segunda-feira, 25 de abril de 2016
25

[RESENHA] O Lado Feio do Amor (Ugly Love) - Colleen Hoover

Lido em: Abril/2016
Título: O Lado Feio do Amor (Ugly Love)
Autor: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Gênero: New Adult / Drama
Ano: 2015
Páginas: 336
ISBN: 9788501105738
Onde comprar: Submarino  ||  Saraiva
Skoob




Sinopse: Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo... apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor.O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.

Biografia: Colleen Hoover nasceu 11 de dezembro de 1979, em Sulphur Springs, Texas. Ela cresceu em Saltillo, Texas, e formou-se a partir de Saltillo High School, em 1998. Em 2000, ela se casou com Heath Hoover, com quem ela já tem três filhos e um porco chamado Sailor. Hoover formou na Texas a & M-Commerce com uma licenciatura em Serviço Social. Ela trabalhou vários trabalhos de ação social e de ensino, até que ela começou sua carreira como escritora.
Em novembro de 2011, Colleen começou a escrever seu primeiro romance, sem nenhuma intenção de ser publicado. Ela foi inspirada por um poema lírico, "decidir o que ser e ir ser isso", a partir de uma canção Avett Brothers "Cabeça cheia de dúvidas / estrada cheia de promessas". Devido a isso, ela incorporou letras Avett Brothers em toda a história. Depois de alguns meses, seu romance foi revisado e dado 5 estrelas por grande blogger de livros, Maryse Preto. Com isso, as vendas aumentaram rapidamente, e por insistência dos fãs, teve sua sequela, Pointo de Retreat, ambos na lista New York Times Best Seller. 

Mais uma da série: AMEI o livro e não tenho nem ideia de como escrever essa resenha.



MARAVILHOSO! 

"(...) Se eu fosse capaz de amar alguém... esse alguém seria você." (p. 263) 

Tate Collins tem vinte e três anos e mora em San Diego. A fim de fazer mestrado em enfermagem, ela se muda para São Francisco, onde morará provisoriamente com seu irmão Corbin, até que consiga um trabalho. Quando chega de mudança, após viajar por várias horas, dá de cara com um bêbado desconhecido desmaiado na porta do apartamento do irmão. Após muitas tentativas de tirá-lo de lá para que pudesse entrar, sem saber o que fazer ela liga para o irmão, que é piloto e está fora à trabalho. Corbin lhe diz que o bêbado é Miles Archer, seu vizinho e amigo. A primeira impressão não é das melhores, e no dia seguinte, Miles com seu jeito sério e frio de ser, piora isso um pouco mais.
Por serem vizinhos, e Miles ser amigo de seu irmão, eles acabam se aproximando, a atração física que ambos sentem, aumenta cada vez mais e eles acabam se envolvendo.

Tate é inteligente, decidida, gentil e divertida. Ela não faz o estilo mocinha boba e inocente, pelo contrário, sabe o que quer e luta pelo que deseja. Muita gente pode não gostar muito de suas atitudes no relacionamento com Miles. Mas me agradou bastante, eu vi nela uma mulher que quer estar perto do homem que a está conquistando, que aceita as regras por ter uma pontinha de esperança de que algo possa mudar, mesmo sabendo que tudo pode não acabar bem. Resumindo, ela dá a cara à tapa, se arrisca.

Diferente de outros New Adults, onde o protagonista é sempre um bad boy ou um CEO, em O lado feio do amor o protagonista é íntegro, trabalhador e definitivamente não é um pegador. Miles tem vinte e quatro anos, é piloto de avião e mora sozinho. Tem olhos misteriosos que não revelam nada, como se tivesse uma barreira erguida em torno de seus pensamentos e sentimentos. Não gosta de falar sobre seu passado e se esquiva de perguntas. Por conta de um acontecimento do passado, se fechou completamente para relacionamentos e não consegue seguir em frente. É um personagem sofrido, confuso e bastante complexo. Mas mesmo com toda sua tormenta, é impossível não se apaixonar por ele. Logo no início da história, me encantei, e apesar de não ter gostado de algumas de suas atitudes, no final acabei compreendendo e me apaixonando ainda mais. Mais um amor literário para minha "listinha".

"- O amor nem sempre é bonito, Tate. Às vezes você passa o tempo inteiro desejando que um dia ele mude. Que melhore. E aí, antes que perceba, você já voltou para a estaca zero e perdeu o seu coração em algum lugar no meio do caminho." (p. 172)


"A diferença entre o lado bonito e o lado feio do amor é que o lado bonito é bem mais leve. A pessoa se sente como se estivesse flutuando. Ele ergue a pessoa. Carrega-a consigo.
As partes bonitas do amor fazem você ficar acima do resto do mundo. Elas deixam a pessoa muito acima das coisas ruins, e a fazem olhar para todo o resto lá embaixo e pensar: Caramba. Que bom que estou aqui em cima.
(...) As partes feias do amor não são capazes de erguer uma pessoa. Elas puxam você para baixo." (p. 290)

Quando Miles e Tate se envolvem, combinam que será só sexo, nada além. E ele impõe duas regras:

"- Não me pergunte sobre o meu passado - fala, com firmeza. - E nunca espere de mim um futuro." (p. 94)

No início ela aceita, mas com o tempo isso começa a incomodá-la e então ela percebe que precisa de algo mais do que só sexo. Ainda assim ela continua seguindo as regras impostas por ele.
O relacionamento de Tate e Miles é quente e perturbador. Na cama, a sintonia e a química entre eles é inquestionável. Fora dela, ambos se envolvem mais do que queriam, a diferença é que Tate se deixa levar, Miles luta contra. Enquanto ela queria mais dele, ele não queria tudo que ela poderia lhe dar. Mesmo ciente de que poderia se dar mal e se questionando se deveria continuar ou não, ela continua.


"Sei que quero muito mais do que ele está me dando, e que ele quer muito menos do que quero dar a ele, mas estamos simplesmente aceitando o que temos agora. Tento não pensar no que vai acontecer no dia em que eu não conseguir mais fazer isso. Tento não pensar em todas as coisas que estou sacrificando por ainda estar envolvida com ele" (p. 229)


"Ele rola para ficar de lado e mantém o braço em cima de mim. Ficamos deitados juntos, em silêncio.
Eu, sem querer admitir que acabei de deixar que ele me usasse mais uma vez.
Ele, sem querer admitir que não foi somente sexo.
Ambos mentindo para nós mesmos." (p. 217)


"Nós dois estamos ofegando entre lágrimas. É intenso. É de partir o coração. É arrasador.
É feio.
É o fim." (p. 286)


Uma das coisas que mais me agradam na escrita de Colleen é a construção de seus personagens, sempre muito bem caracterizados e com personalidade únicas. Me identifiquei muito com Tate, por ser muito parecida com ela em diversos aspectos. Miles é apaixonante com toda sua complexidade, ele é maravilhoso! ♥
Entre os secundários os que mais me chamaram atenção foram: Cap, um senhor encantador de oitenta e poucos anos, trabalha no prédio onde Tate e Miles moram; Corbin, com seu jeito estourado e superprotetor; e Ian, melhor amigo de Miles, sempre por perto e companheiro.

Narrativa em primeira pessoa, intercalada entre os pontos de vista de Tate, narrando o presente, e Miles, narrando acontecimentos de seis anos atrás. Com capítulos curtos e uma narrativa envolvente, a leitura flui rapidamente. Devorei o livro sem nem perceber!
Colleen criou uma história marcante, com uma grande carga emocional, como se nos arrancasse pedaços em determinadas partes. Com elementos diferentes dos habituais, a autora criou um enredo original marcado pelo drama.

Atração, segredos, dor, amor, superação, O lado feio do amor é uma história emocionante e intensa. Definitivamente é um livro que abala estruturas, me fez chorar, me fez sofrer e me fez sorrir.

Desde que li Métrica, Colleen se tornou uma das minhas autoras favoritas, mas devo dizer que em O lado feio do amor ela se superou. Quando finalizei a leitura, após vinte páginas chorando, só conseguia pensar "Meu Deus, que história!".  Com certeza se tornou um dos meus favoritos. ♥  Sem contar que estou sofrendo de abstinência de Miles.rs

Toda envernizada e com as gotas d'água em alto relevo, a capa, apesar de simples, me agradou bastante e tem a ver com a história.A diagramação é simples, com ótima margem e espaçamento e boa fonte. As folhas são brancas, mas fiquei tão entretida com a história, que isso em nada atrapalhou.

 



Recomendo! Recomendo! Recomendo! ♥




O lado feio do amor vai virar filme. Por enquanto sem estreia prevista.
Confira abaixo o teaser do filme:



Beijos. ;)
http://literalizandosonhos.blogspot.com.br/2016/04/top-comentarista-18-abril2016.html









25 comentários:

  1. Aaai que tudo ! Sabia que eu ia amaaar esse livro desde a primeira vez que eu olhei a capa e o nome. Mas ate agora não sabia que se tratava de " puro sexo e nada de amor" , agora é que eu gostei mais. Esses livros são tudo a ver comigo, gasto horas lendo esses lindos.
    Boa noite!

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Definitivamente sou fã assumida da Colleen! Ela cria uns personagens sensacionais, e eles tem muita personalidade o que faz as histórias ficarem ótimas! Amei O lado feio do amor, li faz um tempo e já estou pensando em reler. Só que agora na versão física =)

    Parabéns pela resenha!!

    http://www.booksimpressions.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li Collen, mas achei inovador esse NA, pelo simples fato de ter uma pessoa realmente romântica e trabalhadora, espero conferir e amar Collen

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li algum livro do Collen mas eu sinto muita vontade de ler Ugly Love, mês passado até participei de um tc pq valia o livro hahaha, mas acabei não conseguindo, ou seja, ainda não tenho o livro e não li.
    Também achei a capa lindaaaaaaa, mesmo sendo simples, as folhas brancas também não me agradam mas nem ligo mais pra isso(porém prefiro mil vezes a amarela) e espero "devorar" o livro também e amar.
    P.S: Apesar de saber que é uma autora, até hoje quando leio penso que é um autor por causa do nome hahaha.

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro os livros da CoHo, ela é muito maravilhosa, e consegue construir histórias e personagens marcantes.
    Já li Ugly Love (não gostei dessa tradução do título) já faz um tempo e eu simplesmente amei. Concordo em tudo com o que você disse na resenha, e a CoHo passou longe do clichê. Esse é o meu segundo livro favorito dela, e só perde para Maybe Someday (e que finalmente vai ser publicado aqui <3).
    E eu já quero logo assistir essa adaptação! Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Olá, Li.
    Não achei a premissa tão original assim, mas é menos clichê do que a maioria, o que já é um baita ponto positivo. O desenvolvimento também não me surpreende tanto. Acredito que o grande trunfo seja a escrita da autora e também a carga que coloca nos protagonistas.
    Ótima resenha.


    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de abril. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Aline...

    Eu amei a resenha, sou muito fã do livro Ugly Love, esse livro é maravilhoso, me emocionei bastante o lendo, tinha horas que batia o desespero para saber o que fazia o Miles ser tão frio em relação a Tate.
    A descoberta quase me destruí, passei por uma enorme ressaca depois dessa leitura.
    A escrita da Colleen Hoover é muito boa, apesar do livro ser um bom clichê.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Li!
    Ganhei O lado feio do amor mas ele acabou se extraviando, acredita?! Pois é, tive esse azar... Mas ainda pretendo ler esse livro e lendo sua resenha tenho a impressão de que vou amar conhecer a história da Tate e do Miles...
    Prefiro personagens que dá a cara à tapa, que se arriscam igual a Tate, mocinhas medrosas, ingênuas dificilmente despertam minha simpatia...
    Não sei se também irei me apaixonar pela complexidade do Miles mas espero que sim...
    Bjos!

    ResponderExcluir
  9. "Se eu fosse capaz de amar alguem... esse alguem seria você." Meeeu pai, que frase é essa. Só queria pedir para ele me amara e mais nada, pf. Geeente, ameei Li a resenha, mesmo você falando que é da serie que nao sabe como escrever a resenha haha. Veey eu quero muito ler a historia da Tate e do Miles, porque amo pessoas complexas que nem o Miles, amo pessoas frias kkkkk sim, sou louca.
    Beeijos Li

    ResponderExcluir
  10. Eu resenhei esse livro para o blog Em que sou colaboradora e me senti igual você: sem saber o que escrever de tanto que amei o livro rs... Esse foi o primeiro livro que li da Collen e o responsável por me tornar uma fã da,autora.
    Parabéns pela resenha!

    www.emcadapagina.com

    ResponderExcluir
  11. Olá, Aline.
    Fiquei muito feliz lendo sua resenha. Odeio aqueles protagonistas masculinos bad boys que pegam todo mundo. Que bom que esse é diferente. Estou com o livro para ler aqui e já vou ler mais tranquila. E que legal que vai virar filme.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Olá, Aline.
    Fiquei muito feliz lendo sua resenha. Odeio aqueles protagonistas masculinos bad boys que pegam todo mundo. Que bom que esse é diferente. Estou com o livro para ler aqui e já vou ler mais tranquila. E que legal que vai virar filme.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  13. Oiiiee
    Ainda não li esse livro, mas estou curiosa. Colleen escreve muito bem, embora eu não tenha me encantado com Um Caso Perdido, reconheço a qualidade narrativa dela. Por isso, principalmente que quero ler uma nova obra dela.

    ResponderExcluir
  14. Aí esse livro encheu tanto comigo, me envolvi tanto com a história que li em 1 dia. Colleen Hoover é uma diva né, é uma das minhas favoritas até hoje. Tudo que leio dela sempre me surpreendo e nunca me decepciono. Tudo o que ela publicar, eu vou fazer o possível para ler, com toda certeza!
    Estou morrendo de ansiedade para o filme, o ator é do jeito que eu imaginava o Miles mesmo 😍

    ResponderExcluir
  15. Da Colleen só li o Métrica e confesso que não curti muito. Porém, tenho sim vontade de ler outros livros da autora.
    Apesar de não curtir muito livros hot, esse me chamou a atenção, pois toda resenha dele que leio fala sobre como os personagens tem uma história e passado difícil, cativante, bem estruturado.
    Vou querer conferi-lo sim, e espero que logo, rs
    bjss

    ResponderExcluir
  16. Acho que me viciei nesse blog. Tem uma escrita muito cativante.
    Quanto a resenha (maravilhosa por sinal) me identifiquei em alguns pontos com Miles.
    Um grande abraço. <3

    ResponderExcluir
  17. Realmente, ás vezes o livro é muito e nao se sabe como explicar e falar o por quê se deve ler! Mas tem tanta gente falando coisas boas desse livro, nunca li da Collen, mas tneho muita vontade. Esse livro ja ta na minha wishlist.

    ResponderExcluir
  18. eu não li nenhum a collen
    mas eu estou desesperada para ler esse livro, eu quero me apaixonar pelo miles tb! achei bem legal q o casal não é o tipico de NA, mocinha+ cara super hiper mega rico (ou de banda....)
    são tantos elogios q eu tenho q ler para saber se realmente é tão bom qt dizem

    ResponderExcluir
  19. Oi Aline amei a sua resenha, e concordo com você o livro é maravilhoso, a historia do Miller é bem triste tudo o que aconteceu com ele antes de conhecer a Tate me deixou bem emocionada durante a leitura, e a historia de amor da Tate com ele é maravilhosa e vai conquistando a gente a cada pagina o que eu mais gostei é como a historia de como tudo aconteceu com ele é contada e depois como a Tate o ajuda a se recuperar bem o livro é perfeito é uma das minha melhores leituras até agora bjs.

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Quero muito ler esse livro, vi muitos comentários positivos e agora que ira ter o filme fiquei ainda mais curiosa, gostei da historia, fiquei bem curiosa para saber mais sobre o Miller e principalmente seu passado e gostei da Tate também pelo que vi dela na resenha, esse é um livro que está na minha lista de leitura !!

    ResponderExcluir
  21. Gostei bastante da premissa desse livro, mas já vi resenhas negativas sobre ele. Mesmo assim quero ler, pela sua resenha ele parece ser muito bom.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  22. Se tem um livro dela que amei sem condições foi esse. Lindo do começo ao fim, com personagens super bem construídos e únicos mesmo e uma história forte e emocionante. Aquelas partes do passado, a forma poética e crua de contar o que aconteceu...nossa, ficava arrepiada ao ler. Dava um negócio, um aperto no peito e ao mesmo tempo ficava naquela torcida pra dar tudo certo...Ahh, livro perfeito. É isso. Se não o melhor dela com certeza é um dos melhores.

    ResponderExcluir
  23. Li, ainda não li nada da autora, mas você falou com tanto amor que eu fiquei bem balançado porque parece que ela é o tipo de escritora que eu me apaixono facilmente. Na verdade, todo mundo fala bem dessa autora e ainda quero conferir Um Caso Perdido! Espero ler algo dela em breve e ficar tão apaixonado quanto você ficou.

    ResponderExcluir
  24. Não conheci ninguém que não tinha gostado desse livro. Achei perfeito!

    ResponderExcluir
  25. Alguém sabe me dizer se o filme desse livro ja saiu? na internet só acho o trailer e nao acho nenhuma informação a mais sobre o filme.. ele realmente estreiou ou ainda não?

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Arquivo do blog

Publicidade