quinta-feira, 26 de janeiro de 2017
5

[RESENHA] Muito amor, por favor - Vários autores

Lido em: Janeiro/2017
Título: Muito amor, por favor
Autores: Arthur Aguiar, Frederico Elboni, Ique Carvalho, Matheus Rocha
Editora: Sextante
Gênero: Literatura nacional / Crônicas
Ano: 2016
Páginas: 240
ISBN: 9788543104065
Onde comprar: Submarino  ||  Amazon
Skoob



Sinopse: Este livro reúne textos que mostram o amor do ponto de vista de quatro jovens que escrevem sobre relacionamentos legítimos e atuais, que souberam se reinventar. Sem medo de expressar seus sentimentos, deixam para trás estereótipos já obsoletos – como o controlador machista ou o piegas choroso – e falam sobre viver a dois e sobre a natureza das relações em todos os seus aspectos. Assim, cada autor reflete sobre o amor representado por um elemento: Arthur Aguiar escreve que “O amor é água”, dizendo que ele é fluido, mas por vezes gelado; ora tempestade, ora profundo. Fred Elboni explica que “O amor é ar”, mostrando a leveza de se amar sem sofrer, da brisa que envolve os apaixonados, mas que por vezes torna-se furacão. Ique Carvalho se debruça sobre quando “O amor é fogo”, que arde, aquece a alma, mas que também pode incendiar até doer. E Matheus Rocha conta que “O amor é terra”, estável, tranquilo, mas que não escapa dos terremotos da vida, que tiram tudo do lugar para que a rotina não o extermine. Um livro apaixonante, para quem ama e para quem quer amar um dia... e sempre. 

- O Amor É Água
Arthur Aguiar escreve sobre o amor quando ele é como a água: pode ser agradavelmente quente ou ferir se ficar gelado e rígido. Por vezes é tempestade, por vezes, calmaria. Mas quando é fluido, torna-se profundo e amolda-se a tudo.
- O Amor É Ar
Frederico Elboni fala sobre o amor ar, aquele que é leve, que eleva, faz flutuar. Mostra como é amar sem peso, sem amarras. Mesmo quando vem um vendaval, logo volta a ser a brisa, envolvendo os apaixonados com carinho e cuidado.
- O Amor É Fogo
Ique Carvalho escreve sobre o amor quando ele é fogo, que arde, arrebata, aquece a alma, mas às vezes incendeia até doer. Pode se manter como brasa por muito tempo, aguardando a chance de ser chama de novo, ou até renascer das cinzas
- O Amor É Terra
Matheus Rocha fala sobre do amor do tipo terra, aquele estável, certo, que traz segurança, mas que pode, de vez em quando, provocar terremotos que abalam estruturas, tiram tudo do lugar e viram a rotina de ponta-cabeça.





Muito amor, por favor me chamou atenção desde que soube do seu lançamento, pois reúne três autores que eu gosto muito e acompanho nas redes sociais: Frederico Elboni, Ique Carvalho e Matheus Rocha. Arthur Aguiar eu conhecia por seus trabalhos em novelas, mas ainda não conhecia seus textos. Então, quando consegui senha para a sessão de autógrafos na última Bienal de SP, foi uma grande alegria, pois tive a oportunidade de conhecê-los pessoalmente e ter o meu exemplar autografado. ♥




Um livro, quatro visões sobre o amor.
Com textos que retratam o amor em suas mais variadas situações, Muito amor, por favor é divido entre os quatro elementos da natureza.

Ique Carvalho é fogo; Matheus Rocha, terra; Arthur Aguiar, água; e Frederico Elboni, ar. Textos intensos, inspiradores, realistas, que retratam, sem máscaras, o amor e suas dores em sua totalidade. Os autores, cada um com seu jeito único, sua escrita cativante, leve e muito agradável, fizeram de Muito amor, por favor uma obra fascinante. Todos me surpreenderam positivamente e a leitura foi além de todas as minhas expectativas. 

"Acho que, se você não saltar, nunca saberá se pode voar.
Não deixe o medo de cair te travar.
Às vezes, é preciso uma boa queda
para tirar você de um lugar em que não deveria estar."
(Ique Carvalho)

"Quando a gente ama alguém, sempre (e digo isso com toda a certeza do mundo), sempre pode escolher continuar. Ainda que a maré não esteja para peixe. Que as ondas estejam fortes demais. Que pareça muito mais seguro fora daquele relacionamento. Quando o coração bate apaixonado, a gente escolhe remar e não deixar o barco afundar."
(Matheus Rocha)

"Quero comemorar anos, e não meses. Acumular horas, e não minutos. Colecionar momentos inesperados, e não planejados. Quero gestos sinceros, e não palavras vazias. Quero amor, e não só paixão. Quero um, e não alguns. Quero você. Não sei onde você está, mas, de alguma forma, em algum momento, eu hei de te encontrar."
(Arthur Aguiar)

"(...) Mesmo com tantas emoções sendo vizinhas, não fujo dos obstáculos, das dores, dos desafetos que me batem à porta sem nem me pedir licença. Olho no olho, choro junto, rio na cara do perigo, peço que seja louco, imprevisível ou sereno, mas que, por favor, haja amor."
(Frederico Elboni)

Fui totalmente envolvida, a cada página me apaixonei mais. Sentimentos transformados em palavras. Impossível não se identificar com os textos, eu me identifiquei com vários. Alguns me trouxeram lembranças, outros, saudade. Durante toda a leitura fui tomada por uma alegria e um sentimento bom, daqueles que aquecem o coração, sabe? 

Muito amor por essa capa linda. A edição está super caprichada, com folhas amarelas, fonte e espaçamento confortável aos olhos e boa diagramação.



Recomendo!

Beijos. ;)



5 comentários:

  1. Gostei muito da ideia de falar sobre o amor,com os quatros elementos em uma visão leve. Os autores do livro me chamam atenção, além dessa capa linda, com certeza pretendo ler, afinal ler sobre o amor nunca é demais.

    beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  2. Oie
    Tudo bom?
    Não sou muito fã de crônicas, mas fico feliz de você ter gostado tanto do livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Li.
    Muito interessante retratar o amor dividindo-o entre os 4 elementos, bem criativo.
    Espero que o texto também seja envolvente pra mim e eu seja tomada por lembranças e alegrias.
    Ótima dica.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  4. Gostei dessa relação do amor com os quatro elementos da natureza e quatro autores e suas formas de ver esse sentimento. Acompanhei a campanha de lançamento do livro e até fiquei curiosa para ler, mas ainda não tive oportunidade, gostei de conferir suas impressões e que máximo que você conseguiu conhecer os autores, pegar autógrafos e tirar foto com eles. Enfim gostei do seu post.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  5. Esse livro é demais, cada página descobrimos em forma de poemos todas as formas de amor, eu amei ler esse livro. Bjkas

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, 36 anos, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, 31 anos, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Publicidade