segunda-feira, 19 de outubro de 2015
33

[RESENHA] Distopia - Kate Willians

Lido em: Outubro/2015
Título: Distopia
Autor: Kate Willians
Editora: Arwen
Categoria: Literatura Nacional / Distopia
Ano: 2015
Páginas: 318
ISBN: 9788568255094
Onde comprar: Arwen Store
Skoob
Muito bom!





Sinopse: Em uma sociedade governada por militantes, com um sistema incorruptível, as crianças são isoladas no regimento militar aos sete anos de idade e treinadas para serem soldados. Lá, eles aprendem da forma mais cruel a atirar e a matar, perdendo muito cedo a sua inocência. Depois da Grande Guerra, o mundo passou a ser dividido entre governantes e governados e cada um tem as suas dores, suas mágoas e limitações. E o que nos resta saber é: de qual lado você está? Porque no final das contas, não estamos vestidos para lutar... Assim como nunca estaremos vestidos para morrer...

Biografia:  Kate Willians é escritora e estudante de letras. Escreveu seu primeiro livro aos 15 anos e o segundo Debaixo das minhas asas, publicou aos 17. Já foi a blogueira responsável pelo Drunk Culture e hoje se dedica apenas a escrita. Tem 20 anos e o seu maior sonho, é encantar as pessoas com suas palavras. A literatura a salvou, e espera um dia conseguir usar a mesma fonte para salvar outras pessoas. É extremamente apaixonada pelo que faz e adora passar o tempo livre com a família e com um pug bagunceiro e totalmente sem noção chamado Bob. 

*Livro cedido em parceria com a Editora.

Ano 2064, após a Grande Guerra em 2016, o mundo foi divido em quatro Regiões: Norte, Sul, Leste e Oeste, que são comandadas por Regimentos. Cada Regimento tem os seus governantes, coronel, sargento, capitão, definidos hereditariamente.
O Regimento era dividido em duas categorias: Governados, vivem do lado de fora do muro, e Governantes, vivem do lado de dentro do muro. Do lado de dentro, fartura. Do lado de fora, tudo cinza, as pessoas se vestem de acordo com a profissão. Os Governados não tinham sobrenome, eram conhecidos pelo nome e número da casa em que viviam,  aos vinte anos eram obrigados a escolher uma das seis opções de profissões disponíveis e segui-la até o fim da vida. Quando as crianças completavam sete anos, eram obrigadas a entrar pra o Regimento, onde estudariam e seriam treinadas como soldados. Os Governantes também tinham regras a seguir, mas claro, não tão rígidas quanto às dos governados. Apenas o Regimento e a Ciência tinham acesso à tecnologia (computador, internet, celular, armas).
E é em meio à todas essas regras que Laura e Thiago vivem. Laura é a filha do coronel do Norte. Thiago filho de um Governado, está no Regimento desde os sete anos.
Laura é o tipo de garota que não gosta de usar sapatos femininos e sim as botas dos irmãos, desde pequena sempre preferiu ação, luta à ser a princesa das brincadeiras.
Thiago tentou fugir do Regimento e, apesar de não ter conseguido, nunca deixou de discordar das rígidas regras em que vivia. A história se desenvolve sob o ponto de vista desses dois personagens.

"(...) Desde criança, ensinaram-me o valor da honestidade, gratidão e nobreza, porém, quanto mais os anos passam, mais vejo que, por trás de todas aquelas palavras amigáveis, o que eles realmente queriam era que eu fosse criada para me calar." Pág. 13

"- (...) Os covardes nunca admitem nada..." Pág. 59

"- Aguce os seus instintos, encare o desafio." Pág. 81

Laura é encantadora. E não digo isso porque ela é a filhinha do papai ou a garotinha da mamãe. Pelo contrário, ela sempre mostrou que queria mais do que vestidos bonitos. Inteligente, determinada, impaciente e mandona, Laura sabe o que quer e tenta de diversas maneiras ir atrás do que quer, mesmo que todo a vejam como a menininha do papai e isso a irrita profundamente. Sim, ela tem um lado infantil, que por sinal fala muito alto, mas isso não me incomodou, porque achei que as qualidades dela se sobressaíam aos seus defeitos.

Thiago à princípio me pareceu covarde, mas no decorrer da história vemos que de covarde ele não tem nada. Determinado e com um ponto de vista que não se deixa afetar pelos outros, vai lutar pelo que acredita. É do tipo que se importa com as pessoas, principalmente seus amigos mais próximos. Algo que chamou a atenção é justamente a união de Thiago com seus amigos. Enquanto os outros grupos do Regimento eram mais afastados, o dele se mantinha unido. E isso realmente me agradou.

O personagens secundários também foram muito bem desenvolvidos e todos tem papel fundamental na história: Leone, o coronel do Norte e pai de Laura, um bom homem que só é coronel por conta das regras de hereditariedade e não por opção; Miranda, mãe de Laura, uma mulher que à princípio parece chata, mas que se revelou muito melhor que isso; Stephen, um dos irmãos de Laura, de quem ela é mais próxima; Igor, Hugo e Martin, os outros irmãos de Laura; Otto, coronel do Sul; Ângelo, amigo de Thiago, um bom amigo, apesar de ser um tanto quanto prepotente; Lucas e Nicolas, também amigos de Thiago; Sargento, um homem nojento sem escrúpulos; Enzo, instrutor de Thiago, com certeza um dos meus personagens favoritos, bem mais que um instrutor, quase pai dos meninos; David, soldado do Regimento; entre outros.

"- Não estamos vestidos para lutar. (...)
- Assim como nunca estaremos vestidos para morrer, meu rapaz. Ninguém sabe que terá que lutar até levar o primeiro soco." Pág. 131

A autora criou um interessante mundo distópico, cheio de regras, onde as crianças eram tratadas como adultos. Durante a leitura, em diversos momentos via os personagens como soldados e acabava me esquecendo que eram apenas crianças ou pré-adolescentes, tamanha a maturidade que lhes era exigida desde cedo.

Narrado em terceira pessoa, com foco em Laura e Thiago, a autora nos apresenta uma trama repleta de ação e acontecimentos que nos fazem questionar atitudes dos personagens e revoltar perante a crueldade nas lutas e disputas pelo poder. Um enredo de tirar o fôlego e uma narrativa fluída, que fazem com que a leitura se desenvolva rapidamente e de maneira agradável. Os capítulos são intercalados entre o momento presente e alguns flashbacks na forma de interlúdio que possibilitam entender melhor situações presentes com base em coisas que aconteceram no passado.

Ação, medo, revolta são alguns dos elementos que compõem a ótima trama criada por Kate Willians.

Gostei muito da história e só não dei nota cinco porque, apesar de ter gostado do final, achei que algumas cenas foram um pouco corridas. Mas ainda assim não deixa de ser uma ótima história e o melhor, nacional! Super recomendo para fãs de distopias!

Distopia é o primeiro livro de uma duologia. Aguardo ansiosa pela continuação!

Adorei a edição! A capa é linda e o toque metalizado dá um charme extra à arte. Páginas amareladas, fonte em bom tamanho e a diagramação caprichada, com ilustrações no início de cada capítulo. Excelente trabalho da Editora Arwen.


 Beijos.







33 comentários:

  1. Oi ...
    O livro parece ser bastante interessante ! Gostei bastante da sinopse :)
    A diagramação está linda também .
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oii!!
    Adorei muito a sinopse, a divisão entre Governados e Governantes e o grande abismo entre eles parece ser uma historia muito interessante e surpreendente. A capa esta realmente linda o metalizado deixa mais bonita. Quero muito ler em breve. Parabéns pela resenha!!
    Bjos e sucesso!!

    ResponderExcluir
  3. Oiee.

    Estou com este livro em casa e espero ler o quanto antes. Já até iniciei a leitura, porém, acabei deixando de lado, pois não era hora para a leitura dele. Gostei de sua opinião e espero gostar da trama

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Que resenha maravilhosa! Muito obrigada por me mandar viu flor? Amo conhecer a opinião dos meus leitores! Fiquei muito feliz em saber que a história te agradou e também guardei com carinho as sugestões que fez. O livro 2 não demorará a chegar. Um grande beijo, Kate.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Aline.
    Eu amo distopias, mas com essa onda de livros de distopias lançados recentemente, fica difícil encontrar alguma coisa diferente. Mas esse me pareceu ser muito bom. Quero muito ler ele. E a edição parece estar linda.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Oieee.
    Menina que diagramação lindona a do livro, fiquei encantada, gosto de ler obras bem acabadas assim.
    Mas infelizmente não leria Distopia, como o próprio nome diz, é uma distopia e não me dou bem com esse gênero.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  7. Li, as distopias são, de longe, o meu gênero literário favorito. Portanto, não podia deixar de conferir a resenha do livro de mesmo título. Histórias futurísticas me encantam bastante, e esta não seria diferente, pois há algo inovador, a separação entre Governantes e Governados, a separação entre leste, oeste, sul e norte e a existência da Grande Guerra. Me interessei bastante. Gostei!

    ResponderExcluir
  8. Nossa parece ter uma história bem interessante, ainda não estou completamente convencida, parece bastante com coisas que já vi, mas vou deixar anotado aqui, assim que tiver um tempo vou analisar com mais carinho.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Não curto muito esse estilo, mas lendo a sua resenha fiquei bem curiosa para ler esse...
    Pois parece bem interessante...vou aguardar mais um pouco...
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  10. Oi Li!
    Menina, que livro é esse?! Adoro distopia, e pelo jeito esse livro é daqueles que não tem como parar!
    Vou anotar aqui na minha listinha, e já posso dizer que adorei a edição só pelas fotos divulgadas \o/
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá... tudo bem??
    Em primeiro momento tenho que dizer que pelas fotos do livro eu vou amar a diagramação... a capa nem preciso falar do quanto eu a amo, antes mesmo de ter o livro... nossa... dia 31/10 a autora estará lançando o livro em Sampa e eu nem acredito que finalmente vou conhecê-la achei o enredo maravilhoso... bem distópico mesmo... como não ficar atraída por algo assim... estou tentando não ter altas expectativas, mas fica bem dificil com cada resenha que leio... mesmo com a parte um pouco corrida que você citou, ainda fico desesperada para ler... e agora sabendo que é uma duologia oh lord.... estou em cólicas... kkkk Xero!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Até hoje só li uma distopia, e gostei muito, mas ainda tenho receio de ler e me deparar com as mesmice de sempre, entretanto depois de ser sua resenha vi que esse livro e diferente.
    Fiquei bastante interessada na leitura.

    ResponderExcluir
  13. Ola Li eu amo distopias, e essa com esse regime militar com as crianças desde os 7 anos que crueldade. Fiquei bem surpresa com a construção dos protagonistas e os pontos que destacou de suas personalidades. Quero muito ler. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  14. Essa capa é muito top! Sem sombra de dúvidas eu leria e sua resenha etá demais.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  15. Olá! Que capa linda! E que história! Fiquei sem ar aqui, esse recrutamento me lembrou os espartanos, na Grécia antiga. Gostei muito da premissa, parece ser um enredo espetacular e assim que tiver oportunidade irei ler. Beijos!

    http://www.livrosepergaminhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi, Li!

    A premissa de Distopia me encantou desde a primeira vez que a li e por esse motivo me inscrevi para participar do Book Tour. Estou esperando minha vez para poder resenha-lo. :)

    Xoxo
    http://surpresasnaspaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Gostei de ver a evolução do personagem Thiago, acho bom quando isso acontece. Espero que o segundo livro não demore a sair para que eu possa começar a leitura.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  18. Olá, para ser sincera eu nunca tive curiosidade em ler esse livro, deve ser porque eu não gosto de distopias e essa é ligitimamente uma hahaha, quem sabe um dia eu dê uma chance para o livro, mas não no momento.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  19. Gostei muito da história, dos elementos envolvidos e da maneira que a hierarquia foi dividida. Pretendo ler o livro, já está anotado.
    Bjim!

    Tammy
    Livreando | Facebook

    ResponderExcluir
  20. Olá!

    Que premissa incrível! Certeza que lerei, mas não agora, porque, além da minha lista estar lotada, estou um pouco saturada de distopias... Mas o livro tem tudo pra ser uma maravilha. Já aguardo a resenha do segundo volume!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Olá! O livro em si não me chama atenção, mas gostei bastante da sua resenha e dos pontos que você ressaltou. Deu para perceber o quanto a leitura lhe agradou.:)

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. eu adoro distopias!
    e fiquei super curiosa para ler a história da laura e do thiago,meio que lembra o sistema espartano,né?as regras,crianças treinadas para matar... adorei saber q a laura não é uma princesinha chega de dama em apuros.
    adorei as fotos pelo jeito a diagramação é um show a parte

    ResponderExcluir
  23. Já vi várias resenhas sobre esse livro de muita gente falando muito bem, mas eu nunca tive a oportunidade de fazer a leitura. Gostei bastante da sua resenha e da maneira como você desenvolveu o seu ponto de vista sobre ele. Deve ser um livro bom, mas eu acho que vou deixar para ler mais pra frente, porque estou atolada de leitura até o pescoço pra vc ter uma ideia hahahaha

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/10/resenha-as-vidas-e-as-mortes-de.html

    ResponderExcluir
  24. A premissa me pareceu super interessante desde a primeira divulgação que eu vi do livro. Deu a maior vontade de ler ao saber que os personagens são bem desenvolvidos - mesmo com o final tendo partes corridas.
    Infelizmente distopias não me agradam tanto então ainda não consegui decidir se tento a leitura desse ou não...

    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  25. Hummm eu curto livros de distopia e esse confesso que não conhecia. Será que é boa essa ideia de crianças serem muito maduras em uma história? Sei lá...acho que eu também ficaria confusa.
    Bjss

    http://livrosemarshmallows.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oiee ^^
    Também gostei muito de Laura, e vê-la com Thiago me agradou tanto...haha' mas o meu favorito ainda é o Ângelo ♥ Gente, não sabia que haveria uma continuação *-* fiquei boba agora...haha' quero para ontem!
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  27. Oi!!!
    Eu adorei o livro!!! Distopias são quase sempre muito legais, fazem vc questionar o que está acontecendo com a sociedade e lógico que um bom romance sempre caí bem!! ^^
    Laura e Thiago parecem ser personagens bem construídos mesmo sendo crianças. Mas a ideia de eles pensarem como adultos meio que reflete o meio onde vivem. Mais um pra lista!! :)
    Bjoo

    ResponderExcluir
  28. Que edição mais linda! Quero muito ler esse livro, só li resenhas elogiando a obra. E como amo uma distopia, esse não pode faltar na minha lista. <3
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  29. Acho que essa é a primeira resenha do livro que leio e fiquei encantada com a premissa, achei diferente e achei super empolgante o enredo. Espero ter a oportunidade de ler um dia e gostar tanto quanto você :D
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  30. Olá!
    É a primeira resenha do livro que leio e gostei bastante da ideia, mas não leria no momento, acho que estou numa fase mais de romance, sei lá.
    Se um dia ler, pois vou anotar a dica, espero gostar da leitura.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  31. Gostei do livro, parece ser muito bom. Essa separação de ficar do lado de dentro e do lado de fora do murro como sempre quem governa tem suas regalias. Que triste crianças com sete anos tem que cometer essas crueldades. Os protagonistas parecem ser tudo de bom, nada daqueles que se fazem de coitados e só ficam se lamentando.

    ResponderExcluir
  32. Confesso que não é toda distopia que me agrada, mas esse parece ser incrível e muito bem escrito, principalmente por conta das divisões, que a autora parece ter trabalhado bem. Fiquei morrendo de curiosidade para ler e conhecer esses personagens. Foi para a minha listinha!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  33. Nunca li um livro do gênero distopia. Chamou minha atenção pois se passa no futuro. Goste dessa capa metalizada e da ilustração em cada capítulo.

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, 36 anos, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, 31 anos, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Arquivo do blog

Publicidade