segunda-feira, 4 de abril de 2016
34

[RESENHA] Mar da Tranquilidade - Katja Millay

Lido em: Março/Abril/2016
Título: Mar da Tranquilidade
Autor: Katja Millay
Editora: Arqueiro
Categoria: Young Adult / Drama
Ano: 2014
Páginas: 368
ISBN: 9788580413250
Onde comprar: Submarino  ||  Livraria Cultura
Skoob



Sinopse: Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar. Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele.
A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida.
À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer.

Biografia: Katja graduou-se com honra em produção de televisão na universidade de Nova York, na escola de artes e trabalhou como produtora de TV, e como professora de estudo de filmes e roteiros. Seu romance de estreia foi vencedor de diversos prêmios e nomeado o melhor livro de 2013 pelo School Library Journal. Ela vive atualmente na Florida com sua família. 



Dolorosamente lindo!

Aos quinze anos um incidente muda tragicamente a vida de Nastya. Lhe roubaram seus sonhos, sua identidade e sua fala. Hoje, dois anos e meio depois, ela decide deixar sua cidade natal, sua família e ir morar com sua tia Margot. Tudo para tentar afastar o passado.
Em sua nova escola, no último ano do ensino médio, ela chama atenção pelas roupas pretas, curtas e decotadas e a maquiagem pesada. Assim ela espera manter as pessoas afastadas de quem ela realmente é e poder ficar sozinha com seus fantasmas.
Logo no primeiro dia de aula, Nastya se depara com um garoto solitário, sentado, como se tivesse um campo de força ao seu redor. Em meio à agitação, a solidão dele lhe chama atenção.

"Pessoas que nunca passaram por merda nenhuma sempre acham que sabem como você deve reagir ao fato de sua vida ter sido destruída. E aquelas que passaram por situações complicadas acreditam que você deveria lidar com as dificuldades do mesmo jeito que elas. Como se existisse um roteiro preestabelecido para sobreviver ao inferno." (p. 29)

"(...) fui arrancada da água, arremessada e estilhaçada em mil pedaços que não tenho mais como juntar. Nem sei onde foram parar. E há tantos pedaços faltando que os que restaram não se encaixam mais." (p. 129)

Nastya é linda, inteligente, complicada e misteriosa, um verdadeiro enigma, daqueles que todos pensam que desvendaram, mas na verdade estão bem longe decifrar. A autora soube moldar muito bem a personagem, criando uma protagonista intensa, com medos, defeitos e traumas reais. Tudo o que Nastya faz é tentar mascarar quem ela realmente é, ou quem ela se tornou. Ninguém a enxerga como ela é, exceto uma pessoa.

"(...) Às vezes é mais fácil fingir que não há nada de errado do que encarar o fato de que está tudo errado, mas não podemos fazer nada." (p. 136)

Josh também tem suas tragédias particulares. A vida não o poupou. Apesar de todas as suas perdas, aparentemente ele vive bem, mas é sozinho, antissocial, tem a carpintaria como refúgio e apenas Drew como amigo. Até Nastya entrar em sua vida.

O envolvimento entre Nastya e Josh se dá aos poucos, gradualmente. O modo como eles vão se conhecendo, se entregando, é lindo de se ver. Não é aquela paixão avassaladora, é amor, entendimento, aceitação. Duas metades que precisam se encontrar e se aceitar, antes de serem inteiras. Mar da Tranquilidade não é uma história de amor, ou melhor, não é só uma história de amor. Muito mais do que um drama adolescente, é um livro sobre a vida e suas segundas chances, principalmente aquelas que nós mesmos temos que nos dar.

"(...) Eu não me sinto desconfortável por observá-lo. Ele também me observa. Temos um acordo não declarado : eu o deixo me olhar; ele me deixa olhá-lo. Nunca chamamos atenção para isso. É um presente que damos um ao outro. Nada de condições, nada de expectativas, nada de ler nas entrelinhas. Somos como um mistério. De repente, se eu conseguir desvendá-lo e ele me desvendar, a gente possa se explicar para o outro. Talvez seja disso que eu esteja precisando. De alguém que me explique." (p. 158)

"(...) Eu preciso muito dele. Não quero estragar tudo. Já é ruim o suficiente que meu cérebro seja uma pocilga; nem imagino o inferno que meu coração seria se ele não estivesse dentro dele." (p. 247)

"- (...) você me salva todos os dias." (p. 352)

Personagens muito bem construídos, com personalidades marcantes e reais. Adorei os protagonistas, cada um com sua dor, suas tragédias e sua forma única de lidar com tudo. Josh é um lindo, ainda mais quando chama Nastya de "Flor do Dia". Entre os secundários, destaque para Drew, o pegador, amigo de Josh, é muito mais do que parece ser; Clay, o garoto artista do colégio; e Sra. Leighton, mãe de Drew.

Narrado em primeira pessoa pelo ponto de vista dos protagonistas, a autora nos presenteia com uma história densa e uma narrativa quase poética. Com uma riqueza de detalhes, os personagens saltam das páginas. A dor é quase palpável, podemos sentir suas angústias. A história tem uma intensa carga emocional e psicológica, muito bem trabalhada pela autora.

Amizade, companheirismo, dor, aceitação, perdão, amor, superação e segundas chances. Mar da Tranquilidade não é somente uma ótima leitura, é um livro para sentir. A história nos toca de tal maneira que nos faz pensar nela por um bom tempo após o término da leitura. Com certeza é um livro que me acompanhará por toda a vida.

A capa não me agradou tanto, mas tem a ver com a história, assim como o título. A diagramação é simples, fonte em bom tamanho e boa revisão.



Mais do que recomendado!

Beijos. ;)
http://literalizandosonhos.blogspot.com.br/2016/04/top-comentarista-18-abril2016.html










34 comentários:

  1. Oi, boa noite!
    Eu adoro esse estilo de livro, sempre acho que me prendem do inicio ao fim, e pela sinopse desse com certeza não seria diferente. Como você citou, pela capa eu não o leria, achei sem criatividade. Mas o bom é não julgar não é ?
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. A resenha me deixou instigada, uma história de amor de duas pessoas que precisam de apoio e se encaixam
    Achei legal esse livro, eu achei a capa linda, quero saber a história

    ResponderExcluir
  3. Quando vi a capa do livro não pensei que seria uma história que eu gostaria de ler, mas pela sua resenha fiquei bem curiosa com o livro. Adoro histórias assim, com grande carga emocional e que não fazem um drama clichê adolescente. Tenho certeza que esse é um livro muito bom.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  4. Nossa que lindo.
    Confesso que quando vir esse livro, pela primeira vez não dei muita importância não, pensei que seria apenas mais um livro chato e clichê, que me faria perder tempo, e me ficaria bastante entediada.
    É apesar de ainda achar o livro clichê, e não gostar de drama adolescente ele com certeza já me ganhou.
    Como pessoas tão jovens podem sobre tanto?.
    Eu necessito desse livro, amei a resenha você conseguiu mudar meu conceito em relação a um livro, e olha que isso dificilmente acontece.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Li.
    Pela capa julguei ser um livro totalmente diferente. Nunca iria imaginar personalidades tão marcantes e um desenvolvimento tão bom pela capa. Acho que ela foi mal escolhida. Dá a ideia de mais um romance clichê e sem profundidade.
    Interessei-me pelo livro devido aos mais diversos temas abordados e pela profundidade dos protagonistas. Gosto de obras que tratam sobre segundas chances.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de abril. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  6. Parece ser um livro que esbanja sentimentos e lições. Todo mundo fala super bem de Mar da Tranquilidade, a escrita da autora aparenta ser poética, delicada e ao mesmo tempo intensa. Os personagens também parecem ser construídos de forma excepcional, fiquei super curioso com a leitura! Abraços :D

    ResponderExcluir
  7. Li em ebook no ano passado e me apaixonei pelo livro. Além de ter uma capa linda, possui um enredo que toca ao coração.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. Nossa eu estou louca para ler esse livro e prentendo lê-lo nesse mês depois das provas e trabalhos, fiquei feliz ao ver a resenha dele e que você gostou. Também não me agradou muito a capa, mas gostei mais da sinopse e agora lendo sua resenha estou mais anciosa para lê-lo, espero muito em breve poder, além do mais que parece ser daquele tipo de livro que além de sentirmos as emoções dos personagens, ele nos prende fazendo que não queiramos parar de lê-lo até terminar a última folha.

    ResponderExcluir
  9. esse livro sempre me passou uma vibe de new adult, por causa da tragédia de ambos protagonistas.
    Josh pra mim sempre foi bem misterioaso.
    Quando li esse livro achei ele lindo, gosto de livros que abordam amizade, dor, perda e como as pessoas lidam com isso.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  10. Esse é um livro que já li diversas resenhas e todas até agora falam de como ele consegue emocionar o leitor, de como seus personagens acabam os conquistando por inteiro, o que me deixa muito curiosa, principalmente para saber quais são os respectivos traumas que afetam tanto os protagonistas e que os tornam quem são. As resenhas apresentam uma profundidade encontrada na história que não esperaria se fosse julgar somente pela sinopse ou capa, e isso acaba deixando minhas expectativas um pouco altas. Espero não me decepcionar.
    Abraços

    ResponderExcluir
  11. Eu estou louca para ler este livro, e cada vez que leio uma resenha fico agoniada, pois ainda não consegui ler. Espero mudar isso em breve.
    Ver o quanto o livro é marcante, só me faz deseja-lo ainda mais.

    Beijinhos...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Deade seu lançamento ,eu tenho MTA vontade de ler esse livro mas, ver que se trata de um drama e ler suas palavras que se trata de uma história " dolorosamente linda " me deixou um pouco receosa quanto se devo msm o ler . Entretanto, prosseguindo a resenha ,já me senti conectada á protagonista é me vi querendo saber mais da tragédia pela qual passou.
    Então, Mar da Tranquilidade ainda está na minha wish list ,graças a sua resenha instigante. Parabéns!

    www.emcadapagina.com

    ResponderExcluir
  13. Eu adorei a estória! Eu adoro um dramalhão, choro com personagens sofridas, ainda mais "dolorosamente". A capa é linda, não sei por quê as pessoas estão falando mal...Pela capa eu julgo duas almas em contra luz. Enfim, a resenha está detalhada mas sem spoilers, coisa que eu prezo muito. Obrigada pelo lindo trabalho! bjos

    ResponderExcluir
  14. Olá, Aline.
    Diferente de você, eu amei essa capa. Compraria só por causa dela. Adorei essa ilusão de ótica. E quanto a história me pareceu ser linda mesmo e é um livro que está na minha lista de desejados porque tenho muita vontade de ler. Adoro livros assim que acabam com a gente e as vezes até ficamos com ressaca literária, mas vale a pena.

    ResponderExcluir
  15. Estou pensando em comprar esse livro, e ia vim aqui no seu blog procurar resenha dele. Achei que já tinha feito.
    Que surpresa, vim aqui e ter a resenha dele. Amei.
    Fico feliz também, pela resenha ter sido positiva. Agora com certeza irei comprar, sem medo.
    Ficou ótima a sua resenha.

    ResponderExcluir
  16. Como sempre a Arqueiro trazendo ótimos livros para nós leitores. Com certeza será mais um livro da editora que vou comprar e espero amar a leitura. ótima resenha e obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  17. Oi Aline,eu não conhecia essa escritora, eu achei a sinopse incrivel o livro parece ser lindo e a historia dos dois parece prender a gente do começo ao fim, fiquei curiosa em relação ao livro e já coloquei na minha lista de leitura bjs.

    ResponderExcluir
  18. Diferente de você a capa foi uma das coisas que mais me chamou atenção nesse livro, mas quando soube que era um drama decidi adiar a leitura, não estou numa fase boa para esse estilo. Mas tenho lido tantas resenhas positivas sobre ele, desde seu lançamento, que fico cada dia mais curiosa.
    Parabéns pela leitura e pelo texto cheio de impressões e argumentos interessante.
    Valeu pelo incentivo. Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  19. Saudações Lady Aline,
    Só vejo críticas positivas sobre esse livro. Mas ainda assim, tenho medo de começá-lo, prevendo aquela ressaca literária.
    A curiosidade é um ponto forte aqui: quero muito saber o que aconteceu com a protagonista para fazê-la querer sair da cidade natal e ir morar com a tia...

    Venha visitar o Castelo
    Att Ana P. Maia ♛ The Queens Castle

    Resenha: Magimakia
    Resenha: A odisseia de Tibor Lobato
    Lançamentos Abril - Grupo Editorial Pensamento
    Confira ainda as promoções especiais para Bienal do Livro de Minas Gerais

    ResponderExcluir
  20. Eu tinha muita vontade de ler esse livro, até que finalmente esse ano eu conseguir ler. E confesso que foi uma grata surpresa. Realmente, é lindo de se ver como o relacionamento de Josh e Natya vai ganhando forma, e achei muito legal que isso não foi de uma hora pra outra, foi algo progressivo, natural. Também amei os personagens secundários, principalmente o Drew, e não tem como não ficar encantada com ele. Eu amei esse livro por n motivos, e durante muito tempo ele não saiu da minha cabeça.
    Gostei muito da resenha, e é uma pena que essa capa não te agradou, eu gosto muito dela. Beijo *-*

    ResponderExcluir
  21. Sempre achei a capa desse livro muito linda. A história também não fica atrás, mas, infelizmente, ainda não o li. E olha que sou parceira da editora, e não sei por qual razão não solicitei, adorei a resenha e só aumentou minha vontade de conhecer mais.

    ResponderExcluir
  22. Dolorosamente lindo mesmo! Que história! Me arrependi de não ter lido antes. Consegui pegar no mês que passou e fui ler graças às resenhas magnificas que vi dele. Só elogios tem que tem um porquê né! E que trama linda, adorei a forma como ela escreveu e criou personagens intrigantes, emotivos e que fazem você sentir o que eles sentem, querer saber o que aconteceu. Ela soube colocar uma agonia em certas cenas que era de apertar o coração na hora de ler. Sensacional! Uma livro bonito e sensível, favorito pra vida toda *-*

    ResponderExcluir
  23. não sei... parece ser uma história muito bonita, mas como é drama, eu fico meio pé atrás de iniciar esse leitura agora. mesmo com as várias lições de vidas, às vezes acaba funcionando o contrário. assim q eu estiver melhor comigo mesmo vou conferir essa história linda

    ResponderExcluir
  24. Oi, Li!
    Confesso que a trama de Mar da tranquilidade não despertou meu interesse, acredito que é porque não curto Drama/Young Adult, fujo de história onde os protagonistas possuem passados trágicos iguais o da Nastya e o do Josh, histórias com intensa carga emocional e psicológica sempre me dão uma baita de uma ressaca literária, por isso raramente as leio...
    Mas amei os quotes, principalmente o primeiro.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  25. Olá!

    To lendo esse livro! E estou amando! A autora escreve muito bem, sabe expressar muito os sentimentos dos personagens.
    O romance entre Natsya e Josh é tranquilo, sem pressa, uma coisa linda!
    O Drew está me surpreendendo muito, pois pensei que ele era um completo babaca haha
    Mas ao contrário de você, achei a capa tão linda <3

    ResponderExcluir
  26. Olá! Ao contrário de você, a capa e o título desse livro me chamaram a atenção desde o início, me deixando curiosa pelo que acontece nele. Adorei as fotos e os quotes do post!
    Acho interessante um livro onde os personagens sejam bem construídos e conhecemos seus dramas particulares, coisas que eles precisam vencer para ficarem juntos.
    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Gostei da ilusão de ótica da capa. Sério, amo livros assim, com uma carga emocional forte e uma escrita poética.
    Despertou minha curiosidade, então entrou na minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  28. Concordo Lii, a capa tbm nao me chamou muito a atençao. Mas a minha amiga leu esse livro e me endoida pra ler tbm. E gostei de conhecer o Drew kkkkk sempre gosto de caras assim. Obrigada pela dica Lii.
    Beeijos

    ResponderExcluir
  29. Estou com esse livro na minha estante faz muito tempo, deve ter quase 1 ano já. No início fiquei super empolgada para começar a lê-lo mas acabou que ele ficou na estante e meio que foi esquecido. Gosto de livros assim que os relacionamentos são construídos aos poucos e conforme a história vai se desenrolando você se apaixona juntinho com os personagens. E adoro esse clima cheio de dramas. Lendo a sua resenha voltei a ter vontade de ler esse livro que há tempos estava esquecido na minha estante. Fora que ele é super elogiado pela Colleen Hoover, uma das minhas autoras preferidas.

    ResponderExcluir
  30. Aiii mais um livro que PRECISO ler!!
    Amo dramas adolescentes, ainda mais aqueles bem trágicos e tal, por mais triste que sejam, sempre nos ensinam muito!
    E Mar de tranquilidade sempre tem umas resenhas tão lindas e positivas que fico louca de vontade de lê-lo, preciso conferir essa obra, logo!
    bjss

    ResponderExcluir
  31. Ao contrario de voce que nao gostou da capa foi o que me chamou atenção de cara, achei diferente e bonita e ja fiquei com vontade. Esse livro já esta na minha wishlist e agora fiquei com mais vontade, parece ser aquele tipo de livro tocante, lindo, pra ler e refletir que faz voce querer que o livro nao acabe, ne?

    ResponderExcluir
  32. Oi!
    Faz um tempo que estou com esse livro para ler mas sempre acabo colocando outras leituras na frente, mas lendo a resenha tenho que ler esse livro, parece ser uma historia linda, emocionante e principalmente real, fiquei curiosa sobre a escrita da autora e com certeza irei ler esse livro !!

    ResponderExcluir
  33. Estava super empolgado para ler este livro, mas hoje vi um spoiler dele e acabei desanimando um pouco. Ainda estou curioso, pois adoro este tipo de trama, onde os personagens tem problemas, e conseguem encontrar um no outro algum apoio, mas nada muito empolgante como antes.

    ResponderExcluir
  34. Olá Aline tudo bem, sou doida para ler esse livro, depois de ler a sua resenha fiquei ainda mais entusiasmada, eu gostei da capa do livro e a história é comovente. Espero mesmo ter uma oportunidade de ler esse livro. Bjkas

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, 36 anos, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, 31 anos, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Arquivo do blog

Publicidade