quinta-feira, 17 de setembro de 2015
28

[RESENHA] Fragmentados - Neal Shusterman

Lido em: Setembro/2015
Título: Fragmentados
Autor: Neal Shusterman
Editora: Novo Conceito
Categoria: Literatura Estrangeira / Distopia
Ano: 2015
Páginas: 320
ISBN: 9788581635194
Onde comprar: Submarino  | Saraiva
Skoob
Muito bom!





Sinopse: Em uma sociedade em que os jovens rejeitados são destinados a terem seus corpos reduzidos a pedaços, três fugitivos lutam contra o sistema que os fragmentaria .Unidos pelo acaso e pelo desespero, esses improváveis companheiros fazem uma alucinante viagem pelo país, conscientes de que suas vidas estão em jogo. Se conseguirem sobreviver até completarem 18 anos, estarão salvos. No entanto, quando cada parte de seus corpos desde as mãos até o coração é caçada por um mundo ensandecido, 18 anos parece muito, muito longe.

Biografia: Já escreveu mais de 30 livros premiados para jovens e adultos, incluindo Full Tilt, a Trilogia Skinkacker, Unwholly, Bruiser e The Schwa Was Here, que recebeu o Boston Globe-Horn Award como melhor livro de ficção. Ele também escreve roteiros para o cinema e a televisão, como Animorphs e Goosebumps. Pai de quatro filhos, Neal vive no sul da Califórnia.

*Livro cedido em parceria com a Editora.

Fragmentados é o primeiro livro de uma série.



Após a Guerra de Heartland foi estabelecida a Lei da Vida, que declara que entre os treze e os dezoito anos os pais podem abortar retroativamente uma criança, mandando-a para fragmentação. Fragmentação significa doar 100% dos órgãos em vida.
Connor, Risa e Lev têm histórias diferentes de vida, mas todos têm algo em comum: são fragmentários. Os três têm um único pensamento, eles não querem ser fragmentados, e para isso terão que fugir e sobreviver até os dezoito anos.
A vida dos três se cruza, uma fuga começa. Ninguém disse que seria fácil, mas qualquer coisa é melhor do que a fragmentação. Será que eles vão conseguir?

"(...) Todos estavam tão felizes em acabar com a guerra que ninguém se importou com as consequências." Pág. 209

Aos poucos vamos conhecendo a fundo os três personagens, seus pensamentos, seus medos, seus anseios, suas dúvidas. Personalidades distintas movidas por um único ideal, sobreviver.
Connor, Risa e Lev me surpreenderam por diferentes motivos: Connor, pelo amadurecimento e controle que apresentou no decorrer da história; Risa, pela força, inteligência e determinação; e Lev, por sua revolta.

"- Se não houvesse fragmentação, haveria menos cirurgiões e mais médicos. Se não houvesse fragmentação, eles voltariam a tentar curar as doenças em vez de só substituir órgãos ruins pelos de outras pessoas." Pág. 159

Os personagens secundários que são apresentados no decorrer da trama também desempenham importante papel na história: Hannah, a professora que indica Sonia, que é quem os ajuda na fuga; Hayden e MaiRoland, o encrenqueiro manipulador; CyFi, importante na fuga de LevEmby, o entupido; Almirante, personagem surpreendente e importante; JeevesKevinMelinda e Raul, os dourados, trabalham para  o AlmiranteTalho, o piloto; entre outros.

A maneira como as pessoas encaravam a fragmentação, como se fosse algo normal, simples e que seria um jeito de manter o fragmentário vivo, também foi algo que me surpreendeu, negativamente, é claro, e me revoltou. Sério, em diversos momentos eu me peguei querendo entrar na história e socar a cara de determinados personagens, tipo "Acorda! Olha o que você está fazendo!".

"(...) Ele ia ser fragmentado e eles iam sair de férias para se sentirem melhor com a situação." Pág. 8

"(...) Eu prefiro ser parcialmente grande a ser completamente imprestável." Pág. 25

"(...) Em um mundo perfeito, todas as mães desejariam seus bebês e estranhos abririam seus lares para aqueles que não são amados. Em um mundo perfeito, tudo seria preto ou branco, certo ou errado, e todos saberiam a diferença. Mas este não é um mundo perfeito. O problema são as pessoas que pensam que sim." Pág. 74

Narrado em terceira pessoa e com uma narrativa intensa o autor instiga a nossa curiosidade pelo que irá acontecer, o que faz com que a leitura flua rapidamente. Fragmentados possui uma trama bem desenvolvida, com uma fuga tensa e situações de risco constante. Personagens marcantes e bem caracterizados e um enredo de tirar o fôlego. A escrita do autor é rica em elementos descritivos, e a maneira como ele descreve as cenas torna muito fácil imaginar todos os acontecimentos, quase que como se estivesse assistindo a um filme.

O autor traz à tona temas polêmicos como aborto, doação de órgãos, religião, e com isso nos faz refletir sobre valores, sobre o que acreditamos ser certo ou não, e principalmente, sobre a vida humana.

Aventura, tensão, riscos, descobertas, traições... Neal Shusterman nos presenteia com uma história marcante e impactante. A leitura me deixou tensa em diversos momentos, sem contar a aflição que senti em algumas cenas no final do livro, tamanha a clareza com que o autor as descreveu. 

Adoro distopias e Fragmentados, diferente de qualquer coisa que eu já tenha lido, me agradou bastante! Ansiosa pelo próximo livro!

A capa está demais e tem tudo a ver com a história! Diagramação simples, com boa fonte e tamanho ótimo para leitura. Não encontrei erros de revisão. Mais uma excelente da trabalho da Novo Conceito.




Super recomendo para quem gosta de distopias!


Confira o  vídeo teaser de lançamento:




Beijos. :)








28 comentários:

  1. Olá!
    Confesso que desde que eu li a sinopse desse livro quando foi lançado, fiquei interessada com a história mas certa de que não ia conseguir ler o livro até o final, então eu vi o Book trailler e definitivamente, falei sem chances de eu consegui terminar esse livro...mas agora lendo a sua resenha, fiquei com vontade de tentar ler sim! Comecei a ver com outros olhos o livro, rsrsrs...engraçado isso né?
    Quem sabe se eu tiver a oportunidade eu leia sim...pois comecei a mudar de ideia.
    Ótima resenha!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  2. Oiii
    To louca para ler esse livro desde que eu vi o booktrailer.
    E agora depois da resenha to desesperada,amo distopias.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Tá ai um livro que eu absolutamente não dava nada, mas tá todo mundo falando super bem! To chocada. Também adoro distopias, espero que essa seja legal mesmo, já to com expectativas, principalmente por você ter dito que é diferente do que você já viu antes.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?

    Ando me afastando de distopias porque sempre acho que vai ser "mais do mesmo", porém, Fragmentados chamou minha atenção. Muitas pessoas falam super bem do livro, então espero poder começar a leitura em breve e tirar minhas próprias conclusões.

    Fernanda Oliveira | Meraki

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ainda não leu, leia Puros, depois você pode se afastar, não antes.
      hahahhahaha ♥
      É a melhor, da melhor do mundo!

      Excluir
  5. O booktrailer desse livro é muito bom! Mas às vezes eles enganam né? Não curti muito a história, mas sua resenha está maravilhosa! E as fotos estão lindas. Parabéns

    beijos.

    Kamylla prado.
    vidaemserie.com

    ResponderExcluir
  6. Eu achava que esse livro era sobre uma história totalmente diferente,eu achei interessante apesar de não ser meu estilo de leitura e eu gostei do fato do autor abordar temas polêmicos tais como aborto,doação de orgãos,nos faz refletir sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  7. Oi, minha resenhista fez uma resenha deste livro no blog dela e eu super curti.
    Não tenho lido muito mias distopias, pois nenhuma me agrada depois que lí Puros... Tudo ficou "quase lá", mas, nem tanto pra mim.
    Mas acho que esse caminha no mesmo foco de Puros, nem o romance, nem a belza, mas a vida e a descoberta por trás dela, então talvez eu dê uma chance ele.

    Bjs
    Tay do Let It Shine

    ResponderExcluir
  8. Nossa, esse livro parece ser muito bom mesmo. Parece ter uma trama muito boa, e sua resenha está incrivel, parabéns ao blog!
    Abraços!

    cafelivrosseries.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho um problema em me render com essa leitura: medo de me sentir angustiada demasiado. Quase o comprei na bienal mas não tive coragem. Sua resenha está excelente, quantos quotes, gostei!

    ResponderExcluir
  10. Tô louca para ler esse livro desde o lançamento! Acho bacana por conta da proposta em abordar esses temas como religião e aborto, que é algo que sempre gera debates na sociedade. Bom saber que a leitura é eletrizante. Fiquei ainda mãos empolgada!

    ResponderExcluir
  11. Esse livro deve ser incrível, faz muito tempo que quero ele e ainda não tive a oportunidade de tê-lo. Bjos.

    http://yuugracindo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Eu estou louca por esse livro, a cada resenha que vejo sobre ele a vontade de ler só aumenta!
    Tem ele com outra capa também ou estou enganada?
    Eu adoro distopias e mesmo essa me parecendo triste, cruel e angustiante eu quero muito pra mim!
    Ótima resenha, adorei as fotos também!

    ResponderExcluir
  13. Oi, Li!
    Até hoje não li nenhuma distopia, foram poucas as que chegaram a me interessar, e Fragmentados é uma delas, mas confesso que depois de ter assistido o book trailer semanas atrás fiquei com receio de ler pois fiquei bastante impressionada com o processo de fragmentação e a maneira de como as pessoas encaram de forma normal esse processo... não sei se eu teria estômago para ler a respeito de todo o sofrimento e injustiça cometidas contra esses jovens...
    Mas como amei a resenha, vou ver se consigo reunir coragem para ler esse livro.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  14. Eu também fiquei revoltadíssima com a tranquilidade que as pessoas viam a fragmentação, gente pelo amor, é um absurdo!!!
    Eu amei o livro e me surpreendeu bastante, porque eu tava com uma expectativa alta e ainda assim foi melhor do que eu imaginava.
    Adorei os pontos que você abordou na resenha e a revolta de Lev também me surpreendeu muito, todos os personagens foram muito bem construídos e a trajetória dele foi a que mais me surpreendeu.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Li, desde que escutei os primeiros rumores sobre esse livro já não fui com a cara dele e a cada resenha tenho mais certeza que gostaria nada dele.
    Essa ideia é muito absurda e assim como você eu ficaria revoltada.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  16. Eu quero muito ler esse livro, além de ser distopia, o tema que ele trata é bem diferente, e a abordagem do tema pela sua resenha deu pra ver que é emocionante, e cheio de tramas.
    Espero que o resto da série saia logo pra que eu possa ler ;)

    ResponderExcluir
  17. Oi
    Eu gosto bastante de distopias mas já faz tempo que não leio uma.Eu gostei bastante do que esse livro apresenta e a idéia da fragmentação é mesmo chocante mas acho que era isso que o autor nos quis transmitir.Espero que o próximo livro não demora a ser lançado,e estou curiosa pra saber se todos eles vão escapar disso ou não.

    ResponderExcluir
  18. O vídeo teaser foi o que me aproximou do livro, assim que assisti na pagina da editora eu quis o livro. E acho essa coisa de fragmentação horrível, e que foi tudo o que tornou o livro interessante para mim. Amei os personagens e acho que eles tem de todo o direito de agir de tal maneira.

    ResponderExcluir
  19. Já tinha visto o livro e me interessado, é uma historia diferente, querer fragmentar as pessoas ainda viva que horror. Mas os três estão certos em tentar fugir e conseguir se manter vivos e inteiros, para poderem lutar contra esse sistema. Acho que nos leva a refletir sobre isso se realmente existisse esse sistema, como seria nossas vidas.

    ResponderExcluir
  20. Oii
    Não conhecia o livro, devo ter visto pela blogsfera mão não lido a sinopse.
    Ador distopias e tem um tempo que não leio, a última foi Maze Runner. Sua resenha me deixou bem curiosa a respeito dessa sociedade e dos fragmentados. Espero ler em breve, deve ser um livro cheio de aventuras e dramas!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Amiga eu sinceramente não tive interesse em ler esse livro nãoviu?
    Mas minha colaboradora Agatha leu e disse que gostou bastante, mas as vezes ficou bastante chocada com algumas coisas. Espero nunca ler, porque eu fico muito impressionada com esse tipo de estória. Meu deus, imagina ter seus membros tirados para dar para outroas pessoas. Pelo amor de deus hahahahah...Mas eu gostei da sua resenha. Ficou muito bem escrita.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/09/resenha-zoo-james-patterson.html

    ResponderExcluir
  22. O que falar desse livro que ainda não li mas já amo? Fragmentados foi de pouca importância para mim no começo de tudo. Mas, com o tempo e as resenhas sendo lançadas, assim como a sua, me encantei e entreguei ao livro e sua relação de fragmentação curiosa. Pretendo ler ele mês que vem.

    ResponderExcluir
  23. Dos lançamentos da editora, este foi o de longe que mais me interessou, e agora que as resenhas estão saindo, estou vendo que meu interesse não foi em vão.
    bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  24. Achei super criativo esse marcador, lindo demais, eu quero! Haha.
    Desde que vi um book trailer de Fragmentados, fiquei doida para ter o livro, foi aquele tipo de livro que eu preciso obter imediatamente, mas até agora não consegui comprar :( .
    Depois de ler sua resenha fiquei mais ansiosa ainda para ter o livro, adorei sua resenha e pretendo ler Fragmentados em breve.

    ResponderExcluir
  25. Oi!
    Depois de ouvir falar tanto dessa distopia fiquei interessada nessa historia, gostei muito da forma que o autor construí a historia e também dos personagens que nos mostram três lados diferentes e ao mesmo tempo igual desse processo, pretendo ler esse livro !!

    ResponderExcluir
  26. Oii!

    Estou simplesmente apaixonada por essa capa e essa sinopse! Quero muito ler esse livro e a cada resenha que leio fico com mais vontade :) A capa é linda e pelo jeito a história é maravilhosa!
    Parabéns pela resenha!

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  27. Oi, tudo bem?
    Estou curiosa para ler esse livro desde o lançamento. A premissa é bem instigante e a história muito diferente de tudo que li. Imagino que também vou ficar revoltada com o processo de fragmentação. Espero poder ler o livro em breve.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, 36 anos, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, 31 anos, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Arquivo do blog

Publicidade