quinta-feira, 24 de setembro de 2015
17

[RESENHA] Mentiras Que Confortam - Randy Susan Meyers

Lido em: Setembro/2015
Título: Mentiras Que Confortam
Autor: Randy Susan Meyers
Editora: Novo Conceito
Categoria: Literatura Estrangeira / Drama
Ano: 2015
Páginas: 368
ISBN: 9788581637068
Onde comprar: Submarino  | Saraiva
Skoob
Favorito!




Sinopse: Cinco anos atrás...
Tia apaixonou-se obsessivamente por um homem por quem nunca deveria ter se apaixonado. Quando engravidou, Nathan desapareceu, e ela entregou seu bebê para a adoção.
Caroline adotou um bebê para agradar o marido. Agora ela questiona se está preparada para o papel de esposa e mãe.
Juliette considerava sua vida perfeita: tinha um casamento sólido, dois lindos filhos e um negócio próspero. E então ela descobre o caso de Nathan. Ele prometeu que nunca a trairia novamente, e ela confiou nele.
Hoje...
Tia ainda não superou o fim do seu caso com Nathan. Todos os anos ela recebe fotos de sua garotinha, e desta vez, em um impulso, decide enviar algumas delas para a casa do ex-amante. É Juliette quem abre o envelope. Ela nunca soube da existência da criança, e agora precisa desesperadamente descobrir quantas outras mentiras sustentaram o seu casamento até hoje.

Biografia: É autora do aclamado best-seller ¬ e Murderer’s Daughters, que foi escolhido como “livro de leitura obrigatória” pelo Massachusetts Center for the Book e finalista no Massachusetts Book Award. Ela mora em Boston com o marido.

*Livro cedido em parceria com a Editora.


"É melhor ouvir uma verdade dolorosa do que uma mentira reconfortante. No final, a verdade vai acabar vindo à tona e vai machucar muito mais do que se tivesse sido contada antes."

Quando eu terminei de ler Mentiras Que Confortam pensei "novela, isso daria uma novela". E daquelas bem dramáticas (eu sou noveleira!).

Boston.
Tia teve um caso com Nathan, que era casado com Juliette, que não sabia de nada.
Tia engravidou. Ela entrega seu bebê para adoção.
Peter e Caroline adotam o bebê de Tia. Caroline queria agradar o marido.
Tia se arrepende. Tia não se conforma com o fim de seu caso.
Juliette descobre sobre o bebê.

"Ela achou que agora faria parte da família dele. Idiota, idiota, idiota." Pág. 13

"- Só acho que esse não é o meu destino." Pág. 19

"- Querido, qual é o problema?" Pág. 28

"(...) Ela amava a maneira como era sua vida. Um bebê iria estragar tudo." Pág. 33

Drama,drama,drama.
Narrado em terceira pessoa, pelo ponto de vista de Tia, Juliette e Caroline (apenas dois capítulos são pelo ponto de vista de Nathan), o livro se divide em duas partes: 
Parte I - Antes
Parte II - Depois.

Na primeira parte, é feita uma apresentação dos personagens e vamos entender como cada um vai se ligar ao ouro.
Na segunda parte, após alguns anos terem se passado, vamos descobrir o que aconteceu e o que vai acontecer com cada um.

Nathan e Tia, a princípio, são os personagens principais. Já que tudo começa por causa do caso que tiveram. Mas conforme fui lendo, percebi que a historia iria se dividir em núcleos. Cada um com a sua história e depois todos vão se ligar.

Nathan e Tia
Nathan, um homem casado,com filhos,professor universitário, que se envolve com uma mulher mais jovem.
Tia, uma jovem apaixonada por um homem mais velho e indisponível. 
Robin, amiga de infância. 
Boby, apaixonado por Tia desde a adolescência.
Katie, colega de trabalho. 
Richard, seu chefe.

Nathan e Juliette
Nathan, o marido adúltero.
Juliette, a esposa perfeita, a esposa traída.
Lucas e Max, filhos do casal.
Gwyenne, amiga e sócia.
Sondra e Gordon, seus pais.
Avraham e Gizi, seus sogros.

Peter e Caroline
Peter, o marido exemplar que quer constituir uma família com filhos.
Caroline, a esposa que não se sente atraída pela maternidade, médica patologista. 
Rose, a babá. 
Irene e Joe, seus sogros.
Dr. Jonah, colega.

E no meio disso tudo está Honor/Savannah, o bebê que Tia entregou para adoção.

"Ela sacudiu a mão e se virou parar ele. Será que seu marido a conhecia?" Pág. 209

"Faíscas podiam ser sentidas no ar." Pág. 236

"(...) não tenho como mudar isso. Estou falhando. Ela merece coisa melhor." Pág. 259

Traição, mentira, confiança e adoção são temas bem delicados.
Enquanto eu lia, por incrível que pareça, não fiquei com raiva e não desgostei de nenhum personagem. Cada um tinha um motivo para fazer o que fez e tentei entender o lado deles. Ninguém fez nada por vingança ou por maldade. São pessoas feridas, magoadas e arrependidas. Como pássaros feridos á procura de seu ninho.

E faço uma ressalva para as mães. Temos três mães, e cada uma mostrando um lado da maternidade.
Seus medos, anseios, dúvidas... A honestidade delas, apesar de suas escolhas e atitudes, chamou minha atenção. Tão diferentes, mas tão iguais ao mesmo tempo. Gostei muito disso.

A abordagem sobre a adoção mexeu um pouco comigo. Tenho duas primas bem próximas, quase irmãs, que são adotadas. Muita coisa falada no livro eu já presenciei.

E o livro fala um pouco também sobre judaísmo, pois Nathan é judeu.

Achei a historia bem clara, não ficou confusa. A maneira que a autora levou a trama foi super sensata, não ficou nenhuma lacuna pra mim. Adorei!

A capa não me chamou tanto a atenção, mas achei bacana. A diagramação é simples, com páginas amareladas, fonte em um tamanho bom. Em cada início de capítulo me dava a impressão que eu iria ler uma carta. Uma página cinza envelhecida. Não gostei muito mas, de uma forma geral, gostei dessa edição. Parabéns Novo Conceito!





Lembrei muito de um livro que li chamado Ciranda de Pedra, da Lygia Fagundes Telles (eu adoro, super recomendo). Assim como em Ciranda de Pedra, Mentiras Que Confortam é uma ciranda de sentimentos.

Uma historia lindamente dolorosa, que me fez refletir sobre muita coisa. É emocionante, vale a pena ler! Vocês irão se surpreender!

Beijokas e até a próxima!










17 comentários:

  1. Daria uma novela mexicana daquelas, né? Adoro quando as histórias dos personagens se interligam desse jeito, bem coisa de novela mesmo. E traição é um assunto complicado mesmo, porque reflete na vida de todo mundo e não só na do casal. Eu gostei da capa e esse negócio do começo de capítulo parecer uma carta não parece muito bacana olhando pela foto, verdade, mas mesmo assim gostaria de fazer a leitura.

    ResponderExcluir
  2. Hahaha, não curto romance, mas minha irmã curte, passarei pra ela, bela resenha :D

    http://ideiasliterariasb.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ótima resenha, tudo tão explicadinho, mas não gosto muito de ler livros de romance, certeza que vou chorar.

    http://poyozodance.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiiii
    Como eu nunca reparei nesse livro antes??
    Parece ser incrível,claro que vou estar lendo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Lu!
    Quando vi o lançamento desse livro de cara não curti a sinopse, é muitas mentiras, e sou uma pessoa que concorda completamente com a frase com que você iniciou a resenha, a mentira machuca mais do que a verdade.
    Não gostei da trama desse livro nem dos seus personagens. Portanto, passarei longe dele, sem falar que drama não é um dos meus gêneros preferidos.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  7. Em nenhum momento pensei que o livro fosse isso tudo. Acho que vale eu dar uma chance para a leitura.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Lu. Mentiras Que Confortam foi um livro que não me agradou com sua sinopse. Mas, com a resenha pude perceber que a narrativa e premissa dele são incrivelmente surreais. Com propostas atuais e conquistadoras, a autora Randy Susan consegue prender o leitor não apenas com sua escrita, mas com a criatividade da divisão do livro.

    ResponderExcluir
  9. Eu achei a capa do livro bonita, já tinha até visto essa capa, mas eu não gostei da estória. Achei muito dramática, não é meu estilo de leitura

    ResponderExcluir
  10. Adoro livros em que a história me faz refletir, confesso que depois que li sua resenha fiquei bem curiosa em relação a história desse livro, pois ele aborda assuntos muito delicados, como adoção, maternidade e outras coisas, pretendo ler, adicionei o livro em minha lista de leituras.

    ResponderExcluir
  11. É tão legal não odiar ou desgostar de um personagem, só pelo simples fato de eles terem um motivo pelo qual agem de tal forma. Amo drama, e novela, e quando se mistura tudo junto, amo ainda mais. Não sabia do que se tratava o livro mais agora amei sua recomendação.

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Com certeza esse livro daria uma novela com muitos capítulos, achei essa trama muito bem escrita e gostei de termos vários núcleos mesmo nunca tendo lido um livro com vários narradores em momentos diferente é fiquei curiosa sobre o final !!

    ResponderExcluir
  13. Saudações Lady Lu,
    Também acho que o roteiro é digno de uma boa novela, realmente dramática... Mas que teria talvez mais conteúdo do que as atuais.
    Tenho aversão à traições, e desde o início a minha vontade é matar o Nathan

    Venha visitar o Castelo

    Att

    Ana P. Maia ♛

    The Queens Castle


    A Lição de Anatomia do Temível Dr. Louison


    A Chave do Mundo –Livro I: As Torres de Phart Halor


    Tudo que você queria saber sobre Mitologia

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Gostei muito da sua resenha!
    Parece um livro forte! Pois os assuntos tratados são delicados...
    E adoro quando um personagem vai se envolvendo com o outro que a princípio não tinha nada a ver, kkkk, fatos do destino!
    Fiquei com vontade de ler!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  15. Lembro qdo o livro foi lançado e nao tinha tb gostado mto da capa, mas ao ler a resenha eu vi o tanto que a história é complexa e com esse tanto de personagens que se ligam de alguma forma, me deixou mto interessada!
    Eu nao conheço ninguém que seja adotado, e fiquei bem curiosa sobre a abordagem do livro sobre o tema.
    Com certeza um livro que daria uma novela mesmo, dessas das 8 da Globo! Hahaha.
    Bjus

    ResponderExcluir
  16. Oie
    Quando a NC lançou esse livro eu fiquei bem curiosa para o ler mas dai fui vendo resenhas não tão positivas e fui me decepcionando um pouco mas a minha curiosidade em cima da história não acabou.Esse livro me lembra um pouco os da Liane Moriarty,por conter esses vários personagens e um fato que interliga todos.Deve ser bacana acompanhar esse personagens diferentes, mas que são humanos como todos nós,erram,sem arrepender e tentam voltar atrás,só que com um pouco mais de drama.E eu gostei dessa capa.

    ResponderExcluir
  17. Essa história deve ser triste e comovente, os assuntos abordados são bem delicados. Não é fácil para Tia entregar o bebê para adoção e nem para a esposa, ser traída e ainda por cima o marido ser pai fora do casamento. É um drama atrás do outro.

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, 36 anos, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, 31 anos, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Arquivo do blog

Publicidade