segunda-feira, 5 de janeiro de 2015
33

[CONHECENDO O AUTOR] Entrevista - Ligia Ortiz

Olá!
Hoje a entrevista é com Ligia Ortiz, autora de Nas Proximidades do Amor.
 
 Vamos conhecê-la? :)


Literalizando Sonhos - Quem é a autora Ligia Ortiz?
Ligia Ortiz - Acho que essa é a pergunta mais capciosa de todas. É tão difícil se autodenominar, rsrsrs, mas tentarei. Meu nome é Ligia e uso minhas iniciais para assinar meus trabalhos. Sou uma pessoa bem comunicativa, entretanto bastante reservada.
Ler é minha paixão e escrever foi um complemento delicioso para se viver no mundo da imaginação. Adoro. Desde sempre vivi sonhando e agora realizo um trabalho que é um sonho (pode parecer brega, mas é a pura verdade).
Amo estar em família, curtir meu filho lindo, estar entre amigos. Sou uma pessoa bastante simples, com pouca coisa me divirto.

L.S. - Há quanto tempo você escreve?
L.O. - Mais ou menos dois anos.

L.S. - Como surgiu a ideia de escrever "Nas Proximidades do Amor"? O que te inspirou a escrevê-lo?
L.O. - O hábito de ler me levou a escrever. Um dia enquanto corria comecei, sem pretensão alguma, a criar uma história. A Nalu praticamente pulou em minha mente. Fiquei com a ideia por um tempo, como se implorasse para sair da minha cabeça, até que resolvi escrever. Comecei devagar, como lazer, um hobby. Na medida em que a historia ganhava corpo vi que talvez fosse possível “fazer algo bom”. Empenhei-me mais e mais e a história ganhou minha atenção de forma que eu não previa. Não consegui mais deixar de escrever.

L.S. - Quanto tempo você demorou para escrevê-lo?
L.O.- Um ano. No começo não havia uma rotina fixa, aliás, era tudo muito bagunçado. Perdi as contas de quantas vezes escrevi e reescrevi certas cenas. Foi uma loucura.

L.S. - Porque os leitores devem ler "Nas Proximidades do Amor"?
L.O.- Acho que toda pessoa apaixonada por histórias de amor sempre busca por mais. É tão bom quando somos envolvidos por uma história, principalmente quando é algo que poderia ter acontecido com você.
Na trama, há um grande desentendimento dos personagens principais, uma imensa falha na comunicação de onde surgem os conflitos enfrentados por eles. Toda uma situação poderia ter sido evitada se os protagonistas simplesmente conversassem, esclarecessem seus pareceres. E isso é uma coisa que acontece muito na vida real.
Pode não ser exatamente nessas palavras que ocorrem os desentendimentos nos relacionamentos, mas o fato é que a falta de comunicação ou o erro de interpretação pode ocasionar batalhas desnecessárias que enfraquecem e, por vezes, minam um sentimento que tinha tudo para dar certo.

L.S. – O que podemos esperar da continuação de “Nas Proximidades do Amor”?
L.O. - Drama, rsrsrsrs. Muito drama. “Renitências do Amor” discorre tendo como pano de fundo o casamento de Alec e Nalu. É nesse cenário de união que os protagonistas Thais e Lucas, personagens secundários do primeiro livro da série, ficarão frente a frente e enfrentarão seus problemas do passado.

L.S. - Você tem alguma rotina para escrever, alguma disciplina, um horário determinado ou escreve quando surge oportunidade?
L.O. - Tenho o hábito de escrever pela manhã. Muitas vezes começo às 4hs da matina, pra mim é o melhor horário. Tudo está silencioso, calmo e consigo me concentrar adequadamente. Todos os dias, antes de começar a escrever tento estipular uma quantidade de páginas como meta, algo que eu possa cumprir, e foco em conseguir finalizar esta pequena meta. Nem sempre consigo, mas pelo menos sempre passo perto de, rsrsrs. É muito verdadeira aquela frase que diz que “A inspiração tem que te encontrar trabalhando”. Nem sempre há aquela gana desenfreada por escrever, contudo o exercício de “palavrear” as ideias, melhora e estimula o processo criativo.

L.S. - O que você está lendo no momento? Qual seu gênero de leitura preferido? E autor, algum preferido?
L.O.- Por incrível que pareça essa semana tirei férias dos livros. Acabei de ler “Enroscado” da Ema Chase e por enquanto estou lendo algumas coisas no Wattpad. Meus gêneros preferidos são dois: New Adult e Distopia. É realmente difícil escolher um. A mesma coisa com autores. Não tenho um preferido, cada um que gosto me conquistou de maneira distinta, impossível escolher um preterindo o outro.
Amo Sophie Kinsella, meu livro preferido dela é “Menina de Vinte”. Para quem não leu, não perca tempo, uma comédia de chorar de rir. Amei. Outro que vale mencionar, um triller sensacional que li tempos atrás “No Escuro” da Elizabeth Haynes. E não menos importante, a trilogia “Trono de Vidro” da Sarah J. Maas. Apaixonante em cada linha.

L.S. - O que acha da nossa literatura? Ou melhor, o que tem a dizer sobre a literatura nacional?
L.O. - A meu ver a literatura nacional está em franca expansão tendo a internet fortemente presente como um veículo de comunicação acessível e democrático, de modo que quem quiser pode espalhar e divulgar seu trabalho, e isso é maravilhoso. Há muito talento escondido por aí, muita coisa boa, o que só vem a agregar cada vez mais. É claro que ainda existe dificuldade para um autor estreante ser bem quisto aos olhos de uma editora, porém agora existe a possibilidade de um caminho alternativo, que se bem trilhado pode levar o autor exatamente às portas de uma boa editora.

L.S. - Para você, qual importância dos blogs literários na divulgação de livros/autores nacionais?
L.O. - Toda, rsrsrs. Falando sério, é de suma importância o trabalho dos blogueiros literários para os autores. Trata-se daquele famoso boca-a-boca, mas com uma proporção beeeeem maior. Eu mesma sempre procuro opiniões sobre os livros em que estou interessada ou sobre títulos que a principio não me chamam atenção e ganham atrativos após ler uma resenha positiva.

L.S. - Quais são seus próximos projetos na área literária?
L.O. - Tenho como meta no momento concluir mais dois volumes da série Predestinados. Contudo, também tenho dois projetos de distopia em andamento e mais alguns romances engatilhados.

L.S. - Agradecemos pela entrevista. Gostaria de deixar alguma mensagem para os nossos leitores?
Eu é que agradeço meninas. É de extrema importância o espaço que vocês disponibilizam para a divulgação dos trabalhos de novos escritores como eu. O carinho com o qual fui recebida no Literalizando Sonhos foi surpreendente. Nossa parceria me fez muito feliz e estou à disposição de vocês para o que precisarem.
Agradeço do fundo do coração a todos os leitores que leram Nas Proximidades do Amor, todos aqueles que se interessaram pela história, bem como a todas as mensagens carinhosas que recebi. É delicioso dividir esse momento com vocês. Desejo que o próximo volume, “Renitências do Amor”, emocione tanto quanto o primeiro.
A todos aqueles que ainda não leram os convido para uma espiadinha na história. No meu site tem como fazer o download gratuito do primeiro e segundo capítulo. Alec e Nalu estão esperando por vocês.


Grande beijo a todos e desejos de boas leituras. ;)

http://literalizandosonhos.blogspot.com.br/2015/01/top-comentarista-3-janeiro.html






33 comentários:

  1. Muito boa essa entrevista, é legal conhecer um pouco do autor. O livro me chamou a atenção, porque ela disse que tem muito drama e adoro histórias assim me prende muito kk. E entendo quando ela diz falhas na comunicação e desentendimento no romance acontece e muito também na vida real.srrssrrs

    ResponderExcluir
  2. Adorei saber sobra a autora, que na verdade eu nem conhecia, mais esta entrevista esclareceu minha mente.
    Ótima entrevista.

    ResponderExcluir
  3. Adorei a entrevista, principalmente porque não conhecia nem a autora e nem o livro. A capa está linda, aliás. Sempre bom saber as novidades, principalmente quando o enredo me atrai tanto. Procurarei o livro!

    ResponderExcluir
  4. Adorei a entrevista, não conhecia ainda essa autora e nem o livro mas me interessei bastante, irei ler :)
    Beijos
    littledreeamer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Adorei a entrevista. A autora é super simpática :)

    fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Adorei a entrevista!!! A autora parece ser mega simpática, até me interessei pelo livros. Parece que não mas o autor ser atencioso ou não faz muita diferença.

    Bjinhos
    Jéssica Rodrigues
    Coração Leitor

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Ainda não li Nas proximidades do amor, mas tenho lido tanta coisa boa sobre o livro e a autora que não me aguento de curiosidade...haha' vou ver se faço algum amigo me dar de presente *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Eu já tinha ouvido falar da L.A.L. Ortiz.
    Mas agora foi possível conhecê-la um pouco melhor.
    Sobre "Nas Proximidades do Amor", fiquei curiosa. E que capa caliente, hein?
    O livro deve ser muito bom!

    Abraços!
    http://fabi-expressoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Não li o livro da autora ainda mas gostei muito de saber um pouco mais sobre ela. Desejo muito sucesso!

    ResponderExcluir
  10. Oi gente :)
    Ahhh parabens bem pela entrevista. A capa do livro é bem quente não? KKKKKKKKKKK. Não sei se me aventuraria nas paginas, pq pessoalmente não faz meu gênero, mas aposto que a aprovação do grupo feminino é unanime! Boa sorte a autora!

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi.
    Mais uma autora nacional que conheço, é a primeira do ano.
    Só não gostei de saber que o Nas Proximidades do Amor não é livro único.
    Ah ela também é fã de Sophie Kinsella que eu adoro.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  12. PARA TUDOO!! Que CAPA É ESSA?!?!
    OMG.
    Gente essa capa é tudo de bom. Já tô louca pra conhecer Alec e Nalu. *.*
    Entrevista top. Super fofa a Ligia.
    Também tenho os os mesmo gêneros como favoritos , só acrescentava mais romance.
    Bj

    ResponderExcluir
  13. Olá, como vai? Adorei a entrevista.
    Adorei a capa do livro, achei bem bacana mesmo, adoro romances e amei esta capa. Adorei as perguntas e respostas, tudo muito elaborado.
    Parabéns e sucesso.
    Beijos.
    chuvaelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Só dois anos? Caramba! Normalmente os autores falam mais tempo. Que bom que começou por um acaso e já etsá com um livro interessante. Sucesso para a autora.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  15. Nao tive a oportunidade de ler o livro da autora, mas gostei muito de conhece-la. Parece ser uma pessoa simples, cujo alguns hábitos de identifiquei. rsrs. E quanto ao que ela falou sobre a literatura brasileira estar ganhando força, torço muito por isso! Espero que nós brasileiros saibamos, um dia, valorizar nossas riquezas! Sucesso! ^^

    ResponderExcluir
  16. Oi Aline,

    Não conhecia a autora e nem o livro, legal poder conhecer coisas novas.
    Adorei a entrevista, sabe de uma coisa que eu ando meio cansada é de séries, sinto tanta falta de livros únicos.

    Bjks

    Patty Santos
    Blog Coração de Tinta

    ResponderExcluir
  17. Oie
    Adoro as entrevistas que vocês fazem, sempre é bom conhecer um pouquinho mais dos autores :)
    Já conhecia o livro, apesar de ainda não ter lido e gostei de como a autora começou a escrever, uma história que surgindo de forma inesperada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Ola adorei a entrevista não conhecia a autora e já me encantei pelo livro vou comprar. Menina você começa a escrever cedo hei, mas creio que esse horário seja de uma calmaria hein. Sucesso sempre. beijos e parabéns pela entrevista.

    Joyce
    www.livrosencantos.com.br

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bem?

    Ainda não conhecia essa autora e nem a sua obra... Mas devo dizer que achei ela muito simpática e fofa na entrevista. Romance é o meu gênero preferido também, então fiquei muito curiosa pra ler!

    XOXO
    Umnovo-roteiro,blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Que entrevista mais simpática, adorei a forma leve que a autora respondeu as perguntas. Muito bacana saber mais sobre os escritores, principalmente os nacionais. Melhor ainda quando eles são tão receptivos, pois tem alguns que valha-me-deus, são tão pedantes. =/
    Mas a Lívia foi muito legal, agora preciso ler o livro dela, fiquei curiosa a respeito.
    Beijos
    Vivi
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  21. Não conhecia a autora nem seu trabalho até o momento. Gostei bastante das respostas dela, principalmente por ela também gosta da Sophie *-*
    A Ligia aparenta ser uma pessoa muito simpática, gostei dela e vou atrás do seu livro agora hehehe

    bjs
    http://www.confraria-cultural.com/

    ResponderExcluir
  22. mtoo bacana a entrevista foi bom para conhecer a autora, nunca tinha ouvido falar dela ou de seus livros, mais fiquei bem curiosa para saber como é sua escrita, ela parece ser mto simpatica, vou procurar livros dela aki para poder comprar.. bjos

    ResponderExcluir
  23. Oi, adorei a entrevista, gostei muito da resposta dela sobre a importância dos blogs na divulgação, porque tem muitos, e vejo sempre isso no face, que não dão o devido valor a um trabalho de divulgação feito por blogueiros, e na verdade, uma divulgação feita em blogs ajuda e muito um autor iniciante.

    Não conhecia ela e nem o trabalho dela, vou pesquisar mais sobre.

    bjs

    ResponderExcluir
  24. Oie, tudo bom?
    Já tinha visto esse livro em alguns blogs e me interessei pela premissa da história. Como sou fã de um bom drama, acredito que a narrativa vai me agradar. Gostei bastante da entrevista, principalmente quando a autora citou a Sophie Kinsella, uma autora de chick-lits que eu adoro.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Olá.
    Eu estou apaixonada por esse livro. Não conhecia mas eu amei a capa e adorei a entrevista. A escritora parece ser muito legal.
    Com certeza é um livro que vou ler.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Olá Aline, tudo bem?

    Não conhecia a autora, tampouco o livro, mas fiquei interessada. Vou aguardar sua resenha sobre ele para saber se é bom assim como parece.

    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Oi, tudo bem? Não conhecia a autora, então adorei a entrevista. Assim como a LAL, eu adoro NA e distopias, rs. Fiquei intimidada com o horário que ela gosta de escrever. Deus me livre acordar as 4h da manhã por livre espontânea vontade! Se fizer isso, não sai uma vírgula, porque meu cérebro, com certeza, estaria dormindo, kkkk.
    Sobre o livro, adorei a premissa. Legal fazer uma história sobre os desentendimentos de um casal devido a falta de comunicação, porque é algo que acontece tanto na vida real.
    ótima entrevista!!
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Oi,
    Gostei bastante da entrevista, ela é super fofa e carismática. Estou bastante interessada no livro e principalmente na história que a autora irá me proporcionar.

    ResponderExcluir
  29. Que ótima entrevista, flor! A L. A. L. Ortiz me deixou muito feliz com a oportunidade de ler seu livro... E concordei com cada palavra que ela disse sobre por quê ler Nas Proximidades do Amor. É um romance que nos faz pensar quantas vezes erramos ao simplesmente não ouvir quem amamos, ao não procurar entender as circunstâncias que levaram a um determinado comportamento.
    Estou animadíssima para Nas Renitências do Amor! Principalmente com a menção ao casal Thais e Lucaaaas! *u*

    Beijos, flor!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Ótima entrevista,é sempre conhecer um pouco mais das autoras que lemos e queremos ler....Não li nem o primeiro e a autora já vai lançar o segundo... preciso me atualizar e ler os livros que estão sendo lançados ....

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
  31. Olá!

    Adorei a entrevista, é sempre muito bom conhecer melhor oa autores. E fiquei bem impressionada com a rotina de escrita dela. Com certeza vou dar uma conferida nos primeiros capítulos disponíveis!

    Beijos, Kamila
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  32. Para quem consegue acordar 4 da "manhã", deve ser realmente o melhor horário para escrever.
    Uma autora super humilde e simpática, parece ser uma ótima pessoa.
    Vou pesquisar um pouco mais sobre o seu livro, realmente é bom quando conseguimos nos identificar com os personagens, pois "viver" a história como se acontecesse com nós mesmos, é algo que não tem preço.

    ResponderExcluir
  33. Oi =) Parabéns pela entrevista. Ainda não conhecia a autora e nem sua obra, mas realmente fiquei interessada, é um gênero que eu adoro.
    A entrevista ficou super bacana, a autora é super simples e parece ser uma fofa.

    Beijos,

    www.lendoeesmaltando.com

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, 36 anos, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, 31 anos, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Arquivo do blog

Publicidade