terça-feira, 14 de fevereiro de 2017
4

[RESENHA] Para todos os amores errados - Clarissa Corrêa

Lido em: Dezembro/2016
Título: Para todos os amores errados
Autor(a): Clarrisa Corrêa
Editora: Gutenberg
Gênero: Literatura nacional / Crônicas
Ano: 2013
Páginas: 176
ISBN: 9788565383165
Onde comprar: Submarino  ||  Amazon
Skoob



Sinopse: O amor é o sentimento mais indefinível e intenso que pode ser vivido. Profundo ou superficial, complexo ou simples, verdadeiro ou passageiro, ele atinge e muda tudo sem precedentes. Porém, momentos de pura paixão também podem ser dramáticos e dolorosos, quando dois corações não conseguem se entender. Em Para todos os amores errados, a redatora publicitária e blogueira Clarissa Corrêa escreve sobre as desilusões de um romance avassalador.
Famosa por ter um de seus textos lido ao vivo por Pedro Bial, no programa Big Brother Brasil, Clarissa é certeira, indo direto ao ponto por meio de relatos sinceros, que recheiam o livro e dão uma pitada diferente no modo de pensar o amor.
Entre os altos e baixos do fim de uma relação amorosa, a história é contada e sentida a partir de desabafos escritos em primeira pessoa, os quais, segundo prefácio assinado por Pedro Bial, “baixa a calcinha dos homens e mostra a cueca das mulheres”. Cheio de citações a personalidades do cotidiano atual, o texto adquire um tom de veracidade e aproximação a cada página, criando uma intimidade até mesmo cômica com que já sentiu ou passou pela mesma situação, em que o amar e ser amado não é responsabilidade de um só.
Registrando todas as fases de um rompimento, a protagonista chora, se arrepende, fica aliviada, triste de novo, sente saudades, tem muita raiva, volta a amar o mesmo amor, se encontra e se desencontra várias vezes. Chega à etapa de se entender e respeitar, para poder, quem sabe, voltar a amar. Escreve crônicas e poemas que expressam seus sentimentos. Conta os detalhes da traumática separação, classifica os tipos de homem e declara independência.
Partindo de uma forma mais caótica de se expressar até chegar o mais próximo da razão, o amor e todos os seus obstáculos são a força que alimenta a narrativa. Sem medo de se expor ou ser julgada, a protagonista de Para todos os amores errados é um reflexo da mulher contemporânea que, ao mesmo tempo em que se permite amar, não tem medo de falar e gritar aos sete ventos que uma paixão também pode dar errado.

Biografia: Clarissa Corrêa é gaúcha, redatora publicitária e escritora. Já trabalhou em várias agências de Porto Alegre: Oxigênio, Super Comunicação, Escala, Martins + Andrade, e21. Atendeu clientes como Ipiranga, Lojas Renner, Grendene, Colcci, Kildare, Coca-Cola Clothing e Brandili, entre outros. É autora de três livros: Um Pouco do Resto, O amor é poá e Para todos os amores errados e também é colunista do site da revista TPM. Atualmente, faz freelas dentro e fora da propaganda. Produz conteúdo e escreve para sites, assim como também faz textos sob encomenda, votos de casamento, homenagens e textos em geral. 



Mais um livro de crônicas que li recentemente. ♥



Clarissa Corrêa coloca o dedo na ferida e fala de amor de maneira direta, clara, desmistificando e mostrando ao leitor o sentimento em todas as suas fases, da linda à dolorida, passando por todas as etapas de um relacionamento. Dona de uma escrita simples e envolvente, com alguns textos divertidos, outros um tanto dramáticos, a autora cria uma afinidade com o leitor. Afinal de contas, quem nunca sofreu por amor?

"A propósito, te agradeço. Não por ter me magoado e ido embora como se nada tivesse acontecido, mas por ter me ensinado a ser mais forte. E menos tola." (p. 24)

"(...) Atitudes sinceras, afinal, mentiras sinceras nunca me interessaram." (p. 31)

"Ela não é completamente normal. Nem anormal. Ela só é ela, com todos os seus cantos, esconderijos, degraus, pontes, abismos." (p. 70)

"E eu sou assim como você vê: sensível ao extremo, dramática até dizer chega, um pouco sem paciência com lerdeza, dona de um humor matinal quase azedo, com um caminhão de defeitos chatos e outros tantos incorrigíveis, mas com uma franqueza no tom da voz e no brilho do olhar. Se você não gosta do meu natural, tudo bem, é direito seu. Não vou me maquiar na tentativa de você gostar de mim." (p. 166)

Os textos em primeira pessoa geram uma proximidade com o leitor, sem contar a identificação. Muitas vezes parecia que eu estava lendo sobre mim. Me identifiquei com 90% dos textos, seja pelas situações, sentimentos, dúvidas ou inseguranças. Alguns textos me fizeram reviver situações que passei, outros me trouxeram lembranças agradáveis e uma saudade no peito.

A leitura foi tão agradável e envolvente que eu terminei já querendo reler. Sabe quando você fica querendo mais? Foi isso que aconteceu. Mais um que vai para minha cabeceira. Quem gosta de crônicas precisa ler.

A capa é um amorzinho. A diagramação está linda, com ilustrações no início de cada texto, e a numeração das páginas também é decorada. As páginas são amareladas, a fonte e o espaçamento são confortáveis aos olhos.



Mais do que recomendado!


Beijos. ;)



4 comentários:

  1. Que amor de resenha, Li! ♥
    Tenho certeza de que é um livro super agradável mesmo, como nunca li nada na íntegra da Clarissa Corrêa, fiquei morrendo de vontade de lê-lo. E eu amo contos! Já adicionei no skoob. Valeu pela dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Se tem um livro que adoro ler é que fala sobre o amor, esse livro me encantou e adorei suas impressões. Sou super a favor de atitudes sinceras. Bjkas

    ResponderExcluir
  3. Que capa mais fofa... Desde a primeira vez que a vi fiquei com vontade de ter o livro, mas não sabia muito sobre ele. Não sou muito de ler crônicas, mas pelos seus comentários essas parecem ser meu tipo - adoro quando consigo sentir e me identificar com os sentimentos que os textos trazem.
    Já estava querendo pela capa, agora, quero mais ainda!!!!
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  4. Gosto de ler os textos da autora, já li alguma cosia na internet, mas um livro dela nunca li, acredita?
    Adoro textos que falam de amor e acho que esse livro com toda certeza é uma excelente leitura

    ResponderExcluir

Quem Escreve

Aline (Li), taurina, 36 anos, turismóloga, paulista de Ribeirão Preto, apaixonada por séries de TV e compulsiva por livros (se estiverem em promoção, então..rs). Amo ler! :)



Colaboradora

Luciana (Lu), Ribeirão-pretana, 31 anos, virginiana e perfeccionista. Cake Design. Danço nas horas vagas por paixão e para relaxar. Amo artesanato, praia, filmes, seriados e claro, livros!

Seguidores

Facebook

Instagram

Editoras Parceiras





Universo dos Livros


Editora Arwen



Astral Cultural


Chiado 

Editora

Butterfly Editora


Mundo Uno Editora

Últimas Resenhas

Total de Visualizações

Acompanhe via E-mail

Classificação

Pesquisar no Blog

Arquivo do blog

Publicidade