sexta-feira, 29 de abril de 2016
21

[RESENHA] A Ilha das Sete Luas - Marcus Sedgwick

Lido em: Abril/2016
Título: A Ilha das Sete Luas
Autor: Marcus Sedgwick
Editora: Novo Século
Gênero: Fantasia / Jovem Adulto
Ano: 2015
Páginas: 300
ISBN: 9788542807165
Onde comprar: Submarino  ||  Saraiva
Skoob




Sinopse: Em 2073, na remota e fascinante ilha Bendita, há rumores de que ninguém envelhece e de que não há crianças. O jornalista Eric Sete desembarca na ilha para investigar esse mistério. Depara-se, então, com Merle, uma jovem e linda garota. E Eric tem a estranha sensação de que ela sempre habitou seu coração e de que estava destinado a encontrá-la. Mais uma vez.
"A ilha das sete luas" é uma história de amor e mistério que ultrapassa o tempo, o espaço e a própria vida. Uma narrativa de horror e beleza, ternura e sacrifício.

Biografia: Marcus Sedgwick nasceu e cresceu em East Kent, no sudeste da Inglaterra. Atualmente vive nos Alpes franceses. Além de escritor é ilustrador e músico.
É vencedor de muitos prêmios, mais notavelmente o Michael L. Printz Award (A ilha das sete luas), o Booktrust Teenage Prize e o Blue Peter Book Award. Seus livros foram selecionados para mais de quarenta outras premiações.
Atualmente, trabalha em projetos de filmes e de livros com seu irmão, Juliam, bem como em uma graphic novel com Thomas Taylor. 


"- Eu viverei sete vezes, e vou procurar por você em cada uma delas. Nós sempre estaremos juntos.
(...)
- Vou procurar por você e vou amá-la em cada uma delas. Você me seguirá?" (p. 257)

Ano 2073. Eric Sete chega na ilha Bendita com a missão de investigar rumores de que ninguém envelhece na ilha e de que lá não há crianças.E também sobre a Orquídea Dragão Bendito, ou Orquídea Drácula, uma flor rara com propriedades benéficas.
Em sua chegada, conhece Merle e Tor. Encanta-se com ela e incomoda-se com ele.
Tor é o guardião da ilha, um senhor de idade avançada, bastante misterioso. Ele oferece a Eric uma casa para que possa se hospedar pelo tempo que permanecer na ilha, pois lá não tem hotel nem nenhum outro meio de hospedagem.  
Merle, também misteriosa, demonstra seu interesse por Eric, mas por conta de Tor é obrigada a manter-se afastada dele.
Os dias vão passando, Eric começa a investigar mas não chega a nenhuma conclusão. Coisas estranhas começam a acontecer, seus pensamentos ficam nublados, ele começa a esquecer detalhes importantes e fica meio perdido sem saber o que fazer. Quando enfim volta a si, leva a investigação mais a fundo até que descobre algo que os ilhéus queriam manter em segredo. Irritados pela descoberta de Eric, encontram um meio de puni-lo e então ele sofre as consequências por sua descoberta.

Eric é um personagem decidido, passa a vida viajando, investigando histórias pelo mundo. Não tem amigos. Sem raízes, sem amigos, não tem ninguém esperando por ele. Desde o primeiro momento em que bateu os olhos em Merle, sentiu que havia uma ligação entre eles, algo que não sabia como explicar.

"(...) Ela é mais do que bonita, é o que ele pode dizer, mas não é isso o que o cativou. É simplesmente o rosto dela, seus olhos. No momento em que ele os viu, algo se encaixou. Ele percebeu, de súbito, o que era. Ele reconheceu o rosto dela. Como se visse uma velha amiga, há muito esquecida, e aquilo disparou alguma outra coisa dentro dele. Um pensamento que o incomodava." (p. 19)

"Ele nunca havia estado ali e, no entanto, sente que já se encontrou antes com Merle; também existe aquela outra sensação que, de algum jeito, o perturba ainda mais.
Por que, pensa ele, eu tenho a impressão de que voltei para casa?" (p. 21)

Merle parecia saber mais coisas do que demonstrava. Dava pistas e dizia coisas que ele não conseguia interpretar com clareza. O tempo todo fiquei em dúvida se ela estava contra ou a favor de Eric.

"- Nem que eu tenha que esperar por um ano e um dia, que mover as montanhas, que atravessar os rios do submundo, eu vou encontrar um jeito de estarmos juntos de novo." (p. 191)

Gostei muito da construção dos personagens, onde cada um apresenta características únicas e marcantes. Destaque para Tor, o guardião; Edward, o arqueólogo; David, um soldado da guerra; Eric, um velho pintor; e Tor, tio de Melle e Eirik.

No início achei a narrativa bastante corrida, o que acabou me incomodando. Mas no decorrer da história, vi que a trama em si ia além da viagem de Eric à ilha Bendita, havia muito mais a ser contado.
Narrado em terceira pessoa, o livro é dividido em sete partes e cada uma conta uma história diferente. As histórias se interligam e se passam em anos diferentes, começando do presente em 2073 e voltando para o passado, 2011, 1944, 1902, 1848, século X. Gostei muito desse estilo de narrativa, o retroceder da história nos dá uma visão dos fatos por outro ângulo, primeiro conhecemos fatos atuais, para depois conhecermos o que levou à tais circunstâncias e por último o desfecho da história.

"- Você ainda não respondeu minha pergunta - disse ele. - Que tipo de animal eu sou?
(...)
- Um que vai causar a minha morte." (p. 183)

À primeira vista pode parecer uma história confusa, mas acredite, não é. Mesmo com tantas reviravoltas, a maneira como os fatos se entrelaçam e a narrativa é construída, é impressionante. Eu não posso escrever nada além do que escrevi, pois não quero correr o risco de dar nenhum spoiler. Só lendo para entender a intensidade da história.

A ilha das sete luas possui uma trama envolvente e surpreendente, com muito mistério, amor, tragédia e sacrifício. Uma história sobrenatural onde o amor e o destino prevalecem.

A capa tem a ver com a história. No início de cada uma das sete partes do livro há uma ilustração, que tem a ver com o assunto da história. Folhas amareladas, fonte em bom tamanho e ótimo espaçamento. Uma edição simples com detalhes caprichados.






Recomendado!

Beijos. ;)
http://literalizandosonhos.blogspot.com.br/2016/04/top-comentarista-18-abril2016.html









21 comentários:

  1. A diagramação do livro é linda, os personagens parecem ser bem construídos e marcantes, todos importantes para a trama, achei muito interessante a premissa do livro, parece ser bem gostoso de ler e acompanhar a viagem do personagem, confesso que achei mesmo a história bem confusa, mas acredito que os fatos se juntam no final, amo mistérios e espero conferir a trama

    ResponderExcluir
  2. Olá, Li.
    É um livro bem incomum, sem dúvidas. A premissa é bem diferenciada e fiquei bastante curioso com o mistério. Ademais, quero entender melhor esse relacionamento dos protagonistas.
    Gostei basante da resenha. Darei uma chance para a obra.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de abril. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, por mais que a capa tenha a ver, eu nunca ia imaginar. Parece uma coisa mais fofa e infantil, totalmente diferente. Fiquei cuirosa!

    ResponderExcluir
  4. quando eu vi pela primeira vez esse livro, eu achei q era uma coisa totalmente diferente um história fofinha e/ou infantil. mas, pelo jeito eu estava totalmente errada.
    adoro histórias com mistérios, e tb com essa narrativa não linear que passeia no tempo para explicar o que aconteceu
    fiquei ainda mais curiosa quando vc disse que os personagens são únicos.
    definitivamente mais um para a minha lista

    ResponderExcluir
  5. Quando vi esse post a primeira cois que me chamou a atenção foi a capa, que é muitooo fofa. Gostei da resenha além da capa, queria ler pra ver qual é o segredo e como acaba a história de Melle e Eric. Achei a capa linda, mas mesmo lendo a resenha não entendi o que ela tem a ver com a história, esses coelhos só me deixaram confusa, mas pelas imagens dos capítulos, ele parece ser um caçador o que faz sentido. Gostei dos desenhos no início de cada capítulo também.

    ResponderExcluir
  6. Que história diferente. Nunca li nenhuma sinopse assim. Gosto de livros que chamam minha atenção logo pela sinopse.
    Achei a historia intrigante, é como se eles sentissem algo de outros tempos não é ? Alem da estranha característica da ilha. Fiquei bem curiosa.
    Boa noite!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Li!
    Curto bastante histórias sobre um amor que ultrapassar a linha do tempo, geralmente são histórias que sempre me emocionam; também curto histórias de mistérios e achei curioso o estilo da narrativa, retrocedendo na história... interessante isso, nunca tinha visto uma narrativa nesse estilo...
    Valeu pela dica!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  8. Olá, Li.
    Eu não conhecia esse livro ainda, mas é claro que já me interessei por ele. A edição parece estar muito bem feita e a história é bem o que eu gosto de ler. Já anotei na lista de futuras leituras.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Olá, Li.
    Eu não conhecia esse livro ainda, mas é claro que já me interessei por ele. A edição parece estar muito bem feita e a história é bem o que eu gosto de ler. Já anotei na lista de futuras leituras.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Eu ainda não conhecia esse livro, mas já fiquei bastante curiosa! Achei a premissa bem legal e fiquei me perguntando o que vai acontecer com o Eric. Gostei muito do fato da narrativa ser divida em partes e que cada uma se passa em um ano diferente e elas acabam se interligando (acho que isso deve deixar a leitura bem envolvente). Gostei muito da resenha e já adicionei esse livro na minha "pequena" lista. E a diagramação, com esses desenhos, parece maravilhosa. Beijo!

    ResponderExcluir
  11. Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas amei sua resenha, é bem o tipo de livro que gosto.
    Amoooo esses suspenses que o investigador participa, entra adentro do "que" que está senso investigado.
    E por se passar numa ilha também me agrada. Pois amo ilhas, sempre quis ir à uma kkkkk mas não sozinha!!! rsrs
    bjooos

    ResponderExcluir
  12. Oi Aline amei a sinopse o livro parece ser daqueles que prendem a gente do começo ao fim e tem tudo que eu gosto em um livro, romance, mistério e etc, a diagramação do livro é linda com certeza vou ler, obrigada pela dica e como sempre sua resenha está maravilhosa bjs.

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Faz um tempo que vi esse livro e a capa logo me deixou curiosa, lendo a resenha o livro me surpreendeu positivamente achei a historia diferente e bem misteriosos principalmente por o personagem investigar mais de um mistério, fiquei curiosa para que lado essa historia ira levar e quero ler !!

    ResponderExcluir
  14. Gosto de livros assim, com mistério, mas já li resenhas negativas desse. Mas pela sua resenha me pareceu um bom livro, acho que iria gostar de ler.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  15. Uma capa incomum para uma história igualmente diferente , pelo que pude notar na resenha. A princípio,pensei até tratar - se de uma obra infantil, o que obviamente não é. Com certeza, tem uma diagramação linda, mas ,apesar disso é de ter achado o enredo bem interessante, acho que não leria ,simplesmente por causa do gênero: fantasia.

    www.emcadapagina.com

    ResponderExcluir
  16. Olha só, que livro interessante. Achei bacana a sinopse dele e penso que iria gostar de ler. Mesmo que tenha lá esses momentos corridos parece que vale a pena. E a diagramação está muito bonita, adorei as fotos! Deu vontade de conferir =D

    ResponderExcluir
  17. Oi Aline.

    Gostei bastante da resenha, também não sou muito fã quando os autores começam a maratona de corrida para terminar a estória.
    O livro me pareceu ser ótimo, a narrativa bem interessante, os personagens bem devolvidos no decorrer da trama.
    Todo esse mistério envolvendo a Ilha, gostei bastante.
    Irei ler com certeza.

    ResponderExcluir
  18. Ih, não gostei dessa capa não rs
    Acho que esse é um livro que não me chamaria a atenção. Confesso que achei a história um pouquinho confusa. Isso de retroceder o tempo na história nunca tinha visto antes, geralmente é ao contrário né rs
    Mas até que a história é bem interessante, uma ilha que as pessoas não envelhecem, fiquei curiosa para desvendar o tal mistério que você citou. Grande dilema. Ler ou não ler?

    ResponderExcluir
  19. Nossa que história interessante e intrigante. Amo histórias que se passam no futuro, acho legal imaginar como será daqui a alguns anos e esse mistério das pessoas não envelhecerem? Achei a história meio mirabolante e isso me atraiu. Fiquei curioso.

    ResponderExcluir
  20. Completamente intrigante. Começando por essa capa, que além de linda trás uma sensação de mistério, que tem algo escondido nela, um significado como você disse. A sinopse também é bem curiosa, desperta o interesse com todo o mistério. A resenha me deixou ainda mais curiosa, o que diabos tem nessa ilha e seus moradores? E essas lebres sinistras? Eu já quero comprar!

    ResponderExcluir
  21. Saudações Lady Aline,

    A proposta parece bastante interessante! Achei a construção e os argumentos bem estruturados. Não está exatamente na minha lista, mas ele vai aparecer em algum momento!

    Venha visitar o Castelo
    Att Ana P. Maia ♛ The Queens Castle

    Resenha: Trevo de 4 Folhas
    Leituras prioritárias pós-Bienal

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Arquivo do blog

Publicidade