segunda-feira, 30 de maio de 2016
24

[RESENHA] Sob a Luz dos seus Olhos - Chris Melo

Lido em: Maio/2016
Título: Sob a luz dos seus olhos
Autor(a): Chris Melo
Editora: Fábrica 231 / Rocco
Gênero: Literatura Nacional / Romance
Ano: 2016
Páginas: 320
ISBN: 9788568432341
Onde comprar: Submarino  ||  Saraiva
Skoob





Sinopse: Elisa e Paul são dois jovens cheios de planos e esperanças para o futuro. E quando o destine une os dois, eles sabem que a vida só será completa se estiverem juntos para sempre. Mas, será que existe o tão sonhado “Para sempre” ? Em uma linda história de amor e reencontros, onde doces sonhos e a inocência da juventude são interrompidos pelos caminhos que a vida nos leva, o amor será, acima de tudo, a razão pela qual eles jamais poderão desistir.

Biografia: Chris Melo nasceu em São Paulo. Iniciou a vida acadêmica na área administrativa, na qual permaneceu por dez anos. Abandonou sua promissora e confortável carreira para se enveredar pelos caminhos das Letras. É especialista em Língua Portuguesa e apaixonada por livros desde que descobriu a existência de diversos mundos na estante de sua mãe. É autora de quatro romances e um livro de crônicas.


Simplesmente amor!



Com vinte e três anos, Elisa faz estágio em uma editora britânica com filial em São Paulo. Surge então a oportunidade de fazer intercâmbio na Inglaterra e estagiar na matriz da editora. Ela passará um ano fora, e antes de ir para o seu destino final, Londres, resolve passar alguns dias na cidade de York. Em sua primeira noite, ela resolve ir a um pub e na volta para casa percebe que perdeu suas chaves. Um inglês, que havia chamado sua atenção no pub, corre atrás dela para lhe devolver as chaves que ela desastradamente tinha deixado cair. Eles não trocam mais do que poucas palavras.
Após esse primeiro contato eles se veem algumas vezes pela cidade, mas nunca conversaram de fato, não sabiam nem o nome um do outro.
O último contato acontece quando ela está de partida para Londres e eles se encontram na estação ferroviária. Mais uma vez ele a "salva" de seu jeito desastrado. Após trocarem algumas palavras, ela parte, ele fica.
Alguns meses depois, em Londres, ela o encontra em frente à casa de sua família inglesa e então descobre que ele é filho da família que a está abrigando. Coincidência? Acho que não, para mim isso é destino.

Eles começam a se conhecer, se dão bem, têm gostos parecidos, estão sempre juntos. Envolvidos cada vez mais, não resistem um ao outro e começam a se relacionar. Estão felizes, vivendo o melhor momento de suas vidas, quando Paul, que é ator iniciante, consegue um papel importante em um filme e precisa ficar alguns meses fora. Nesse meio tempo, Elisa precisa voltar às pressas para o Brasil, mas não conta o verdadeiro motivo para Paul, por receio de que ele desperdice a maior chance de sua carreira por causa dela. Eles se afastam e o relacionamento termina. Ele sem entender o que aconteceu, ela com o coração partido.

Seis anos depois, Paul é um ator famoso internacionalmente, Elisa é editora em uma revista feminina e já escreveu um livro. Ele está de passagem pelo Brasil e resolve procurá-la. Tudo que estava adormecido vem à tona novamente.

"A presença dele é fácil pra mim. Nenhum de nós precisa pensar muito, nem ensaiar nada. Eu simplesmente sou o que sei ser. Eu somente existo." (p. 55)

Forte. Não consigo pensar em outra palavra para definir Elisa. Ela é o tipo de protagonista que passa por todo tipo de provação, e quando a gente acha que ela não vai mais suportar, ela vem e nos surpreende. Dona de uma personalidade centrada, ela aprende com Paul a seguir e ouvir seu coração, o que acaba sendo fundamental em um dos momentos mais importantes de sua vida. Quando tudo mostrava o contrário, ela resolve ouvir seu coração, e mesmo com todos duvidando, ela persiste no que acredita ser o certo.

"(...) O destino me parece um garoto mimado jogando dados com minha vida." (p. 115)

"(...) As palavras sempre falham quando tentamos fazer alguém entender o que acontece dentro de nós, pois alguns sentimentos, sensações e certezas não possuem nome, apenas pulsam, existem e nada mais. Falar, na maioria das vezes deixa tudo banal, pequeno e incompreensível. Quando se trata do que sinto, ainda mais pelo Paul, prefiro apenas sentir." (p. 166)

"Adormecemos enlaçados prometendo que poderíamos perder tudo, menos um ao outro. Tudo pode ser diferente, menos a gente." (p. 195)

Paul é inteligente, gentil, carinhoso e romântico. Visto pela família como boêmio, ele tem espírito livre, não cria raízes. Quando conhece Elisa, se deixa levar pelas emoções, se entrega de cabeça, sem pensar nas consequências.

Elisa é mais pé no chão, e Paul, sonhador. Eles se completam e se entendem. Tornam-se porto seguro um do outro.
O romance entre os dois se desenvolveu de forma gradativa, aos poucos, nada forçado. Tornaram-se amigos antes de serem amor. Tudo que compartilharam, todos os momentos antes de ficarem juntos foram fundamentais para que o amor tenha se tornado o que se tornou. Simples, sincero e verdadeiro. A ligação entre eles é inquestionável. É uma relação de carinho, amor, admiração e, principalmente, respeito.

"- Não sei o que é, mas tem uma parte minha que só faz sentido quando estou com você. Parece que a peça que falta está sempre com você, porque é só quando estamos perto que tudo se completa." (p. 70)

O amor e sua infinitude. A história de Elisa e Paul é puro amor. Aquele amor que faz a pessoa querer melhorar, mas que independente de qualquer coisa, sabe que é aceita do jeito que ela é, com todos os seus defeitos. Aquele amor que é casa, que traz a segurança que nenhum outro lugar do mundo oferece. Aquele amor que completa um ao outro. Aquele amor que passe o tempo que for, nunca deixará de ser amor.

Assim como os protagonistas, os personagens secundários foram muito bem construídos, e os que mais me agradaram foram: Carol, a melhor amiga de Lisa; e Philip, irmão de Paul, ambos de extrema importância para a história.

A história é narrada em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Elisa, e um capítulo pelo ponto de vista de Paul.
Chris Melo é conhecida como Nicholas Sparks de saia. Sou fã de Sparks, mas para mim, Chris tem um estilo próprio de falar de amor, algo que a faz única. Com uma narrativa leve, ela fala de amor de maneira singular e encantadora. Um enredo intenso, repleto de acontecimentos marcantes.

"(...) Sou uma imensidão de coisas. Sentimentos demais, pensamentos demais, vida demais!" (p. 277)

"(...) Quantos sustos ainda levaria? Quantas vezes o universo ainda me testaria? Viver é cruel demais e eu estou cansada." (p. 285)

Amizade, amor, superação, destino, Sob a luz dos seus olhos é simplesmente MARAVILHOSO. Me faltam palavras para descrever o quanto o livro mexeu comigo. Em um mundo onde os sentimentos estão tão banalizados, encontrar um amor assim, mesmo que na ficção, é encantador. Me fez suspirar, chorar, sofrer, torcer e sorrir junto com os protagonistas.

O título de cada capítulo é uma música e pelo nome quase dá para imaginar o que esperar as próximas páginas. Adorei a playlist, que conta com nomes como: Beatles, Adele, Oasis, Coldplay, Birdy, Ed Sheeran, Joss Stone, entre outros.

Adoro a capa, acho que transmite bem o clima da história. Páginas amareladas, fonte em bom tamanho, início de cada capítulo é decorado e revisão impecável.




Mais do que recomendado!

Beijos. ;)












24 comentários:

  1. Sempre que leio resenhas deste livro percebo que elas vem acompanhadas de um final onde se recomenda e muito a leitura, mas confesso que tenho receio, pois a autora é sempre descrita como o Sparks de saia e esse autor pra mim é sinônimo de drama e eu gosto de finais românticos e felizes, onde o casal vive junto pra sempre (meio ilusório? eu sei, mas é fantasia, é dos finais felizes que gosto rs), então ainda não decidi se leio ou não esse livro, mas gostei muito de sua resenha e ela com certeza esta me encorajando a ler, só me resta decidir ;)

    ResponderExcluir
  2. eu acho bem legal esses romances que o relacionamento começa devagar e os personagens normalmente são determinantes.mas, mesmo assim não faz muito o meu estilo de livro. tipo eu gosto de romances quando tem algo mais envolvido e não só o relacionamento por si só. sem falar que eu não sou fã das histórias do sparks (sorry, podem me matar se quiserem)
    mas enfim... como vc disse que a história é linda talvez eu dê uma chance

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente amei essa resenha <3 ! Com certeza,me deixou morrendo de vontade de ler esse livro,apesar de não ter me agradado muito com a leitura de Enquanto a Chuva Caía da autora... mas enfim,a resenha me deixou bastante curiosa para saber mais da história de Elisa é Paul. Vou acrescentar na lista de desejados.

    www.emcadapágina.com

    ResponderExcluir
  4. Sabe quando vc lê um romance e parece que "fica nas nuvens" por um tempo, de tamanho envolvimento com o clima do livro? Então, foi mais ou menos isso que aconteceu ao ler essa resenha... já me senti como se conhecesse o livro, e não vejo a hora de poder lê-lo. A história parece ser meio clichê, o casal se apaixona quando jovem, precisa se separar e depois se reencontra e o sentimento volta, mas mesmo sabendo disso fiquei com muita vontade de ler o livro depois de ler sua resenha. Ah, e o nome de cada capítulo ser uma música me interessou tbm, achei uma grande ideia!

    ResponderExcluir
  5. Sempre impecável suas resenhas. Ainda mas anciosa pra ler. Parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Lendo essa resenha da pra perceber o quanto você amou esse livro e o quanto você ama o amor. Que lindo!! Não sou a maior fã de romances, mas de vez em quando é muito bom a gente se deixar preencher de um pouquinho de lindeza, mesmo que seja só em ficção, como você disse. Concordo que as vezes isso ocorre por conta desse mundo tão ansioso em que vivemos - quem é que tem tempo de sofrer por amor, não é mesmo?
    Adorei tanto a sua resenha que estou pensando seriamente em ir atrás desse livrinho. Tem palavras que tocam a alma!
    Beijos, Aline.

    ResponderExcluir
  7. Olá, Li.
    Essa nova edição do livro ficou linda. Eu já tinha vontade de ler ele e conhecer a escrita da autora. A história me parece ser linda e assim que der eu vou ler ele. Só fiquei com medo agora por causa dessa comparação com o Nicholas. Será que vai morrer alguém? hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Amei o romance do livro, já comecei a torcer pelo casal, pena que a autora é comparada com o Nicholas Sparks, que mesmo sendo um bom autor, sempre da finais tristes para a história
    Gostei da personalidade de Elisa, não gosto de romances com personagens que são mimizentos, gosto quando encaram todos os obstáculos de cabeça erguida, amei a diagramação, os quotes me cativaram e eu amei como você descreveu o livro, amo quando os livros mechem comigo, sinal de que a leitura me envolveu

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Suas resenhas sempre perfeitas, com palavras sinceras e muito bem detalhada. A capa está bonita, a sinopse é bem legal e sempre leio comentários positivos sobre a obra, mas...ainda assim não sinto muita vontade em ler. Quem sabe, em algum momento, venha a dar uma chance para esse livro. Com certeza dever oferecer bons momentos de leitura e entretenimento. Mas não é meu gênero preferido, então vou prorrogar mais um pouco. Obrigada. Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Que resenha linda!!
    São tantos elogios a esse livro que fiquei extremamente curiosa em conhecer essa estória.
    Adoro mocinhas fortes como a Elisa. Que nos surpreende e está sempre superando as provações por mais difíceis que sejam.
    Esses enredos que me fazem sentir um turbilhão de emoções tendem a ser as melhores leituras.
    É muito bom saber que os personagens secundários foram bem construídos e tem uma participação maior na trama. Goto quando isso acontece.
    Com certeza esse livro vai pros meus desejados.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Achei interessante Chris Melo ser o Nicholas de saia. Amo a carga dramática dos livros dele. Não consegui identificar muito drama nesta historia. Parece um amor tranquilo que modifica a vida de cada um de maneira lenta e gradual. Gostei da Elisa ser uma mocinha forte, sempre torna a leitura mais gratificante. Com certeza é um livro que quero ler, principalmente por despertar tantos sentimentos diferentes.

    ResponderExcluir
  12. Oi Aline.
    Eu já tinha lido uma resenha sobre esse livro, só não me lembro onde e amei.
    Sua resenha ficou perfeita, amo personagens fortes e confesso que estou muito curiosa para saber o que realmente motivou nossa mocinha e se afastar por tantos anos.
    Eu gosto bastante quando o romance acontece de maneira natural, sem ser forçado nem nada.
    Simplesmente amei, irei ler com certeza.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  13. Que destino mais brincalhão hein.. E pode muito bem acontecer isso na realidade, ne? Por isso que eu gosto desses livros ;)
    6 anos é tempo pra caramba, e ao se reencontrarem ainda sentiam a mesma xoisax realmente não é algo passageiro. Acho que tudo na vida é questão de escolhas, as coisas só não acontecem se a gente desistir.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Li!
    Tenho um fraco por histórias de reencontros, em que os protagonistas tiveram um relacionamento anos atrás mas por obra do destino tiveram que se separar, tramas desse tipo sempre me ganham... E o amor entre a Elisa e o Paul parece ser lindo, você descreveu esse sentimento de uma forma que me deixou curiosa para conhecer a história desse casal, se eu tiver a oportunidade de ler Sob a luz dos seus olhos com certeza o lerei. Valeu pela dica!
    Ps: achei genial o título de cada capítulo ser uma música, interessante esse detalhe...

    ResponderExcluir
  15. Esse mês teve evento aqui na minha cidade e uma das autoras convidadas foi a Chris Melo. Não resisti e tive que comprar o livro e autografar. Me encantei pela autora, muito simpática!
    Livros com reencontros e amores do passado sempre ganham o meu coração. Vi que você se envolveu bastante com os personagens e espero que isso também aconteça comigo. Sinto que irei me emocionar com a história.
    Assim como você também amei essa capa e a diagramação do livro está impecável. Quero ler para já!

    ResponderExcluir
  16. Oi,
    Acho que não estava dando a devida importância ao livro. Já tinha visto mas não tinha me chamado a atenção, mas lendo a sua resenha fiquei encantada. Gosto de estórias que nos envolvem. A playlist está ótima com Ed Sheeran, Beatles e Coldplay! Os detalhes no livro são lindos!

    ResponderExcluir
  17. Olá, Li.
    O livro realmente parece abordar uma profunda e bela história de amor. Em temos de sentimentos banalizados, como você muito bem disse, um livro como esse é maravilhoso. Principalmente para quem gosta de leituras mais românticas.
    Apesar de ter me parecido um livro bem agradável, não sei se leria. Não faz muito meu estilo.
    Ótima resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de maio. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  18. Gente, fiquei ainda mais com vontade de ler esse livro!! Já vi muita gente falando muito bem desse livro e a vontade de lê-losó cresce. Adorei o fato da relação entre os protagonistas acontecer gradativamente (adoro quando isso acontece) e saber que, assim como os personagens secundários, eles foram muito bem construídos. Não vejo a hora de conhecer a escrita da Chris! Beijo!

    ResponderExcluir
  19. Oi Li,
    eu comecei a ler e estava gostando bastante, mas acabei parando.
    To com medo de continuar a leitura e ter um final triste =/
    Ameeeeei sua resenha, deu pra perceber o quanto o livro mexeu com você e quanto é bonito e especial.
    Ameeeei demais a capa e a diagramação ficou linda mesmo.
    Vamos ver se consigo termina-lo agora em junho.
    bjss

    ResponderExcluir
  20. Não conhecia o livro, mas já me apaixonei pela história!
    Essa coisa de destino é tão bonito e até acontece na vida real!
    Quero ler esse livro e espero que seja em breve, quero saber se esse eles vão ficar juntos.
    E os capítulos com nomes de músicas? coisa mais linda!

    ResponderExcluir
  21. Oi!
    Quero muito ler esse livro, faz um tempo que vi esse livro e fiquei interessada na historia, mas ainda não estava tão animada por essa historia mas lendo essa resenha ela me conquistou, gostei muito desse começo deles e como o destino está la unindo os dois, fiquei bem curiosa para saber que aconteceu para a Eliza voltar e com certeza irei ler essa historia !!

    ResponderExcluir
  22. Parece ser uma historia fofa, bem romântica, hoje em dia nem sabem direito o que é isso, gostei do fato de irem devagar no romance e nada daqueles romances imediatos que nem passam pela fase da amizade primeiro. E como os dois se encontra e reencontram não tem jeito parece que era mesmo o destino deles ficarem juntos.

    ResponderExcluir
  23. Oi Li!
    Definitivamente preciso ler esse livro, achei o enredo lindo, porem sua resenha nos passa todo sentimento que você teve ao ler o livro, os quotes são lindos, e acho que modo como a autora descreve o amor através dos personagens e com tanto cuidado que não teria como não amar esse livro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  24. Uma coisa que vejo muito com esse livro é gente amando. Nossa, assim parece que é bom demais mesmo.
    E a personagem. Sempre vejo falando que ela é uma protagonista forte e isso faz o livro ser muito bom. O romance é gostoso de conferir, a história é bem conduzida. É só elogio.
    Queria ler alguma dia pra saber se é tão maravilhoso assim mesmo. Pra gerar tanta resenha boa deve ser.

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, 36 anos, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, 31 anos, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Arquivo do blog

Publicidade