quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017
9

[E O LIVRO VIROU FILME] #5 Cinquenta Tons Mais Escuros

Olá!
A coluna E o Livro Virou Filme hoje traz a adaptação cinematográfica do filme de uma das trilogias que mais dividem opiniões: Cinquenta Tons Mais Escuros.





Lançamento:  9 de fevereiro de 2017.
Título original: Fifty Shades Of Grey 2: Fifty Shades Darker
Dirigido por:  James Foley
Elenco: Jamie Dornan, Dakota Johnson, Luke Grimes, Eloise Mumford, Rita Ora, Kim Basinger, Eric Johnson, Max Martini
Gênero:  Erótico , Drama , Romance
Distribuidor: Universal Pictures
Duração: 1h58.
Classificação: 16 Anos
Nacionalidade:  EUA

Sinopse: Incomodada com os hábitos e atitudes de Christian Grey (Jamie Dornan), Anastasia (Dakota Johnson) decide terminar o relacionamento e focar no desenvolvimento de sua carreira. Ele, no entanto, não desiste tão fácil e fica sempre ao seu encalço, insistindo que aceita as regras dela. Tal cortejo acaba funcionando e ela reinicia o relacionamento com o jovem milionário, sendo que, aos poucos, passa a compreender melhor os jogos sexuais que ele tanto aprecia.


Os atores


James "Jamie" Dornan (Belfast, 1 de Maio de 1982) é um ator, modelo e músico norte-irlandês. 
Jamie Dornan estreou nas telonas sob a direção de Sofia Coppola na biografia Maria Antonieta (2005), onde fez Axel von Fersen, amigo intímo da rainha interpretada por Kristen Dunst. Ele seguiu fazendo trabalhos como modelo até ser escalado para um importante papel no drama Shadows in the Sun (2009).
2011 foi o ano de estréia de Dornam na televisão, quando ele participou de alguns episódios da série Once Upon A Time, fazendo aparições na primeira e segunda temporada do show. Mas foi interpretando o serial killer Paul Spector, na série The Fall ao lado de Gillian Anderson, que o ator ganhou um maior reconhecimento em sua carreira, sendo indicado a um Bafta Awards pelo papel. O sucesso foi tanto que a segunda temporada foi confirmada para 2014. Ainda na televisão, Dornan participou da minissérie britânica New Worlds (2014).
O ator voltou ao mundo cinematográfico como protagonista do drama Flying Home, mas chamou a atenção mundial ao ser escalado para interpretar Christian Grey em Cinquenta Tons de Cinza (2015), adaptação do polêmico best-seller de E. L. James, onde ele faz par romântico com Dakota Johnson.
Fonte: Wikipédia / Adoro Cinema

Dakota Mayi Johnson (Austin, 4 de outubro de 1989) é um modelo e atriz estadunidense. Ela é filha dos atores Don Johnson e Melanie Griffith e neta da atriz Tippi Hedren.
Após uma série de trabalhos como modelo e de ser eleita Miss Golden Globe em 2006, ela conseguiu um pequeno papel em A Rede Social (2010) de David Fincher e participou de A Fera (2011), uma adaptação moderna do clássico A Bela e a Fera, com Vanessa Hudgens. 
Em 2012, ela participou do drama For Ellen e das comédias Theo, Ovelha Negra com Vera Farmiga e Cinco Anos de Noivado, que conta com Jason Segel, Emily Blunt e Chris Pratt no elenco. Além disso, apareceu no sucesso Anjos da Lei (2012), com Channing Tatum e Jonah Hill. No mesmo ano, ela fez sua estreia na televisão como a protagonista da série de comédia Ben And Kate, onde ela faz uma jovem mãe solteira tentando cuidar da filha com a ajuda de seu irresponsável irmão Ben, interpretado por Nat Faxon. A série teve somente uma temporada. 
Em 2014, Dakota voltou a investir em sua carreira no cinema participando da comédia Saindo do Armário (2014) e da adaptação cinematográfica do jogo de videogame Need for Speed: O Filme (2014), que fracassou nas bilheterias americanas. Até que ela ganhou repercussão mundial ao ser confirmada como a protagonista Anastasia Steele em Cinquenta Tons de Cinza (2015), adaptação do polêmico best-seller de E. L. James. 
Fonte: Wikipédia / Adoro Cinema





Minha opinião



*Este post pode conter spoiler.



Dois anos de ansiedade desde o lançamento do primeiro filme. No último dia 12/02 finalmente assisti Cinquenta Tons Mais Escuros, sequência de Cinquenta Tons de Cinza.

A história começa com Christian querendo Ana de volta e disposto a tudo para isso, até mesmo rever as cláusulas do contrato assinando por ela no primeiro filme. Eles se acertam, após ela impor algumas condições. Começamos então a acompanhar o relacionamento deles em um nível diferente do que era.

Christian está um pouco mais aberto, mas não menos complicado. E Ana está mais decidida e mostra que não é submissa a ele, embora muitos dos jogos e apetrechos do quarto vermelho a agradem bastante.

Neste segundo filme, a carga dramática da história é um pouco maior do que a do primeiro, pois envolvem acontecimentos além do relacionamento dos protagonistas.
Ana está trabalhando em uma Editora e tem que lidar com uma situação nada agradável com seu chefe. Uma ex-submissa psicótica, Leila, reaparece causando problemas ao casal. Elena entra na história se intrometendo no relacionamento. Toda problemática, principalmente do acidente e da submissa, foi resolvida muito rapidamente, sem criar o suspense ou a tensão necessários às cenas.

Cinquenta Tons Mais Escuros foca em Christian, em seus traumas do passado, e a maneira como o casal vai lidar com tudo isso. Mas confesso que senti falta de mais cenas retratando isso, mais intensidade, mais emoção. O filme pecou por não se aprofundar nessa questão, o que é uma das principais características do segundo livro. Foi tudo abordado de forma muito rasa. Queria realmente ter encontrado os tons mais escuros de Grey, mas eles não estavam tão escuros assim.

Apesar dessa falha, Jamie "Gostoso" Dornan mais uma vez se mostrou a personificação de Christian Grey. Sei que tem gente que não concorda, mas para mim ele tem todos os trejeitos que o personagem exige, desde o sorriso torto ao olhar. E que olhar!
Dakota Johnson também é a própria Anastasia Steele, e arrisco a dizer que em Cinquenta Tons Mais Escuros ela está ainda melhor, dando uma característica mais decidida da protagonista, sem perder o leve ar de ingenuidade.











Imagens retiradas da internet / Google


As cenas de sexo não são nada vulgar, pelo contrário, são extremamente sensuais. Mas se você espera pelo nu frontal de Jamie Dornan, infelizmente não acontece.

Como em toda adaptação, pude notar pequenas mudanças e algumas cenas excluídas, mas nada que comprometesse a história, pelo contrário, as cenas foram muito bem adaptadas ao novo contexto.

  • Não existe a cena da mesa de bilhar, nem a do sorvete de baunilha. Queria tanto essas cenas.;
  • Dr. Flynn não aparece;
  • Ethan Kavanagh também não;
  • Ana não vai para Nova York, ao contrário do livro; entre outras coisas.





A trilha sonora está perfeita







Apesar das questões que me incomodaram, ainda assim o saldo foi positivo e eu gostei muito do filme.
Lembrando que não sou crítica de cinema profissional, nem nada do tipo. Esta é apenas a minha opinião.


E você, gosta da trilogia? Assistiu ao filme?
Não gosta? Por quê? 

Beijos e até a próxima. ;)




9 comentários:

  1. Oie, não sou de dar opinião sobre a trilogia, pois eu acho ela bem vulgar.
    Assisti o primeiro filme por uma amiga, mas nem opinei por não gostar.
    Acredito que é um filme bem feito, não vou assistir a sequência, mas é bom saber que foi uma boa continuação.
    E uma coisa concordo Jamie tem tudo do Grey HASUAHSUAHSUA
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Oi, Aline
    Menina, acredita que ainda não assisti nenhum dos filmes, preciso mudar isso rs. Imagino que as cenas não são mesmo vulgares, é justamente por esse motivo que tantas pessoas às vezes reclamam do filme haha
    Sempre existem as mudanças, né, não tem jeito. Que bom que curtiu.

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Estou bem curiosa para assistir a essa sequência de 50 tons. Uma pena que tiraram algumas cenas que com certeza seriam bem interessantes.
    Outro ponto que me deixou um pouco decepcionada é saber que aqui não foi muito abordada a questão dos tons mais escuros, sendo que no segundo livro é o foco.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  4. Oi Não faço parte do Fandon de 50 tons e por isso não me sinto interessada em assistir aos filmes, principalmente porque foi justamente no livro dois que eu não tive mais paciência pra ler e abandonei. Umas amigas fizeram críticas ao filme tbm pra mim e isso só confirmou o que eu esperava.
    Mas que bom que o saldo foi positivo pra vc.
    Beijoos

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que faço parte dos 5% da população que não sabe nada dos livros e que não viu o filme e não tem muito gosto em fazer isto por enquanto. Mas sei que é uma boa produção mas não tenho interesse sabe, mas acho legal ter virado filme!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  6. Estou querendo ver esse filme mas nada de desesperador, posso esperar. Mas gostei de conferir suas impressões e fiquei feliz ao saber que assim como no primeiro livro/filme o roteiro foi fiel. Esse foi o livro que mais gostei e me emocionei.
    Gostei do post como um todo, opinião, fotos, playlist etc. beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah esqueci de dizer que concordo com você, eu também gosto dos atores e penso que eles representam bem o que eu imaginei.

      Excluir
  7. Olá Aline, eu li os tres livros, quer dizer eu devorei e gostei da história, achei que o primeiro filme foi bem adaptado, mas me recusei a ver esse filme no cinema e gostar meu dinheiro depois de tanto spoiler, portanto veria em casa, vou segurar a minha curiosidade. Bjkas

    ResponderExcluir
  8. Oie, Li.
    Nunca li 50 Tons, e nem sei se tenho vontade, haha. Tbm não assisti aos filmes completos e, pra falar a verdade, achei a atuação dos dois um pouco ruim pelo pouco que vi. Ou seja, creio que não mergulharia nesse universo tão cedo, embora não tenha preconceito algum pelo gênero hot, que eu adoro, na verdade.
    Quanto ao segundo filme, gostei bastante do trailer. Parece ter melhorado muito a fotografia.
    Bjocas,

    www.umdiamelivro.com.br
    www.youtube.com/literamigas4

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, 36 anos, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, 31 anos, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Arquivo do blog

Publicidade