sábado, 11 de julho de 2015
13

[RESENHA] Amor em Jogo - Anaté Merger

Lido em: Junho/2015
Título: Amor em Jogo
Autor: Anaté Merger
Editora: Ases da Literatura
Categoria: Literatura Nacional / Young Adult
Ano: 2014
Páginas: 378
Skoob
Muito bom!




Sinopse: Amor em Jogo - Aos vinte anos, Alix perdeu os pais, a fazenda onde morava no interior da Provence e toda a esperança de ter um futuro.Sem saída e rezando por um milagre, ele surge na forma de um emprego que parece ser extraordinário: durante três meses, ela vai trabalhar em uma mansão com vista para a baía de Saint-Tropez por um salário milionário. O proprietário é Clif Forestier, um astro do cinema excepcionalmente belo, extremamente rico e cinicamente sórdido. O oposto de Nathan, um jovem comerciante sensível e cativante, por quem ela começava a sentir algo especial até que o encontro explosivo com o ator desperta em Alix sensações que ela desconhecia.O verão começa e, aos poucos, ela percebe que é apenas uma carta do baralho no qual luxo, mentiras e sexo fazem parte de um contrato que coloca muito mais do que a sua dignidade em jogo: se quiser descobrir e ganhar quem realmente ama, Alix vai precisar enfrentar os seus demônios e apostar alto.
As cartas estão na mesa. Uma nova partida da "Confraria de Ases" vai começar!

Biografia: Formada em jornalismo e com um mestrado em comunicação internacional no Institut d'Études Politiques em Aix-en-Provence, Anaté Merger trabalhou por 17 anos como jornalista em várias emissoras de TV e jornais brasileiros até se mudar para a Provence em 2004. 
Franco-brasileira, casada, dois filhos, Anaté Merger é empresária no ramo do turismo. A estreia como escritora de ficção foi nas antologias Amores Impossíveis e Segredos de Família.
O primeiro volume da série SagradoS - "A Aliança de Maria Madalena" - foi lançado em seguida. A continuação da trilogia Sagrados, "O Poder da Estrela", é o seu terceiro romance. 

*Livro cedido em parceria com a autora.




Em um jogo, nada é o que parece ser...

Surpreendente! Não existe outra palavra para definir o que foi essa leitura para mim.

Alix, que já tinha perdido o pai em um acidente, acaba de perder a mãe, decorrente de um câncer no pulmão. E não foi só isso, devido à dívidas, ela perdeu também a fazenda onde vivia, e prometeu à mãe que faria qualquer coisa para recuperá-la. No dia do enterro da mãe, perdida e sem saber para onde ir, Alix reencontra Trixie, sua melhor amiga de infância que havia deixado a cidade para se tornar modelo. Trixie disse que voltou pois sua mãe a avisou da situação da amiga e ela quis ajudá-la. Como não tinha para onde ir, Alix aceita. Trixie a leva para Saint-Tropez, onde vive. Lá, juntamente com Zoé, sua agente, as duas ajudam Alix a melhorar sua imagem e seus modos para que possa arrumar um emprego. Um dia passeando pela cidade, Alix conhece Nathan, o vendedor de geleias,  em uma feira. O interesse é mútuo. Alix acaba voltando algumas vezes na feira, atrás de Nathan, e o interesse de ambos só aumentando. Até que por fim, como já era de se esperar, eles acabam se envolvendo e iniciam um romance.
Nesse meio tempo, a tentativa de encontrar um emprego não está dando certo. Um belo dia, ela acaba conhecendo Zac através de Zoé. Encantado com ela, ele pergunta se ela não gostaria de participar de um teste para trabalhar uma temporada na casa de um ator famoso, Clif Forestier, alegando que havia todos os tipos de trabalho e ela poderia facilmente se adaptar. Pensando na possibilidade de poder ajudar nos jardins da casa, e assim poder fazer o que fazia na fazenda, e adorava, Alix aceita. Em meio à muitas candidatas, Alix fica entre as cinco selecionadas. Mas ela não sabe onde está se metendo, a Confraria de Ases não é nada do que ela pensa.


"(...) e nesse momento em que a razão parece deixar espaço apenas para o desespero, eu preciso escolher entre esperar o inevitável acontecer deixando cicatrizes eternas na minha alma ou lutar usando uma última e definitiva cartada." Pág. 15


"-Fundo do poço? Tenho algumas cordas, uma certa experiência com escalada e a vocação para príncipe encantado..." Pág. 84


Alix é uma protagonista um tanto ingênua, sem muita malícia, acredito que devido ao fato de ter passado sua vida toda morando em uma fazenda, e quando foi para uma cidade como Saint-Tropez, onde o verão trazia pessoas de todas as partes do mundo para temporada, ela foi obrigada a ver que as coisas não eram exatamente como ela pensava. Mas confesso que sua ingenuidade em alguns momentos me deixaram com vontade de lhe dar um tapa e falar "Acorda! Como é que você não vê?". Além de algumas atitudes infantis que teve no início da história. Não que a personagem seja infantil, foram apenas algumas atitudes. Mas tudo isso, possibilitou notar o amadurecimento da personagem durante toda a história.

Os outros personagens também foram bem desenvolvidos: Trixie, a melhor amiga famosa, poderia ter ajudado Alix, mas acabou se omitindo; Zoé, a agente, um tanto quanto forçada, desde o início passa a impressão de usar uma máscara para esconder quem é de verdade; Nathan, o fofo vendedor de geleia, encantador, amoroso, atencioso; Clif, o ator famoso, charmoso e bastante arrogante, acha que o mundo gira ao seu redor; Zac, advogado, amigo de Clif, criatura desprezível; Henri, o  velho jardineiro da mansão, um gentil senhor que Alix se apegou desde que o conheceu; entre outros personagens.


"Uma disputa violenta entre o cérebro e o coração da jovem começa e ela sente a força do sentimento que tenta negar se impor derrubando as barreiras que ela havia construído." Pág. 241


"-Às vezes, a verdade tem muitos disfarces e, para descobri-la você precisa ter coragem para tirar as máscaras-(...)- inclusive a sua." Pág. 254


"Quem quer conquistar a rosa deve estar preparado para lidar com as dores que ela pode causar, pensa Alix se lembrando das dificuldades, do medo e da resistência para aceitar os seus próprios demônios." Pág. 364


A história foi muito bem ambientada, com uma riqueza de detalhes que possibilitava conhecer cada lugar pelo qual a personagem passava.

O livro tem algumas cenas sensuais, mas nada vulgar, pelo contrário, a autora soube criar cenas sutis. Mas ainda assim a leitura é recomendada para maiores de 18 anos.

Narrado em terceira pessoa e com capítulos curtos, Amor em Jogo é uma leitura rápida. A escrita de Anaté é leve e envolvente, a leitura flui de maneira agradável. A autora soube criar um triângulo amoroso original, diferente de tudo que já li. À princípio, pode parecer uma história clichê, mas de clichê não tem nada.

Em determinado momento da leitura houve um fato que me surpreendeu completamente. Quando eu li, pensei: "What?!?". E ainda demorou alguns minutos até que a "ficha caísse". Fui realmente surpreendida! E positivamente! Anaté inseriu na história um fato completamente inesperado, mas nada fantasioso, e totalmente plausível dentro do contexto geral da história, mas que não deixa de ser surpreendente!

Mudança, paixão, sedução, sensualidade, jogo, reviravoltas, mentiras, mistério, surpresa, poder, mágoa, amor... são os ingredientes que compõem a trama de Amor em Jogo.

A capa tem tudo a ver com a história. Diagramação simples, fonte em bom tamanho, a única coisa que não me agradou muito foram as folhas brancas, mas a leitura é tão rápida e instigante, que isso em nada atrapalhou.





Amor em Jogo foi uma grata surpresa. Recomendado!

Beijos.


13 comentários:

  1. Oi Aline, tudo bem? Uau! Que resenha otima! Gostei muito de como apresentou os personagens e a historia, muito obrigada mesmo. Agora é so esperar a próxima aventura. Um grande abraço e até breve!

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito de livros nesse estilo, Alix me pareceu uma personagem bem próxima da realidade, o que me ganhou foi essa riqueza de mistérios, gosto muito de livros assim. Dica anotada e curiosa pra conhecer essa história. Abçs!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Adoro livros que tem mistérios...
    E a sua resenha ficou ótima...deu mais vontade de ler o livro!
    A Capa super instigante!

    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha!
    Bom os personagens parecem ser super interessante, e como eu adoro romances não teve como não me interessar pelo livro, pretendo ler em breve.

    ResponderExcluir
  5. Oiie!
    Já tinha visto o livro por aqui na coluna Li Até a Página 100, mas não sabia nada sobre ele, é a primeira resenha que leio.
    Achei que a história mostra bem a realidade. Fiquei com muita vontade de ler.
    Amo narrativas fluídas e quem não gosta de tramas fofas e cativantes?

    Beeijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá
    eu já tinha visto algumas opiniões sobre esse livro, mas nenhuma me dava uma posição concreta de se devo comprar ou não, kkk, mas parece que minhas duvidas foram saciadas
    Bjks
    Passa Lá No meu Blog - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. A trama parece possuir detalhes bem únicos e que despertam nossa curiosidade, mas ainda não sei se lerei este livro. Fora o fato de eu possuir certa aversão a triângulos amorosos, Amor em Jogo não aparenta ser o tipo de romance que curto.
    De toda forma, fez uma ótima resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Oi, Li!
    Não leio livros com triângulo amoroso, a leitura pode ser fluida, a autora pode escrever bem, mas se tratando de um triângulo amoroso passo longe. Pela descrição, nenhum personagem me agradou, principalmente a protagonista.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  9. Ainda não conhecia o livro, mas a capa e sua resenha me chamaram bastante atenção!
    Tem vezes que a gente tem vontade de entrar no livro e dar um chacoalhão em alguns personagens né? haha
    beijinhos :*

    unhas-charmosas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Já tinha visto o livro, mas não sabia que ele era assim tão bom. Personagens ingênuas me irritam a princípio, mas fiquei interessada em ver o desenvolvimento dessa, ainda mais por o livro ser tão bem ambientado. A capa não me agrada tanto assim, mas é o de menos, né?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. É tão bom quando um livro nos surpreende. Não conhecia o livro, vou anotar sua dica.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  12. Já tinha ouvido falar no livro, porém não dei muita importância, e acabei sendo decepcionada o livro parece mesmo interessante, eu nunca fui de me importar com paginas brancas, o que mais me importa é a diagramação. Digamos que Alix não é uma personagem com o gênio forte.

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Gostei muito da resenha o livro me pareceu bem legal e a historia me deixou curiosa, também tenha muita vontade as vezes de entrar nos livros só para da uma sacudida na personagens pra ver se ela acorda !!!

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Arquivo do blog

Publicidade