, mas tenho que admitir que mesmo vice me falando bem do livro eu não fiquei com vontade de lê-lo, não é muito o meu estilo literário e até mesmo porque sinto que biografia pra min alguém tem que ler e depois me conte a história, porque assim presto atenção.

    ResponderExcluir
  39. Eu sempre admirei o Nelson Mandela, tenho curiosidade para ler esse livro, nao duvido nada de que esse livro de fato seja lindo, mas infelizmente eu não o leria porque eu não tenho o costume de ler biografias, não consigo :/

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  40. Oi!
    Geralmente não gosto muito de ler biografias mas esse foi uma das que me interessou admiro muito Nelson Mandela já li varias coisas sobre ele e cada vez mais vejo como era difícil as coisas para ele mas ele conseguiu e gostei de ser relatado por pessoas perto dele e que tenha varias fases da vida dele também gostei das fotos que o livro trás !!

    ResponderExcluir
  41. Bom, nunca li nenhum filme e livro com o tema direcionado ao Nelson Mandela, mais já ouvi falar bastante do homem que o mesmo foi humilde, atensioso e que sempre lutava por aquilo que achava que era certo. Sem sombra de dúvidas irei ler esse livro!

    ResponderExcluir
  42. Nossa, o livro parece passar a essência cruel de todo o preconceito sofrido pelos negros, principalmente naquela época. Eu não costumo ler biografias, mas algumas extrapolam o gênero biografia e se transformam em algo mais. Esse livro parece ser desses.

    ResponderExcluir
  43. Oi, tudo bem?
    Eu não costumo ler biografias, mas gosto do gênero e eu fiquei curiosa com esse livro desde o primeiro momento que o vi, acredito que é uma história que me conquistaria muito, por isso pretendo ler ainda.

    Beijos :*
    Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Arquivo do blog

Publicidade